sábado, 25 de outubro de 2008

Nó criacionista desatado As confusões com o arqueopterix

Mais uma vez, fazemos um retorno triunfal à má compreensão ou má fé dos círculos criacionistas quanto a explicar a relação entre aves e répteis.

Desta vez, a confusão paira sobre o fóssil do arqueopterix, um ave pré histórica que viveu no Jurássico superior, sendo a primeira ave extinta a ser encontrada.

Esta ave possuia cerca de 1 metro de comprimento e 4 quilogramas, sendo seu esqueleto mais pesado que o das aves normais, o que provavelmente, lhe limitava o vôo.

Excetuadas as penas, o arqueopterix se parece bastante com o compossognato e com outros pequenos dinossauros do tipo celurossauro. A maior diferença é que as patas dianteiras do arqueopterix foram modificadas para acomodar as penas. Os três dedos das patas dianteiras do arqueopterix tinham garras e suas mandíbulas abrigavam presas afiadas.


Além do Archoeopteryx, também tinham dentes duas outras espécies plumadas, batizadas pelos cientistas com os nomes de Ichthyornis e Hesperornis, que em grego significam "ave dos peixes" e "ave da noite".








O festival de abobrinhas é oriundo deste site (aqui).



Depois que Charles Darwin publicou seu livro A Origem das Espécies, em 1859, os evolucionistas iniciaram a busca de espécies intermediárias de “transição” para comprovar suas alegações. O primeiro fóssil de Archaeopteryx foi descoberto na formação calcária de Solnhofen, na Bavária, Alemanha, em 1861.

Os darwinistas o consideraram como a “salvação” que deveria dar apoio a sua teoria. O esqueleto do Archaeopteryx (cujo significado é “asa antiga”) é um fóssil incrivelmente raro, de grande valor. A importância desse fóssil para os darwinistas tem a ver com as suas características que, como eles alegam, pertencem tanto a aves quanto a répteis.

Com grande empolgação, eles apresentaram o fóssil como um “elo perdido”, intermediário entre répteis e aves. O Archaeopteryx foi honrado com um lugar de destaque em muitas exibições em museus e também em livros-texto como a “prova” definitiva a favor da evolução.


Entretanto, as várias críticas feitas com relação ao fóssil e às inconsistências que foram surgindo com um exame mais acurado dele permaneceram ignoradas.

O Archaeopteryx tinha garras com penas, nas asas, dentes na mandíbula e uma cauda óssea semelhante à dos de répteis – essas características levaram os darwinistas a interpretar o bicho como prova da teoria da evolução.

Entretanto, os últimos exames feitos dos fósseis de Archaeopteryx mostraram que essa criatura definitivamente não era uma forma intermediária, mas uma espécie extinta de ave, com várias características que a tornavam distinta das aves modernas.

Os cientistas hoje concordam que o Archaeopteryx possuía esqueleto, estrutura de penas e músculos de vôo idênticos aos das aves atuais, e era capaz de voar perfeitamente. Além disso, o exame científico comprovou que com a sua fúrcula (osso bifurcado em frente ao esterno no peito das aves) e a estrutura de penas assimétricas, o Archaeopteryx era uma ave voadora plenamente desenvolvida.

Resumindo, o Archaeopteryx não poderia ser classificado como uma forma intermediária, com base em algumas poucas características singulares. Particularmente, o sétimo fóssil de Archaeopteryx, que foi escavado em 1992, confirmou isso, e demoliu completamente as alegações evolucionistas baseadas em qualquer “semelhança” com os répteis.

Colin Patterson, um cientista evolucionista, afirma que as alegações feitas a favor do Archaeopteryx estão longe de ser científicas: “Seria o Archaeopteryx ancestral de todas as aves? Talvez sim, talvez não: não existe uma maneira de responder essa pergunta. É bastante fácil construir histórias a respeito de como uma forma dá origem a outra, e descobrir razões pelas quais os estágios deveriam ser favorecidos pela seleção natural. Porém, tais estórias não fazem parte da ciência, pois não existe maneira de submetê-las a testes.”

O texto já começa dizendo besteiras:
Cientistas não contam historinhas como fazem religiosos. As histórias que cientistas contam são pautadas em evidências, logo são testáveis, como veremos ao longo da desmistificação das besteiras criacionistas. Aliás o termo criacionista vem a calhar pois são criadores de bobagens conforme as que analisaremos abaixo.


Por que o Archaeopteryx não é uma forma intermediária
O Archaeopteryx realmente possui várias características que o diferem das aves modernas. Não obstante, suas características mostram também que ele era capaz de voar, ou seja, ele era uma ave verdadeira.

O mero fato de que o Archaeopteryx possuía várias características singulares não demonstra que fosse uma espécie de forma intermediária. Veja algumas provas de que ele não é um intermediário meio-dinossauro, meio-ave, mas sim meramente uma espécie extinta de ave:
Até hoje se discute se o arqueopterix é uma ave, um dinossauro, um intermediário entre ambos ou uma espécie única. Todavia as evidências apontam para que ele se trate de uma ave.

Outro problema nessa discussão sempre foi a falta de fósseis de transição. Não se encontrou ainda um fóssil de animal meio ave meio réptil. Entretanto, a natureza forneceu muitas evidências que mostram a relação de parentesco entre essas classes tão distintas.

