sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Mecanismo de enrugamento dos dedos e o besteirol do criacionismo




Mais uma vez,  a leviandade, a canalhice e a safadeza do criacionismo entram em ação.




Dessa vez, somos brindados com um festival de asneiras acerca de por que motivo dedinhos enrugam quando imersos em água por algum tempo.







Como sempre, a tática da safadeza se resume em quatro passos que comporão um belo texto literário, sem o mínimo de fundamento e com conteúdo praticamente zero:

Passo 1 -  consiste em achar uma reportagem sobre teoria evolutiva;

Passo 2 - macetar a reportagem se valendo de subterfugios como distorcer o que é dito ou mesmo mentir sobre o teor da reportagem;

Passo 3 -  Ao final fazer uma pergunta maliciosa como se ela fosse um mistério insolúvel, svalendo-se de um argumento da ignorância como complexidade irredutível o especificada;

Passo 4 - ao final,  concluir que tudo é obra de um designer, que, doravante, chamaremos de "AQUELE DE QUEM NÃO FALAMOS".






Vejamos a reportagem, por sinal bem interessante:


Cientistas da Universidade de Newcastle, na Grã-Bretanha, descobriram por quais motivos os dedos ficam enrugados após muito tempo na água. O estudo indica que isso pode ser uma vantagem adquirida pelo ser humano durante a evolução da espécie. Segundo a BBC, para chegar a essa conclusão, os pesquisadores fizeram um experimento. Eles selecionaram voluntários para pegar bolas de gude imersas em um balde d’água com uma mão, passá-las por uma pequena abertura para a outra mão e depositá-las em outro local. Com isso, os cientistas descobriram que quem estava com os dedos enrugados pela umidade concluía a tarefa mais rápido do que os voluntários com os dedos normais.



Antes, se pensava que os dedos enrugados indicavam o inchaço da pele por causa do contato prolongado com a água, como uma reação automática, mas sem função. Agora, os cientistas sugerem que as rugas têm a função de tornar mais fácil o manuseio de objetos na água ou em superfícies molhadas.



As rugas indicam um sinal de vasoconstrição em resposta à água em uma reação controlada pelo sistema nervoso. Por saber que o sistema nervoso controla essa reação, é possível entender que existe uma função por trás disso. Ficar com os dedos enrugados foi uma grande vantagem para os primatas sempre que eles precisavam caçar alimentos na natureza, característica importante que evoluiu com a espécie.



Agora, os cientistas se concentrarão em descobrir se essa reação também acontece entre outros primatas. A confirmação disso pode revelar que a função original dessas rugas pode ter sido locomotora, ou seja, ela ajudou os primatas a se deslocar em vegetação úmida ou árvores molhadas.



Fonte: Info



Vejamos agora a nota infeliz do autor do blog criacionismo, cuja pérola foi extraída daqui:


Nota do blog Criacionismo: Se você descobrisse um objeto que revela uma função específica, concluiria pelo “acaso” (ou, vá lá, mutações casuais selecionadas naturalmente) ou pelo design inteligente?

Concluiria pelas mutações selecionadas, onde acaso não existe, mas existe sim uma seleção. Ou seja, em qualquer processo onde há uma seleção, o acaso deixa de existir, pois a seleção é direcionada por um ou um grupo de fatores.

Já concluir pelo design inteligente no que se refere ao seu modus operandi, a argumentação da ignorância seria chutar o problema para o famigerado designer. Opa!!! Que erro eu cometi!!! Isso é grave!!! A Teoria [SIC, SIC E SIC] do “DESIGN INTELIJUMENTO” não fala do designer, mas do design a partir do qual se infere um designer - AQUELE DE QUEM NÃO FALAMOS...








Se desconhecem a função, os darwinistas deixam o mecanismo de lado. Quando descobrem a função, lá vem de imediato a “explicação”: foi a evolução.

Errado!!! Esta é uma visão completamente equivocada acerca da metodologia científica.





Quando se desconhece a função de algum órgão ou mecanismo, o caso fica em aberto, o que não é deixar a coisa de lado. Se ficasse de lado, ninguém se importaria com ela. Função não identificada não significa largada ao leu.

Isso ocorreu anteriormente com os órgãos vestigiais e com o DNA -lixo quando descobertos e não se sabia para que serviam. Ou seja, suas funções eram não identificadas e demandaram estudos posteriores para se entender para que de fato serviam.

Há ainda a má compreensão do conceito de órgão vestigial. Não se trata de algo inútil, como criacionisstas apregoam, aos quatro ventos que biologos evolucionistas diziam isso, bem como, ainda sustentam esse conceito ultrapassado. 

Orgão vestigial se trata de  algo que perdeu determinadas funções ao longo da evolução das espécies mas que manteve características principais de suas funções.

Exemplos:

 O cóccix em antropoides. Sua estrutura sustenta os nervos e a musculatura da bacia. Mas antes sustentava uma cauda.

Músculos de nossas orelhas: sua estrutura sustenta nossas orelhas mas antes podiam movimentá-las.

Perninhas escondidas de uma baleia. Hoje são o suporte da parte traseira do animal, mas antes eram pernas.

Mas obviamente, sem a evolução das espécies, o mecanismo não se desenvolveria. Daí, necessária a seleção das espécies para que uma vantagem surja dentro de determinada população.

Quem enrugava os dedinhos comia, vivia e se reproduzia. Quem não o fazia, restava procurar outro prato ou simplesmente perecer.

Lembrando ao Michelson: A EVOLUÇÃO NÃO OCORRE NO INDIVÍDUO, MAS NA ESPÉCIE. EM VEZ DE FAZER PROSELITISMO E FALAR TANTA ASNEIRA, ESTUDE COLEGA.









Note como o texto acima segue a regra: começa supondo que “pode ser” que o enrugamento dos dedos tenha sido uma “vantagem evolutiva”, para depois encerrar afirmando que essa característica “evoluiu”.

Sempre o apego estremado ao pé da letra... Isso é o que dá entender tudo literalmente. Ou seja, não se entende nada ou o autor agiu com a costumeira leviandade e desonestidade intelectual que lhes são peculiares.



Vejamos o que dizem as frases:






O estudo indica que isso pode ser uma vantagem adquirida pelo ser humano durante a evolução da espécie.



Ficar com os dedos enrugados foi uma grande vantagem para os primatas sempre que eles precisavam caçar alimentos na natureza, característica importante que evoluiu com a espécie.



Veja que o quê o texto trata não é do mecanismo de enrugamento dos dedos, mas da caça de alimentos na natureza, como a característica importante que evoluiu nos primatas.

O leitor desatento pode passar ao largo desse estratagema ao mesmo tempo que pueril, desonesto ao extremo.

Das duas uma: ou o autor da infeliz nota DESCONHECE INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS (O LADO PUERIL) ou AGIU COM LEVIANDADE E PICARETICE (A DESONESTIDADE).







Típica estratégia de “lavagem cerebral”: apresenta-se a hipótese para depois afirmá-la.

Bom, pelo que podemos ver a lavagem cerebral não advém do texto, mas da armadilha que o autor da infeliz nota cria ao leitor desatento. A hipótese do estudo é o enrugamento dos dedos e seu mecanismo; já a afirmação sobre algo desenvolvido pela evolução, se refere ao desenvolvimento da "arte da caça”pelas espécies.



Agora releia este trecho: “As rugas indicam um sinal de vasoconstrição em resposta à água em uma reação controlada pelo sistema nervoso. Por saber que o sistema nervoso controla essa reação, é possível entender que existe uma função por trás disso.”

O que “surgiu” primeiro: O processo de enrugamento? O mecanismo vasoconstritor? Ou a capacidade do sistema nervoso de disparar o processo? De que serviria qualquer um deles sem o outro? E como um funcionaria sem o outro? O corpo dos seres vivos está repleto desses sistemas de complexidade integrada e irredutível.[MB]



A velha pergunta idiota de sempre, como se criasse uma “grande armadilha”para os cientistas (malditos ateus!!!! Dessa vez os peguei!!!! – Estratégia do pombo enxadrista).





 É como perguntar o que veio primeiro o ovo ou a galinha, a asa ou o voo, os hormônios ou o sistema hormonal, a célula ou sua bioquímica.

Não passam de perguntas "nonsense".



Qualquer sistema que se combine com outro, na natureza, se desenvolvem em paralelo. Ex.: lactação e ovulação o os sistemas hormonais que as regem, ossos da cabeça e dentição mais alojamento do cérebro no crânio, o cérebro e os sentidos, a bioquímica celular e os sistemas de digestão celular.

Não tem essa do que veio primeiro. As coisas se formam em conjunto. Daí, mecanismos, principalmente os da bioquímica, aparentarem complexidade irredutível.

Todavia, se formos a fundo nas questões, veremos que complexidade irredutível nada mais é que um argumento da ignorância associado a um argumento “deus das lacunas”, como ocorreu com o olho, o flagelo, e a cadeia de coagulação, que, apenas para os criaburricionistas, tais mecanismos ainda são “UM MISTÉRIO DOS DEUSES” e para os proponentes do design intelijumento um sinal de design inteligente, sem falar DAQUELE DE QUEM NÃO FALAMOS... (shhhhhhhh!!!!! o designer).



Típico texto de uma pessoa inconformada com a realidade da vida que busca uma justificativa para sua frágil fé (HOMEM DE POUCA FÉ!!!), e para sua ignóbil existência.









As notas do autor do blog criacionismo não passam de um show de idiotices e desonestidades intelectuais, que merecem o prêmio crocopato de ouro e o primeiríssimo lugar dentre os criacionistas mais desonestos do Brasil.