1. A fúrcula do Archaeopteryx e a descoberta posterior do seu esterno


Os dinossauros não possuem fúrcula, embora o Archaeopteryx, como todas as aves, possua uma fúrcula. O anatomista David Menton refere-se à fúrcula do Archaeopteryx nestes termos:

O Archaeopteryx tem uma fúrcula robusta. Alguns fascinantes estudos recentes utilizando raios-X, mostrando pássaros em movimento quando em vôo, mostram como a fúrcula tem de ser flexível para suportar as forças incríveis necessárias para o bater de asas no vôo. Pode-se ver, em tempo real, a fúrcula fletindo-se em cada bater de asas.(vi)

Até a década de 1990, o fato de que faltava o esterno ao Archaeopteryx era apresentado como a mais importante evidência de que ele não podia voar (O esterno é encontrado na parte da frente da caixa torácica, e a ele são ligados os músculos necessários para o vôo. Este osso é presente em todas as aves atuais que voam ou que não voam – e até mesmo em morcegos!).

Entretanto, o sétimo fóssil de Archaeopteryx, descoberto em 1992, mostrou que essa afirmativa era incorreta, e que aquele fóssil continha realmente o esterno, que os evolucionistas de há muito imaginavam não existir. Esta descoberta destruiu completamente o fundamento mais básico da alegação de que o Archaeopteryx era uma meia-ave, que não voava.

Errado!!!! A possível ligação entre os dinossauros e as aves foi proposta, pela primeira vez, pelo naturalista Thomas Henry Huxley, em meados do século XIX.

Na década de 70, John Ostrom, da Universidade de Yale, realizou uma comparação anatómica meticulosa do Archaeopteryx (considerada a primeira ave no registo fóssil) com vários dinossauros, concluindo que este era muito parecido com um terópode (dinossauro carnívoro e bípede) conhecido por Deinonychus.
Ostrom deu particular atenção à fúrcula, um pequeno osso do punho, partilhado pelos dois fósseis, que é necessário para bater as asas.
A mais importante semelhança entre aves e dinossauros é a fúrcula, pequeno osso do punho, existente nos dois fósseis, e que é necessário para bater as asas.

Ultimamente, vários dinossauros semelhantes às aves foram descobertos, como o Velociraptor e o Oviraptor. As semelhanças foram ficando cada vez mais evidentes, entre elas os ossos e as patas com três dedos virados para a frente.

Entre as características que ligam dinossauros terópodes a pássaros são um furcula, ossos enchidos por ar e, em alguns casos como o Velociraptor Mongoliensis a presença de penas.
Durante a década de 90, na China, foram achados fósseis que praticamente sacramentaram a ligação ave-dinossauro.
Esses fósseis estavam tão bem preservados que conseguiu-se ver as asas com penas impressas nas rochas.Algumas dessas espécies descobertas na China:


- Archaeoraptor liaoningensis: era considerado o "elo perdido". mas se trata de uma fraude forjada por traficantes de fósseis. Leia mais aqui e aqui.











- Sinornithosaurus millenii: Tinha braços compridos, e possuía muitas penas e os ossos do peito e ombros semelhantes aos das aves;











- Beipiaosaurus inexpectus: Com pescoço e garras compridas, foi até agora o maior dinossauro com penas já encontrado. Tinha penas duras e curtas. Não voava, mas devia usar as penas para se aquecer ao sol (provando que as penas não tiveram em todos os estágios da evolução a função de voar);









- Protarchaeopteryx robusta: Tinha penas muito simétricas, o que indica que talvez não fosse capaz de voar;










- Caudipteryx zoui: Rápido corredor veloz, com penas primitivas, ainda insuficientes para o vôo;









O interessante é que estes fósseis, além de praticamente ratificarem a teoria da ligação entre aves e dinossauros, vieram demonstrar que durante o processo de evolução, as penas tiveram funções diferentes inicialmente.

Deviam servir como isolantes de calor ou para simples exibição, para fins de acasalamento.

Com o decorrer do tempo, após séries de adaptações, as espécies foram apresentando asas maiores. Desse modo, as asas puderam adquirir a função de vôo.

Essas descobertas reforçam outra hipótese: de que a presença de penas deveria ser uma característica comum entre os dinossauros terópodes, até mesmo em relação ao Tyrannosaurus rex. Com isso podemos dizer que os dinossauros não foram extintos. Apenas evoluíram para as aves.

Logo, as alegações acima estão desclassificadas como algo que induza a qualquer afirmação pautada em estudos consistentes. Mais estudos aqui.

2. A estrutura das penas do Archaeopteryx :

Uma das mais convincentes evidências de que o Archaeopteryx era uma verdadeira ave voadora é a estrutura de suas penas. A sua forma assimétrica, idêntica àquela das aves modernas, revelavam que o Archaeopteryx era perfeitamente capaz de voar. Como afirmou o paleontólogo Carl O. Dunbar.

Por causa de suas penas, [o Archaeopteryx deve ser] classificado distintamente como ave.(vii)
Alan Feduccia destaca também a estrutura assimétrica nas penas das criaturas ao afirmar que o Archaeopteryx era uma ave capaz de voar:

O significado das características assimétricas é que elas indicam a capacidade de vôo; aves que não voam, como o avestruz e a ema, têm asas [com penas] simétricas.(viii)

A forma e as proporções gerais das asas do Archaeopteryx são idênticas às das aves modernas.