24 comentários:

Ramon disse...

Essa é boa, lê esse artigo sobre o enrugamento dos dedos, mas nunca achei que um criacionista poderia tirar alguma coisa(falacia)dele para apoiar sua "teoria". Esse michelson tem um criatividade impressionante, aliada com falta de inteligencia, da isso.
Recomendaria que lesse, vários livros sobre a teoria da evolução, Teoria da origem da vida, lógica, teologia, história, português(distinguir sobre o que é denotativo, e o que conotativo), matemática(probabilidade). Argumentação não precisa, vc já é crack.

Elyson Scafati disse...

Engano seu Ramon. De burro ele não tem nada. Ele é desonesto mesmo.

Aplique isso a Adauto "Pilantra" Lourenço, Lelenézio e Naor "Quadrúpede" Neves.

Já os leitores que lhe dão razão... deixam a desejar.

Ex:

http://www.observatoriodaimprensa.com.br/news/view/_ed721_fe_nos_universos_paralelos



Grande abraço

Ramon disse...

Esse cara me lembra uma frase de lex luthor:
"Algumas pessoas lêem "Guerra e Paz" e acham que é um simples romance. Outras pessoas lêem uma embalagem de chiclete e desvendam os segredos do universo...

Wallace Paulista disse...

Questionar, inquirir, perguntar agora é nonsense? Sim, mas só quando são feitas contra as teorias pseudocientíficas kkk

Cada vez mais, o fator religião da evolução vem se sobressaindo,vindo a tona! Believe it or die... Em breve..

Elyson, calma meu amigo, eles são criacionistas, não vale a pena ficar estressado rsrs

Buenas noches :)

Elyson Scafati disse...

Wallace, até para se fazer uma pergunta, temos de fazer a pergunta correta.

Os questionamentos do Michelson são o que chamamos de questionamento infantil, pois as perguntas que ele faz, cabem apenas às crianças.

Em nível científico a questão pode ser extremamente complexa, mas nada que um adulto com um certo grau de escolaridade, não consiga entender.

Wallace, como eu já lhe disse, a igreja tem feito mal a vc. Ela o tem aslienado da realidade e está enchendo sua cabeça com idiotices, como "religião da evolução"(gostaria de saber quem foi o crente idiota que saiu com essa...).

Acredito que vc não saiba distinguir uma crença em fé cega de um conhecimento científico, pois vc deve ter sido desde sua tenra infância doutrinado numa igreja protestante fundamentalista, daquela que nem deixam a pessoa ver TV e combatem a ciência sob alegação de ser uma arma do capiroto.

Crença fundada na fé tem sua base assentada em dogmas, como por exemplo deus existir, e Jesus ser um deus feito homem que ressuscitou. Vc já viu em algum culto algum pastorzinho chulé contestar essas premissas? Obvio que não, pois elas fundam o cristianismo, cujo sistema as autodenomina verdades incontestes.

Já se vc pegar qq teoria científica, mesmo a evolução, a abiogênese ou o big bang,os calcanhares de aquiles do fundamentalismo cristão, elas se submetem a falseabilidade.

Caso sejam falseadas, caem por terra e tem-se de elaborar uma nova teoria. Ex. em evolução, a teoria do uso e desuso de Lamark, sendo seu contraponto a teoria evolutiva proposta por Darwin/Wallace e hoje corroborada pela síntese evolutiva. Ex. em teoria cosmológica o universo estático de Einstein, sendo seu contraponto a teoria da expansão do Universo. Ex. em abiogênese temos a geração espontânea, contraposta pela abiogênese química.

Mas o núcleo duro de todas essas teorias resiste, ou seja, mesmo submetidos aos testes de falseabilidade, resistem, isto é, são corroborados. Já o CRIABURRICIONISMO e o DESIGN INTELIJUMENTO...

Que tal falsearmos sua crença religiosa? Será que ela resiste a um teste científico?

Assim, Wallace religião, algumas filosofias, ciências políticas fundadas em ideologias e a ciência do direito são estritamente dogmáticas, enquanto as ciências naturais em geral são zetéticas.

Ou seja, pertencem a sistemas de conhecimento completamente distintos.

Olha garoto, estude filosofia, para depois estudar filosofia da ciência.

Menos bíblia e mais estudo, pois como já lhe disse, vc é beeeeeem fraquinho.

Elyson Scafati disse...

Quanto ainda às perguntas do articulista, elas são armadilhas retóricas e não perguntas. Visam apenas criar uma situação inexplicável (claro... somente na cabecinha alienada dele) para dizer isso foi projetado, aquilo foi projetado and so on.

Como se tudo que existe fosse um grande mistério que somente deus explica.