O fato de que a estrutura da asa do Archaeopteryx se manteve até os dias de hoje, desde presumivelmente 150 milhões de anos atrás (desde o período Jurássico) indica que as suas asas foram criadas para o vôo.

Quem disser que o Archaeopteryx não era capaz de voar, não pode explicar o porquê daquela estrutura assimétrica.(ix)

Certo, porém não apresenta consistência em negar a origem reptiliana das aves.

As penas evoluíram de escamas encontradas em répteis e dinossauros. As aves têm vários tipos de penas, cada uma com sua estrutura especializada dependendo de sua função.

Os ornitólogos distinguem cinco tipos de penas: de contorno (que recobrem o corpo e também são penas de vôo), semiplumas, plúmulas de vários tipos (relacionadas ao isolamento térmico), cerdas e filoplumas (com função sensorial).

As aves dependem destas penas especializadas para propósitos cruciais. Sua habilidade de voar, em particular, depende das penas de contorno e de vôo.

As penas de contorno são encontradas na superfície do corpo e ajudam a fazer com que a ave fique aerodinâmica e plana, e reduz a turbulência. As penas grandes de vôo nas asas e cauda atuam como um leme no vôo, dando controle aerodinâmico.

As penas de vôo dividem-se em dois grupos principais, as remiges (penas das asas) e as rectrizes (penas da cauda).

A principal diferença entre ambas está na sua simetria. No caso das remiges, o bordo posterior é bastante mais largo, o que lhes confere capacidade de sustentação.

Quanto às rectrizes, essa assimetria é menos acentuada, uma vez que estão ligadas à orientação e “navegação” em vôo.

Em 1998, paleontólogos que trabalhavam na Província de Liaoning, no Nordeste da China, fizeram duas descobertas incríveis - e derrubaram por terra as dúvidas sobre o parentesco entre as aves e os dinossauros. As evidências vieram de dois fósseis extraordinariamente bem preservados: o do Caudipterix e o do Protoarchaeopterix.

Ambos possuíam penas, mas não eram capazes de voar - lembre-se que aves como o avestruz também não voam. Esses fósseis possuíam dois tipos de penas: plúmulas e penas com vexilos, que são as penas de contorno. Isso apenas veio confirmar as teses de Huxley.

As penas de vôo do Archaeopteryx estão bem preservadas, e são virtualmente indistinguíveis das penas de aves modernas. Possuem o ráquis central e as barbas laterais que encontramos em qualquer ave canora atual.

As penas também são assimétricas e mais largas na borda de saída do que na frontal -- uma adaptação mostrada pelas aves voadoras mas não em aves que não voam como os pingüins ou avestruzes.



Isso indica que o Archaeopteryx provavelmente era capaz de voar (embora os fósseis careçam de um grande esterno com quilha [ou carena], que todas as modernas aves utilizam para inserir seus potentes músculos de vôo, sendo os pontos de inserção muito menores do que nas aves modernas -- desse modo é possível que o Archaeopteryx conseguisse apenas planar não sendo capaz de imprimir energia a seu vôo). Veja aqui:


As grandes penas de contorno é a única classe de penas encontrada nos fósseis do Archaeopteryx -- não foram encontradas as felpudas penas menores, embora estas se encontrem em todas as aves modernas.


Todavia, entre as características de dinossauro que o Archaeopteryx exibe estão:


- articulação côncava simples nas vértebras cervicais, no lugar da articulação alongada em forma de sela encontrada nas aves;

- vértebras da região torácica livres e móveis, no lugar das fusionadas nas aves;

- presença de gastralia, ou costelas abdominais, que são encontradas em répteis e terópodos porém não em aves;

- uma caixa torácica sem os processos uncinados e que não se articula com o esterno, ao invés das articulações semelhantes a escoras entre os uncinados e o esterno encontradas em todas as aves;

-um sacro constituído de apenas 6 vértebras, no lugar das 11 a 23 encontradas nas aves (de acordo com o gênero);

-articulações móveis nos ossos do cotovelo, punho e dedos, no lugar de articulações fusionadas que encontramos nas aves;

- um encaixe do ombro voltado para baixo como nos terópodos, no lugar de voltado para fora como nas aves;

- ossos sólidos (compactos) e pesados, no lugar dos ossos pneumáticos das aves que são ocos e leves;

- uma longa cauda óssea com vértebras livres, no lugar de pequenos pigostilos fusionados encontrados nas aves.

Também existem alguns aspectos presentes no Archaeopteryx que estão presentes em formas primitivas de terópodos, e também em formas mais avançadas de aves.

Nos terópodos, por exemplo, o hálux, ou dedo maior do pé, localiza-se na parte posterior do pé formando uma pequena garra que não alcança o solo. Nas aves, este dedo é bastante alongado e é utilizado para empoleirar-se.
No Archaeopteryx, o hálux está inverso, mas é alongado em uma posição que é intermediária entre os terópodos e as aves.

Nos terópodos, os dedos dos membros anteriores são longos; nas aves, estes dedos se reduzem a diminutas terminações (as garras nas asas).

O Archaeopteryx está a meio caminho entre estas duas possibilidades.

Nas aves, as asas são apoiadas pela fúrcula, ou "ossinho da sorte", que é composta pela fusão das duas clavículas, e o Archaeopteryx também possui uma fúrcula fusionada (porém não tão forte como a das aves modernas).