Vc vio que apresentei a desonestidade. Fala sério... se vc ainda compactua com isso me desculpe!!! Deus (se existir)deve estar muito triste com vc e com o nosso cria de 5 categoria.


Wallace, mentir é violar o nono mandamento e, podemos aqui incluir compactuar com a mentira.

grande abraço

Elyson Scafati disse...

Ramon


É mais fácil vc ler a informação pífia de uma embalagem de chiclé (a bíblia) que ler guerra e paz e compreender seu real significado e todas as suas particularidades (se enveredar em determinado estudo científico e se tornar especialista nele).

Lex é um grande cara, pena que é malvado.

Antonio de Sousa disse...

1. “Antonio, até agora não entendi onde vc quer chegar com todo esse trolóló.”
Assim como o Universo, eu não quero te levar a lugar nenhum. Espero que não se sinta entediado. É assim que me sinto: estou entediado por ter ciência de que, no geral, não vou a lugar nenhum.

2. “Sabe Antônio qual é a razão de nossa existência? Nenhuma.”
Para tudo no universo existe uma razão, menos para a existência do próprio universo. Isso é muito racional. É Ultra-científico. Então me perdoe, pois eu sou muito mais cético que os “cientistas”, eu desconfio desse tipo de racionalidade.

3. “Vc se atém a algo denominado princípio antrópico”.
Eu mesmo não. Eu me atenho à lógica. A realidade que conhecemos é produto dos nossos cérebros, não dá para saber se ela existe por si mesma e como ela seria. Ela passa invariavelmente por nós. E como, no íntimo, ela se comporta de maneira diferente dependendo do observador, então... conclua por si mesmo. Todo argumento de objetividade tem limitações. A evolução também parte do “princípio antrópico” de que nós existimos e somos produtos de uma “evolução”, e supomos com isso que somos a coca-cola, o ápice do processo; e Darwin, que descobriu isso, um inglês, no auge do império britânico.

4. “O universo tem 13,7 bilhões de anos. Pode ser que a vida tenha ocorrido e acabado muitas vezes e que assim aconteça nos próximos bilhões de anos.”
Não “pode ser”. A matemática diz que tem ser. Pois se não for assim, o universo todo gira em torno da terra, que é um lugar milagrosamente excepcional, pois, tem vida inteligente que aponta para o universo com telescópios megapotentes, reflete sobre a origem do universo... O que queria que fizesse era mostrar um evento com OVNI verdadeiro.

5. “Voltando aos buracos de minhoca, seria algo tão impossível abrir um deles e estabilizá-lo que demandaria a energia para fazer um universo.”
É tão difícil hj abrir um buraco de minhoca quanto era fazer uma ligação telefônica no século XV...

Luciano Reis disse...

Ah meus caros, já me deparei com cada coisa... Vejam o que fazem com a Mecânica Quântica. Um desses tipos já tentou me provar a existência de Deus pela Teoria das Cordas. De que forma? Resumindo: "as Supercordas vibram pelo dedilhar de Deus!" Juro que foi isso que me disse a tal "cientista do divino". Isso faz de Deus... Jimi Hendrix! Bom, aí eu acredito! In Hendrix we trust!

Elyson Scafati disse...

Pois é Luciano... as cordas vibravam com Hendrix... e como vibravam!!!

Hendrix deve ser a encarnação de deus...

Elyson Scafati disse...

1 - Antônio, vc é livre para criar quantos lugares deseja ir. Mas a dura realidade é que iremos para o grande ciclo do planeta.

2 - então responda: Qual a razão de existir o universo? Qual a razão da sua, da minha ou da existência de um pardal, de uma barata ou de um elefante?

3 - filosofismos à parte, realidade é aquilo que vc vive e nào divagaçào filosófica a que eu denom ino de masturbação cerebral que leva o nada a coisa alguma.
Evolução nào parte de princípio antrópico algum (o mundo existir direcionado para nós) e nem nos coloca como ápice de nada. Ela nos coloca como uma espécie dentre as que vivem hoje daquelas que viveram um dia ou que viverão no futuro.

4 - mantenha-se no pode ser quanto à vida ter se originado e terminado inúmeras vezes, pois vc não sabe se isso aconteceu ou não. Mesmo a matemática (qual matemática vc se refere) não afirma isso, pois vc não conhece como a vida se faz em um mundo. O que temos é uma vaga noção pela abiogênese química.

Mesmo que venhamos a fazer vida sintética, jamais saberemos se a coisa se desenrolou da via que conseguimos.

Estatística necessita que conheçamos o comportamento de nossas amostras, para podermos dizer o que pode ocorrer. Quanto à origem da vida...

Mesmo que o universo seja todo despovoado, nada infere que ele exista por conta da Terra.

5 - Ligar um telefone é uma coisa. Estamos lidadando com fluxos de elétrons. Mas uma energia para criar um outro universo, vc está lidadando com a estrutura do espaço-tempo. Nenhum evento seria capaz de tal façanha senão o surgimento de um universo.