Uns poucos terópodos tinham clavículas, como por exemplo as espécies de aspecto avícola como o Velocirraptor. E acredita-se que uma espécie de terópodo conhecido como Ovirraptor possuía uma fúrcula fusionada, como nas aves. Vide as fotos abaixo:



Terópodo










Archaeopterix









Ave moderna













O Archaeopteryx NÃO tinha membros capazes de empoleirar (tampouco existe esta característica em muitas aves modernas), e seu hálux não era tão bem desenvolvido como nas aves modernas.

As penas de vôo são virtualmente idênticas as penas das aves modernas, porém jamais se encontrou as outras classes de penas nos fósseis de um Archaeopteryx.

Embora o Archaeopteryx possuísse a fúrcula e penas de vôo das modernas aves voadoras, ele não tinha a grande quilha do esterno ou as articulações fusionadas dos membros anteriores que são uma parte necessária para o vôo, e é por isso que se questiona se o Archaeopteryx era capaz de voar por sua própria potência.

Assim, o jogo de palavras acima apresentado (em preto) não afasta a proximidade que existe entre o archaeopteryx, os terópodos e as aves modernas, sendo que o Archaeopteryx, mesmo que considerado uma ave, estar em um ponto intermediário entre estas e os répteis terópodes.

3. As garras nas asas do Archaeopteryx

Os evolucionistas destacam as garras nas asas do Archaeopteryx como evidência de que ele evoluiu a partir dos dinossauros, e que portanto ele era uma espécie de transição. Na realidade, entretanto, esta característica de maneira alguma sugere qualquer relacionamento entre essa criatura e os répteis.

De fato, duas espécies vivas de aves – Touraco corythaix e Opisthocomus hoazin – ambos têm garras que servem para se prender a ramos de árvores. Essas criaturas são aves plenamente emplumadas, sem qualquer característica de réptil. Esses exemplos modernos invalidam a alegação de que as garras nas asas do Archaeopteryx significam que ele deva ser uma forma intermediária.


Errado!!! A garra presente em asas de aves jurássicas, como presente em asas de aves modernas, apenas no início foi considerada uma ligação com os dinossauros.

Como anteriormente estudado, asas de répteis, de aves e de mamíferos se tratam de membros transformados adaptados ao vôo (veja
aqui).

Atualmente, de acordo com estudos realizados, foram desvendadas muitas características comuns entre as aves e dinossauros terópodes conforme segue:

- Pescoço alongado e móvel em forma de "S".

- Pé com três dedos - e apenas dois deles se apóiam no chão para andar.

- Ossos ocos: fundamentais para voar, pois tornam o esqueleto mais leve. Atualmente, apenas as aves possuem essa característica.

- Dados atuais mostram que o dromeossauro, incluindo Velociraptor, enquanto evoluía estava adquirindo características semelhantes às das aves.

A estrutura óssea do pulso permitia a esses animais girarem as mãos ao capturar suas presas - essa habilidade é usada pelas aves modernas quando realizam o vôo batido (vôo batendo as asas).

Outro dromeossauro, o Unenlagia, possuía uma articulação no ombro que lhe permitia mover os braços para cima e para baixo - outro componente fundamental para o vôo potente. O Unenlagia
foi um predador terrestre de dois metros de comprimento e seu fóssil foi descoberto na Patagônia.

A descoberta dos fósseis de
Caudipterix e de Protoarchaeopterix
vieram apoiar a hipótese de que as penas primitivas evoluíram para o isolamento térmico ou para exibição, em vez de serem usadas para voar.

Dentre os animais homeotérmicos (de sangue quente), aqueles cujo corpo se encontra coberto por penas ou pêlos são também os que apresentam as maiores taxas metabólicas. Sendo assim, a descoberta destes fósseis dá mais peso à hipótese de que estes dinossauros eram homeotérmicos.

Por outro lado, estas descobertas evidenciam que a existência de penas deveria ser uma característica bem disseminada no seio dos dinossauros terópodes.

Com estas descobertas, as descrições de muitas espécies podem ter que ser alteradas, à medida que os museus recriam a aparência destes precursores das aves modernas.

A maioria dos cientistas defende agora que os dinossauros não se extinguiram, mas que vivem ainda nos dias de hoje sob a forma alada, como águias, pardais, cegonhas, andorinhas, etc.

Se por um lado, estes achados fazem com que a ligação entre aves e dinossauros se torne mais evidente, por outro fazem com que o conceito de Ave se torne cada vez mais indistinto.


A comparação entre os fósseis de Liaoning e as aves modernas revela que os dromeossauros possuíam algum controle sobre o calor do corpo e que estavam desenvolvendo penas para o vôo. Os dromeossauros e as aves modernas são muito semelhantes em vários aspectos anatômicos, razão pela qual a maior parte dos estudiosos no assunto concorda que as aves evoluíram de dinossauros terópodos.

Não há mais dúvidas: a classe Aves é uma linhagem especializada dos dromeossauros, os quais eram predadores bípedes e cursores. Então, evolutivamente, as aves se desenvolveram a partir de predadores terrestres - os dromeossauros -, passaram para dinossauros basicamente terrestres de vôo batido (o
Caudipterix), e chegaram ao Archaeopterix
.