Viajar de avião é uma coisa; viajar à velocidade da luz é outra muito diferente. Há consequencias relativísticas que inviabilizam tal feito, assim como a própria estrutura matéria passa a se comportar de forma diferente.




Wallace Paulista disse...

Como não é religião? Era teoria no começo, com Darwin, eu respeito a situação dele, acho que era muito brilhante, como a maioria das lendas daquela época, com tão pouca tecnologia, sem genética ainda (essa começava a caminhar com os estudos de Mendel), começando a explorar os fósseis, não tinha-se a profunda noção de células como atualmente, enfim, toda a ciência antigamente era mais precária e limitada, por isso não posso acusar Darwin de nada, nem Wallace, meu xará rs

Porém, eis que um século e meio depois a ciência já está anos-luz avançada, os fósseis foram muito mais estudados, e não comprovaram as tais ligações entre as espécies, nem nossos queridos elos perdidos, temos microscópios eletrônicos que nos permitiram analisar cada pedacinho de uma célula, moléculas, e principalmente a genética hehe

Hoje já não dá mais para se sustentar a TE com base científica, tudo está contra ela, se antes Darwin se maravilhava com a ideia de evolução de um simples olho, imagina hoje, se ele conhecesse o que nós hoje sabemos sobre cada parte ínfima de um corpo, uma célula que seja!

Só pra informar, só convertido desde o final de 2006, então não fui de fato feito zumbi desde a infância, como deves imaginar rs

Lamento, mas comigo as coisas não funcionam assim, não sou especial, nem nada, somente fujo de fanatismos, seja na igreja, ou ciência :)

Sei bem de pastores, religiosos sem noção que existiram e existem por aí, mas eu sou eu, não tenho o pq seguir suas falácias, besteiras, tudo tem de passar pelo exame bíblico, é só o que preciso :)

E sobre a evolução, contra ela temos todo conhecimento científico comprovado e fiel, e aí, não tem lugar pra infeliz ficar, fica difícil pensar em outra coisa, senão numa conotação religiosa para ela, já que não existe razão pra sustentar algo que falha em explicar o surgimento do código genético, de cada orgão, não tem base no registro fóssil, nem contra as santas leis da termodinâmica, perfeitas, imutáveis, imbatíveis e infáliveis, nem contra as estatisticas, probabilidades, etc, etc, etc! Quando nos veremos livres dela hein? Não vejo a hora de não precisar mais nem ouvir falar dessa desgraça :)

Boa noite

Elyson Scafati disse...

Wallace, vc continua insistindo em errar!!! A lavagem cerebral que lhe fizeram realmente surtiu um grande efeito.

Mais uma vez:

RELIGIÃO SE PAUTA EM DOGMAS (PREMISSAS JÁ ESTABELECIDAS PARA CONSTRUÍREM SEU PENSAMENTO PAUTADO NA LÓGICA DIALÉTICA E ASSIM DAREM UMA "APARENTE" SOLIDEZ AOS SEUS ARGUMENTOS), REJEITA A FALSEABILIDADE E NÃO ACEITA CONTESTAÇÕES INDEPENDENTE DAS EVIDÊNCIAS EM CONTRÁRIO AO QUE ELA PREGA. PERTENDE À ESFERA ÍNTIMA DE CADA INDIVÍDUO E SUAS VERDADES VALEM E SÀO ABSOLUTAS AO SISTEMA A QUAL ELA PERTENCE. E.G. JESUS NÃO É NADA POARA INDIANOS ASSIM COMO KRISHNA NÃO É NADA PARA CRISTÃOS.

QUANTO À CIÊNCIA E ASSIM TODA E QUALQUER TEORIA INCLUSIVE A TEORIA EVOLUTIVA, DA ABIOGÊNESE QUÍMICA E DO BIG BANG, O QUE VALE PARA UM JUDEU, VALE PARA UM XINTOÍSTA. ELAS SÃO FALSEÁVEIS, NÃO SE ASSENTAM SOBRE DOGMAS (AS PREMISSAS SÃO BUSCADAS PELO CIENTISTAS
QUE ATESTARÃO SUA VERACIDADE OU FALSIDADE, PARA ASSIM CONSTRUÍREM AS LINHAS DE PENSAMENTO E ESTABELECEREM A LÓGICA FORMAL PARA TRAÇAR RACIOCÍNIOS SÓLIDOS.


Fósseis confirmam e muito a teoria evolutiva. É a partir deles, associados à síntese evolutiva moderna que podemos estabelecer quando as espécies divergiram. O exemplo clássico é o da espécie humana: Nosso relógio molecular (coisa que ainda não entendemos bem mas que serve como meio de investigaçào razoável), diz que nos separamos dos chimpanzés há 7 milhões de anos. Bingo!! achamos o Sahelantropus com aproximadamente 7milhões de anos.

Há muitos outros como baleias, hipopótamos, e demais artiodactilos, os gatos e cães em geral e chegamos mesmo a peixes e anfíbios.

Quanto a vc, dependendo de sua idade, vc pode sim ter se tornado um zumbi, uma vez que não teve o suficiente de raciocínio crítico para entender e mesmo criticar as idiotices que vc aprendeu dentro de sua igreja.

sendo assim, comece a fugir da sua igreja, pois a sua habilitação para discutir algo de cunho científico ou religioso se aproxima do nulo.






Elyson Scafati disse...

Wallace, a teoria evolutiva é conhecimento científico assim como é a teoria gravitacional ou da relatividade.

Por que vcs não criticam a teoria gravitacional de Newton? Vc sabia que ela tem uma falha terrível?

Pois é, vou te contar:

Newton descreveu muito bem como funciona a teoria da gravidade, assim como Darwin fez com a teoria evolutiva.

Mas ele jamais disse por que ela ocorre, assim como Darwin fez com a teoria evolutiva.

Einstein disse que a gravidade é a deformação do espaço-tempo pela presença de uma massa. Mas não disse por que uma massa causa tal deformação no tecido do cosmo e por que a massa existe.

A síntese evolutiva moderna descobriu que a evolução é realmente uma seleção de genes, que oferecem vantagem a uma espécie que vive em determinado meio. Aqui aliou-se a ecologia. Mas tb não disse por que a coisa ocorre.

A física quântica diz que a gravidade, como qq outra força da natureza, é mediada por um bóson chamado gráviton. Mas, pelos seus cálculos seria praticamente impossível descobrirmos diretamente o gráviton, o que demandaria um acelerador do tamanho do universo. assim nós so o veríamos indiretamente pelas ondas gravitacioonais.

A física quântica também diz que o que dá massa as coisas é o bóson de Higgs (recentemente descoberto), por meio da interação de partículas com seu campo. Mas não disse por que essa interação é mais intensa para umas partículas e não para outras e nem por que essa propriedade da natureza deforma o espaço-tempo.

Assim como o gráviton e a deformação do espaço-tempo pela massa, na teoria evolutiva, não vemos as coisas diretamente. Não vemos a evolução em nosso tempo, exceto a microevolução.

Porém, a macroevolução, a vemos nos fósseis, de forma indireta, numa escala de tempo gigantesca (OS ÉONS).

Estariam assim tanto a teoria gravitacional como a teoria evolutiva invalidadas?

Por suposto que não, uma vez que elas funcionam muito bem quando aplicadas.

Outro grande exemplo é a química. Criamos modelos para os mecanismos de reação, mas até hoje ninguém viu um átomo, apenas uma equação de onda no papel. Estaria então invalidado todo esse campo da cinética química?

Claro que não, pois ele funciona e explica muito bem as reações químicas.


Não é objetivo da teoria evolutiva explicar o código genético e seu surgimento, mas da bioquímica aliada à biologia celular, com o não é objetivo da termodinâmica explicar as forças elétricas ou gravitacionais, embora em nível quântico elas se entrelacem.

Se vc fala em leis das termodinâmica que não sustentam a teoria evolutiva, vc comete um grande equívoco:

A SEGUNDA LEI DA TERMODINÂMICA, MAIS CONHECIDA POR LEI DA ENTROPIA, SOMENTE FUNCIONA PARA SISTEMAS FECHADOS, OU SEJA, AQUELES QUE NÃO TROCAM NADA, ABSOLUTAMENTA NADA COM O MEIO EXTERNO.

Seres vivos, planetas, galáxias e tudo tudo mesmo que há no universo são sistemas abertos. Logo, ao se adicionar energia a estes sistemas, a entropia pode ser ludibriada por um tempo.

Ex. a vida. O fato de vc se formar da transada de seu pai com sua mãe, crescer no ventre dela, nascer se tornar adulto, ficar velho e morrer é um exermplo de ludibrio da segunda lei. Mas vc perderá a guerra, pois morrerá um dia.

Uma geladeira reduz sua entropia, pois o motor dela trabalha para esfriá-la internamente. Todavia, o balanço dela com o meio externos é sempre maior que zero, assim como o fato de vc formar seu corpo seu balanço com o meio é sempre maior que zero, uma vez que vc transforma alimentos em energia pelo seu metabolismo celular.

Portanto, entropia e evolução não se correlacionam. A entropia é dentro de um indivíduo. A evolução se dá na espécie.

Elyson Scafati disse...

Vc pode e muito explicar a formação de órgãos por meio de algo chamado anatomia e fisiologia comparadas.