Esse, por sua vez sofreu mutações que originaram o
Iberomesornis, o dinossauro arborícola. Da mesma maneira, o Ibero originou o Enantiornithes, já uma ave, mas com baixa capacidade de vôo.


A "passagem" evolutiva seguinte foi o Ichthyornithiformes, capaz de realizar vôo pleno. Finalmente, chegou-se às aves modernas, os Neornithes. Todas essas passagens evolutivas de um animal para outro, ocorrem através de mutações genéticas.

Assim, a alegação do artigo (em preto) pode ser desconsiderada como algo que mereça crédito.

4. Os dentes da mandíbula do Archaeopteryx

Quando os biólogos evolucionistas descrevem o Archaeopteryx como uma forma intermediária, uma das principais características nas quais eles se baseiam são os seus dentes. Esta característica, entretanto, realmente não mostra relacionamento algum entre esta criatura e os répteis. Os evolucionistas enganam-se ao sugerirem que estes dentes são uma das características de réptil, porque dentes não são características exclusivas de répteis.

Isto é o óbvio. Há dentes até em moluscos.

O tubo digestivo dos moluscos é completo, isto é, inicia-se pela boca, continua por um esôfago, estômago, intestino e finaliza-se com o ânus. Neste, como em outros aspectos, os moluscos são muito evoluídos, apesar de serem vistos como animais simples ou primitivos.

O ânus se abre na cavidade do manto e assim os resíduos são levados para o exterior por uma corrente exalante.

Na base da boca, os moluscos (com exceção dos bivalvos) possuem uma estrutura denominada rádula, que é uma espécie de língua raladora dos moluscos.

Ela é coberta por carreiras longitudinais de dentículos curvos de quitina. Os músculos movimentam a rádula e os dentículos raspam o alimento, que no caso de gastrópodos marinhos, podem ser algas e outros organismos incrustados nas rochas.

Novos dentes são continuamente secretados. A presença da rádula é uma característica marcante nos moluscos. A rádula só não existe nos bivalvos pois estes alimentam-se filtrando a água. Pequenos organismos ficam retidos nas brânquias, de onde são conduzidos à boca.

Assim, o argumento acima não apresenta subsídios que afastem a hipótese da origem reptiliana das aves.

Alguns répteis modernos têm dentes, porém outros, não. Ainda mais importante do que isso, espécies distintas de aves com dentes não se limitam ao Archaeopteryx. O registro fóssil contém um grupo separado que podemos descrever como “aves com dentes” que viveram tanto na mesma época que os Archaeopteryx como posteriormente – e, de fato, até tempos bastante recentes.

Também há mamíferos modernos que tem dentes e outros não, por exemplo um gato e um tatu respectivamente.


Um fato bastante importante, sempre ou freqüentemente ignorado, é que a estrutura dental do Archaeopteryx e de outras aves com dentes é bastante diferente daquela dos dinossauros.

De acordo com medidas levadas a efeito por ornitólogos tão bem conhecidos como L. D. Martin, J. D. Stewart e K. N. Whetstone, a superfície dos dentes do Archaeopteryx e de outras aves com dentes são planas e têm raizes largas.


Entretanto, a superfície dos dentes dos dinossauros terópodes, que alegadamente são os antepassados dessas aves, são serrilhados como dentes de serras, e suas raízes são estreitas.(x)

Estudos feitos por anatomistas como S. Tarsitano, M. K. Hecht e A. D. Walker revelaram que algumas das “semelhanças” sugeridas entre o Archaeopteryx e os dinossauros são inteiramente resultado de interpretação falaciosa.(xi)

Sinceramente, desconheço o estudo acima citado, uma vez que não há fonte bibliográfica acessível.

Todavia, segue o
estudo abaixo:

“Cientistas da Universidade de Manchester fizeram um estudo comprovando que é possível ativar genes de galinhas para induzir ao crescimento de dentes. A pesquisa foi publicada na edição desta semana da revista Current Biology.

A descoberta pode ter aplicações na regeneração de tecidos humanos. Os pesquisadores queriam saber se a memória genética da ave - remontando há 80 milhões de anos, quando aves tinham dentes - poderia ser despertada. Então induziram o crescimento em galinhas normais, com sucesso.

O estudo foi possível depois que o bico de uma galinha mutante chamada Talpid, morta há 50 anos, foi reexaminado, e uma arcada dentária completa foi encontrada.

“O que descobrimos foram dentes similares àqueles dos crocodilos. Não por acaso, porque as aves são os parentes vivos mais próximos do réptil”, disse Mark Ferguson, cientista da universidade.“

Quanto aos dentes do arqueopterix (
aqui), eram inseridos em alveolos e pontudos e curvados para trás, tal como ocorre nos terópodos.

Estas características de réptil encontradas no Archaeopteryx também são encontrados
em primitivas aves extintas, como o Hesperornis e o Icthyornis. Todavia, características reptilianas do esqueleto do Archaeopteryx não são encontradas em nenhuma outra espécie de ave, viva ou extinta.

O Archaeopteryx tinha, por exemplo, um conjunto completo de dentes em cavidades alveolares, que são típicas dos dinossauros terópodos.

Embora o primitivo Hesperornis também possuísse dentes em cavidades alveolares, eles não existem em nenhuma ave moderna, e de acordo com os paleontólogos, esses dentes de réptil se perderam nas aves antigas conforme o bico das aves se desenvolvia.