Assim, vc pode explicar um estômago a partir do mecanismo de digestão celular, como vc pode explicar um sistema circulatório pelo mesmo mecanismo de digestão celular e a formação de tecidos por estruturas internas da célula, por ativação/desativação e multiplicação/fusão de genes (ortologia - os genes ancestrais em um mesmo clado e paralogia - os genes que se duplicam), disciplina que se chama genômica comparativa.


ler aqui:


http://cienciaxreligiao.blogspot.com.br/2012/11/o-leite-da-tse-tse-e-mais-algumas_56.html


Quanto às estatísticas, quais vc se refere? Quem as fez? Qual o estudo que trata do tema?

Saiba que NÓS NÃO SABEMOS NADA a respeito de o que faz um gene evoluir, se modificando para dar uma vantagem à espécie. Não sabemos como a vida apareceu por aqui (temos uma vaguíssima ideia pela teoria dos hiperciclos, mundo RNA, teoria das argilas, dentre outras tantas).

Assim, Wallace, quando não sabemos nada sobre um determinado fenômeno, não podemos traçar qualquer estatísitica sobre ele.

Quem lhe disse que há estatísticas e probabilidades que demonstram a evolução de uma bactéria a um homem, se trata de um mentiroso.

E.G. se eu conheço todos os componentes de uma TV LCD e todo o seu esquema de circuito, posso lhe dizer qual a probabilidade dela funcionar bem por determinado tempo.

Mas, se eu não conhecer as especificações de uma mera resistência de chuveiro, nada poderei dizer sobre o funcionamento dele.


Se alguém tomou o genoma de uma bactéria e o levou até o de um humano, cometeu um grande equívoco, pois direcionou o processo.

Na teoria evolutiva, processos não são direcionados; o relojoeiro é cego!!!

O que vai acontecer, depende do que acontecerá com o ambiente onde a espécie vive. A regra é a extinção e a exceçào é evoluir.

Estamos por enquanto no que se chama estase. Tudo tem ficado tranquílo há alguns milhares de anos.

Os humanos têm desequilibrado essa estase e pode ter certeza que muitas espécies se extinguirão se as coisas continuarem no ritmo que estão.

Quem sobrar por aqui evoluirá para se adaptar a nova vida. Isso se deu na terra bola de neve, na extinçào permo-triássica, no evento KT, nas diversas glaciações e continuará a acontecer até que o planeta morra.

[Quando nos veremos livres dela hein? Não vejo a hora de não precisar mais nem ouvir falar dessa desgraça ]

Típica lamúria de um ignorante científico e religioso!!!

Realmente, a lavagem cerebral em vc foi brava!!!

Creio que até o fim da sua vida vc vai ouvir e muito falar de evolução, cada vez mais e mais (já quanto ao criacionismo).

Graças a ela vc chegou até aqui e consegue se alimentar e viver.

Se vc odeia tanto a evolução, não vá ao médico, não se medique mais quando adoecer, não coma, não se vista, não vá ao dentista.

Toda a biociência (medicina e todos os seus ramos, farmacologia, engenharia de alimentos, engenharia textil, odontologia, genética, e toda a biologia) é assentada nela.


Quando a sua saúde se comprometer, apenas reze e faça uma sessão de curandeirismo.

Aliene-se da sociedade. E faça como Raul Seixas: Crie a sociedade alternativa.

Veja Wallace que lhe falta conhecimento, pois vc quer discorrer sobre algo que não entende. Chega mesmo a odiar algo que não faz ideia do que seja, porque um retardado de um pastor disse para vc fazer isso ou porque atenta contra sua crença doente, numa religião falida, cujas interpretações dos textos sagrados beiram o ridículo.

Cresça, aprenda e A VERDADE VOS LIBERTARÁ dos grilhões da ignorância, dos medos, dos ódios e dos preconceitos. A ignorância é a mãe de todas as iniquidades do mundo, basta vc ver a mentira dos criacionistas.

Logo postarei mais uma.

Wallace Paulista disse...

"Se vc fala em leis das termodinâmica que não sustentam a teoria evolutiva, vc comete um grande equívoco:

A SEGUNDA LEI DA TERMODINÂMICA, MAIS CONHECIDA POR LEI DA ENTROPIA, SOMENTE FUNCIONA PARA SISTEMAS FECHADOS, OU SEJA, AQUELES QUE NÃO TROCAM NADA, ABSOLUTAMENTA NADA COM O MEIO EXTERNO."


Não é o que diz aqui: http://www.trueorigin.org/steiger.asp

Até parece que somente adicionar energia fará vida brotar do chão vida e ainda mais evoluir, mas vai da fé de cada um :)

"Cresça, aprenda e A VERDADE VOS LIBERTARÁ dos grilhões da ignorância, dos medos, dos ódios e dos preconceitos. A ignorância é a mãe de todas as iniquidades do mundo, basta vc ver a mentira dos criacionistas."