Dessa forma, podemos considerar o estudo acima postado pelo autor do texto (em preto), se realmente ocorreu, como duvidoso, por encerrar impropriedades em sua avaliação, se relacionada à dentição do arqueopterix, bem como há que se desconsiderar a péssima retórica utilizada nos dois primeiros parágrafos.

5. O osso quadrato do Archaeopteryx

Refutando a alegação de que o osso quadrato do Archaeopteryx (o osso com o qual a mandíbula é articulada) é semelhante ao dos dinossauros, Haubitz et al. usaram tomografia computadorizada que revelou que esse osso quadrato de fato é idêntico ao das aves modernas.(xii)

O movimento das mandíbulas é outra importante evidência que destroi as alegações evolucionistas. Na maioria dos vertebrados, incluindo-se os répteis, somente a parte inferior da mandíbula é móvel; nos pássaros entretanto, incluindo-se o Archaeopteryx, a mandíbula superior também se move.


Errado!!!!!!!!!!!!

Quanto ao esqueleto cefálico das aves, este não apresenta aberturas. As órbitas são, no geral, grandes e as mandíbulas não têm dentes, tendo-se transformado num bico. É idêntico ao dos répteis, com um osso quadrado onde se suspende a mandíbula.

O crânio do Archaeopteryx também é tipicamente reptiliano em sua estrutura, exibindo:

- várias aberturas ou "fenestras" no crânio, dispostas como nos dinossauros terópodos e não como nas aves;

- um pesado porém curto osso quadrático que se inclina para frente como nos répteis;

- uma curvatura nas mandíbulas atrás da fileira de dentes, um processo retro-articular grande, que é encontrado nos répteis mas não nas aves; um osso malar delgado e reto como nos répteis;

- uma barra pré-orbital separando a fenestra ântero-orbital e a órbita do olho (uma característica dos répteis);
- um côndilo occipital e um forame magno localizado acima do limite dorsal do osso quadrado como nos terópodos, ao invés de abaixo do quadrado como em todas as aves; e uma estrutura cerebral que exibe hemisférios cerebrais delgados e alongados que não sobrepõem o mesencéfalo (nas aves, os hemisférios cerebrais são pesados e se entendem por sobre o mesencéfalo).
Assim, o estudo ora apresentado pode se considerar como desclassificado, uma vez que as informações resultante de suas conclusões estão completamente erradas.

6. Os dedos do Archaeopteryx

Outro golpe à tese evolucionista relacionada com o Archaeopteryx provém de seus dedos. Foi descoberto que o desenvolvimento embrionário dos ossos do antebraço é completamente diferente nas aves e nos dinossauros terópodes. Os antebraços dos dinossauros terópodes, ou “mãos”, consistem dos dígitos I, II e III, enquanto que as asas das aves consistem dos dígitos II, III e IV. Essa evidência importante, distinguindo dinossauros de aves, foi ressaltada em 1997 em um artigo na revista Science.(xiii)


O estudo realizado segue abaixo:


Segundo J.R. Hinchliffe, que utilizou como técnica a aplicação isotopos em embriões de pintinho para analisá-los, reivindica ter estabelecido que a "mão" de pássaros consiste nos dígitos II, III e IV, enquanto os dígitos da " mão " dos dinossauros terópodes consistem nos dígitos I, II, e III.
Assim conclui que, não há descendência entre aves (incluindo o Archaeopterix) e dinossauros (conf. "International Archaeopteryx Conference", Journal of Vertebrate Paleontology 5(2):177, Junho de 1985).


Em resposta, segue abaixo estudo apresentado em Ciência Hoje.
A identificação dos dígitos das mãos das aves é um dos pontos mais polêmicos na discussão de sua origem. Todos concordam que os animais que deram origem às aves tinham cinco dedos nas mãos e que perderam dois com o tempo.

O problema está na identificação dos dígitos que sobraram: enquanto os estudos experimentais embriológicos aceitos até agora diziam que os três dedos das aves seriam o segundo, o terceiro e o quarto, as evidências nos fósseis indicavam que os dígitos deveriam ser o primeiro, o segundo e o terceiro.

A controvérsia era um dos principais argumentos dos pesquisadores que se opõem a considerar que as aves descendam de um grupo de dinossauros.

No entanto, um estudo recém-publicado no Journal of Experimental Zoology mostra que os paleontólogos estavam com a razão: os dedos das aves recentes são o primeiro, o segundo e o terceiro.

Quanto ao Archaeopteryx, este também possuia os dedos 1, 2 e 3.

Assim, as evidências que suportam a teoria da evolução das aves, a partir dos dinossauros, ganha cada vez mais peso.

Portanto, está rechaçada a afirmação do articulista no que se refere aos dígitos das aves e dos dinossauros.

Além disso, os ornitólogos L. D. Martin, J. D. Stewart e K. N. Whetstone compararam os ossos astrágalos do Archaeopteryx com os dos dinossauros, e revelaram que não havia similaridade alguma entre eles.(xiv)

O suposto estudo não menciona qualquer diferença entre os astrágalos de terópodes e de aves. Apenas alega que tais diferenças existem.


O osso astrágalo pertence ao pé e articula com os ossos da perna (tíbia e fíbula) formando o tornozelo.Este articula com o calcâneo, que forma o calcanhar dos bípedes e que articula com dois ossos.

- O cubóide, que articula com os dois últimos metatarsais;
- O navicular, que articula com três cuneiformes que, por sua vez, articulam com os primeiros três metatarsais;

A fusão dos ossos do tornozelo (calcâneo e astrágalo) é um dos caracteres mais importantes para definir o estágio de evolução de terópodes totalmente adultos.


Nos ancestrais dos dinossauros não havia essa união, que permitia aos animais ficar em posição digitígrada e totalmente eretos (terópodes), sem despender muita energia. Aqui.

Os terópodes do Triássico encontrados na Formação Santa Maria, no Rio Grande do Sul, apresentavam dimensões muito mais modestas: tanto Staurikosaurus pricei quanto Guaibasaurus candelariensis tinham cerca de 0,7 m de altura, aproximadamente 2,3 m de comprimento e pesavam pouco mais de 30 quilos.

Outros terópodes da época seriam Herrerasaurus ischigualastensis (com 1,5 m de altura, 4,5 m de comprimento e cerca de 250 quilos) e Eoraptor lunenesis (com 40 cm de altura, 1,1m de comprimento e menos de 3 quilos).

As conclusões mais importantes tiradas pelos pesquisadores dizem respeito ao estágio de evolução do animal.

Características como a pneumatização das vértebras e dos ossos (o ‘osso oco’ das aves de hoje) e a perfeita fusão entre os ossos do tornozelo (astragalocalcâneo), que se articulam com a perna, o aproximam de gigantes de tempos mais recentes.

Quanto às aves, todos os ossos do tarso e metatarso se encontram fundidos num único osso, chamado tarsometatarso.

Um experimento do século passado, desenvolvido por Hampé, gerou embriões de galinha com anatomia das patas muito semelhante àquela dos répteis. Uma análise mais detalhada nos mostra que as patas das aves diferem das de outros répteis por possuírem ossículos do tornozelo fusionados, e uma fíbula reduzida.

Quando experimentalmente, se induz um crescimento maior da fíbula, nota-se a formação daqueles ossículos do tornozelo que haviam sido perdidos ao longo da evolução. Isso nos mostra que muitas vezes, o potencial genético necessário para formar certas estruturas não foi perdido, faltando apenas um estímulo para que a formação ocorra.

Assim, em se tratando das conclusões apresentadas pelo articulista, no que se refere ao estudo apresentado, pode-se concluir que também são equivocadas.

7. A estrutura óssea do Archaeopteryx


Não são confirmadas pelas descobertas científicas as interpretações de que o púbis do Archaeopteryx aponta para baixoalegadamente uma posição em transição com relação aos dinossauros, em que aponta para cima. A. D. Walker afirmou que conjecturas nessas direções são falsas e que da mesma forma como os pássaros, o púbis do Archaeopteryx aponta para trás.(xv)

Segue aqui um estudo:

Uma das classificações dos dinossauros feitas pela Paleontologia se baseia na estrutura da pélvis. Eles podem ser saurísqueos ("quadris de lagarto", com três extremidades ósseas) ou ornitísqueos ("quadris de ave", com quatro extremidades). Mas, curiosamente, as aves descendem dos saurísqueos.














Os ornitomimossauros ("lagartos imitadores de aves ") pertenciam ao grupo dos saurísqueos, nos quais uma das extremidades do osso púbis encaixava-se na pélvis.

Tinham pescoço longo, boca sem dentes e cauda comprida, com ossos separados. Acredita-se que possuíssem moela (estômago muscular) para triturar alimentos - uma característica das aves.




O arqueoptérix aliava características de dinossauros - pélvis com três extremidades, cauda longa etc. - às das aves, como as clavículas soldadas num osso único, a fúrcula, indispensável ao vôo.














Nas aves, as duas extremidades do púbis estão livres, formando uma estrutura de quatro pontas com o ísquio e o ílio. Elas também possuem o osso esterno, inexistente no arqueoptérix.













Os dinossauros podem ser divididos em dois grupos principais , conforme a estrutura da cintura pélvica (ossos da bacia):

ornitisquianos (cuja cintura pélvica é semelhante a de outros répteis que possuíam o ílio relativamente longo e um púbis direcionado para trás.

Os ornitisquianos representam uma linha mais derivada de dinossauros , que modificou ligeiramente a estrutura de sua pélvis (composta por um púbis voltado para trás), de forma muito similar à encontrada nas aves.

No entanto essa similaridade não os coloca em grau de parentesco próximo a elas. Todos apresentavam dentes especializados na parte traseira da boca e focinhos em forma de bicos córneos.

saurisquianos que em sua maioria possuíam um ílio mais curto e profundo e um púbis direcionado para frente. Vale lembrar que aves descendem de um ancestral saurísquio.

Os Dinossauros saurísquios eram divididos em quatro grupos:

- Prossaurópodes: iniciaram o seu desenvolvimento no final do Triásico e, durante o Jurássico, foram gradualmente substituídos pelos saurópodes.

- Sauropodomorpha ou saurópodes, gigantescos comedores de plantas;

- Theropoda ou terópodes, que incluíam todos os carnívoros. Estes deram origem às aves.

- Herrerassauros, que possuíam ossos pélvicos semelhantes aos dos saurisquianos (púbis direcionado para frente).
As aves e alguns dinossauros terópodes guardam muitas semelhanças, tais como patas de três dedos com pulso muito bem articulado, ambos os grupos possuem muitas cavidades nas vértebras, que continham vesículas aéreas, as quais eram partes dos pulmões.
A descoberta do Sinosauropteryx em 1996 mostrou que dinossauros e aves tinham outra característica em comum importante: uma cobertura de penugem.