"Infelizmente" sou mesmo hehe, muito ignorante e rigido contra essa ideia pífia naturalista de Universo vir a existência, se organizar tudo sozinho, moléculas superarem a entropia, contrariar as leis de Newton e se agruparem perfeitamente, e o DNA se escrever por si só kkk

Elyson Scafati disse...

Wallace, vc continua insistindo em errar. Qual é a sua? Fazer trollagem?

Ora ora!!! Que site fantástico ein. O lixo criacionista... Eis a base de suas consultas.

Ok. Se vc quer saber de termodinâmica, consulte um livro de termodinâmica como o Van Wylen & Sonntag, o transferência de calor do Hollmann, o Físico química d Castelan, e o do Atkins e o Física do Resnick, não ese lixo que vc me apresentou, digno de risos emcom erros que beiram o absurdo. Nem aparece o autor da façanha... parece ser um T. Wallace.

Para haver vidqa moleque, tem de ter energia ou vc não se alimenta de nada?

Como já lhe disse, não sabemos como a vida surgiu por aqui e, mesmo que a façamos em laboratório não saberemos se essa foi a via que ela surgiu aqui na Terra.

Como também já lhe disse, o fato de vc não conhecer algo, não implica dizer que foi deus o diabo ou a PQTP.

Para vc derrubasr uma teoria vc tem de testar a sua teoria e esta tem de vencer os critérios de falseabilidade. Deus foi reprovado em todos os testes de falseabilidade.

Nada, absolutamente nada no universo viola a segunda lei ou as leis de Newton. Estude algo chamado bariogênese para entender como partículas elementares, partículas, átomos e moléculas se formaram nos primórdios do universo.

Mesmo para entender como um DNA se forma vc deve estudar algo chamado cinética química, muita físico-química reações orgânicas, termodinâmica das reações químicas e propriedades periódicas e aperiódicas (coisas que acho que vc nem sonha do que se tratam).

Ramon disse...


PARA WALLACE PAULISTA

Eu gosto de ler o comentário das pessoas, mais as vezes da pena! Esse
Wallace Paulista pode ser resumido em uma única palavra PRESUNÇOSO. Só por que leu alguns livros de péssima qualidade acha que está pronto para debates, tanto científicos, quanto teológicos. Você é deprimente!
Tem uma dica pra vc Cresça, evolua. Ser idiota nem sempre é engraçado, o maior sábio é aquele que sabe o que fala.

Elyson Scafati disse...

Ramon, Wallace é um pobre coitado que leu um pouco do lixo criacionista e é um Tássia (tassiaxando).

O objetivo dele é trollar. Mas até agora dei corda para ele se enforcar em suas falácias, pois tudo o que ele levanta ou são falácias ou é pura ignorância.

É umn coitado adépto de uma teologia nociva e doente ao intelecto humano que acha que a bíblia é um compêndio científico. Infelizmente não sabem nada sobre ela.

Não entendem uma linha sequer.

dê atenção a esse coitado. É uma pessoa carente e perturbada.

Wallace Paulista disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Elyson Scafati disse...

Wallace, seus comentários perderam o objeto, pois vc insiste em permanecer no erro, fazer proselitismo infundado, sem trazer nada de útil ou de novo que contribua a um debate sadio.

Seu objetivo é a trollagem e aqui é o lugar errado para tal.

Daqui para frente seus comentários não mais serão publicados.


Escolha outro lugar para trollar, poias aqui vc saiu catando os seus cacos.


Passar bem.

Elyson Scafati disse...

Ps Wallace: vá estudar teologia, hermenêutica bíblica, história das religiões, filosofia, sociologia, física, química, biologia, bioquímica, astronomia, cosmologia, física, etc.


Ou então arrume um baile de carnaval, e vá pegar umas cachorras, se vc curtir a coisa, ou pegue aquilo que melhor lhe aprouver.

Ou então vá a igreja se redimir de seus pecados (o da ignorância e da mentira)e pedir adeus que salve o seu rabo.

grande abraço

Paulo disse...

E que alimento seria esse que eles apanhavam dentro de água? É preciso haver uma relação entre as bolinhas de gude e qualquer outra coisa. A experiência só seria válida se tentassem apanhar coisas que existem de fato na natureza: peixes, moluscos, etc. E nada nos garante que os homens primitivos procurassem assim tanto alimento dentro de água sem recorrer a armas de caça primitivas, como paus afiados, etc.

Elyson Scafati disse...


Paulo

Ex. Peixes, alevinos, moluscos, camarões, larvas, insetos, girinos, pequenos anfíbios, dentre outras coisas que possam viver na água.

Outro ponto, não eram do gênero Homo ou Australopithecus. Eram primatas, bem antes de qq coisa que se assemelhasse a humanos...

Há primatas que são exímios caçadores na água.

http://www.mdig.com.br/index.php?itemid=8045

Fique com fome e vc comerá até aranhas e carangueijos crus...