Ainda podem ser citadas as seguintes semelhanças entre aves e terópodes:

- Estrutura semelhante entre braços de dinossauros e asas de aves
- Presença nos dois grupos de ossos ocos
- Estrutura de pernas e bacia semelhantes entre os dois grupos
Desse modo, variações apenas no púbis das aves e dos dinossauros não são argumentos suficientes a fim de rechaçar a teoria da origem das aves a partir dos terópodes.

Basear uma conclusão em apenas uma diferença desconsiderando as semelhanças apresentadas é prematuro uma vez que a postura de uma ave moderna ou do archaeopteryx difere daquela dos terópodes.

A própria seleção natural pode ter adaptado a estrutura óssea pubiana das aves a sua postura, exatamente como o bipedalismo fez com a pélvis humana.

Assim, o estudo ora apresentado pelo articulista, além de duvidoso no que se refere à conclusão que estatui, desconsidera dados de outras fontes de pesquisa que a tornam duvidosa. Portanto, o ora concluido não é algo que mereça o devido crédito.

Quanto à suposta conclusão de nosso amigo, ai vai o seu brilhantismo científico:

Em resumo, a “evolução” das aves não é uma tese consistente com as evidências biológicas ou paleontológicas, porém somente uma alegação fictícia, irrealista, derivada dos preconceitos darwinistas. O assunto da evolução das aves, que alguns especialistas insistem mencionar como sendo um fato científico, é um mito mantido vivo por razões ideológicas.

A verdade revelada pela ciência é que a criação das aves é resultado de uma sabedoria infinita. Em outras palavras, tanto o Archaeopteryx como todas as espécies de aves foram criadas pelo Deus todo-poderoso.
Nenhuma tese científica é absolutamente consistente. Aliás, quantas vezes teremos de repetir isso para que os criacionistas entendam queo modo de pensar da ciência é bem diferente do modo de pensar religioso. Este é dogmático, onde tudo é absoluto sem contestações, encerrado em si mesmo. Quanto àquela, é zetética, sendo que os questionamentos são infinitos.

A ciência não se trata de um sistema de crenças, onde se pede para que as perssoas acreditem em algo porque está escrito em um livro dito sagrado, ou porque os antepassados nos legaram histórias que contam sagas de deuses.

A ciência sai em busca de indícios, estuda estes indícios, e, por meio destes estabelece teorias que explicam de forma lógica fatos, procurando leis, segundo as quais esses fatos se comportam. Teorias, se bem embasadas, são aceitas, do contrário corrigidas ou rechaçadas, mas para tal deve-se trazer á tona indícios que a desconfirmem, não retórica filosófica ou religiosa.

Na visão apresentada pelo articulista, creio que é mais realista dizer que algum deus fez as aves,os répteis e tudo mais que há no universo. A falta de compreensão é tanta que classifica o pensamento darwinista de preconceituoso e ideológico (Preconceituoso com o que? Ideológico com o que?).

É importante frisar que a natureza (o mundo do ser) não leva em consideração o que nós humanos vemos como certo ou errado (o mundo do dever ser).

Ossos de aves semelhantes aos de dinossauros não se tratam de mito, mas de fato, uma vez que, tanto uns, quanto outros existem e estão ai para qualquer pesquisador estudar.

Quanto às fantasias criacionistas..... podemos ver a brilhante conclusão "científica" do articulista: "Diante do problema, chute a bola para deus que ele resolve" (até uma criança saberia estabelecer uma conclusão melhor que a do brilhante articulista).

A conclusão ora apresentada é a típica falácia non sectur, espantalho e da indução preguiçosa, extremamente usadas por criacionistas a fim de justificar as limitações e jogos retóricos por eles criados, com o propósito de rebater as teses apresentadas pela teoria da evolução.

Simplesmente encerra a questão sobre a origem das aves no dogmatismo religioso, o que não possui nada de científico, impossibilitando qualquer eventual debate que se possa estabelecer acerca da origem e evolução destes seres. A resposta é bem digna de um fundamentalista religioso.

CONCLUSÃO:

É sempre o mesmo método que criacionistas se utilizam:

Se baseiam em estudos inascessíveis, lançam um bombardeio retórico contra teorias que derrubam os mitos de sua fé e concluem que foi Deus.

Mais uma vez senhores criacionistas:

"NÃO É APONTANDO FALHAS EM TEORIAS QUE UMA OUTRA TEORIA CONSEGUE RESPALDO. TEORIAS SÃO FUNDAMENTADAS COM ESTUDOS QUE AS CONFIRMEM."
Todavia, repito: nada em termos científicos respalda o criacionismo e sua roupinha nova ,travestida de ciência, o DI.

Eis a suposta Bibliografia citada pelo articulista, porém toda ela inacessível exceto no sítio de onde foi coletado o artigo.


i Nature, Vol. 382, 1 August 1996, p. 401.

ii Carl O. Dunbar, “Historical Geology”, New York: John Wiley and Sons, 1961, p. 310.

iii Virginia Morell, “Archaeopteryx: Early Bird Catches a Can of Worms”, Science, Vol. 259, No. 5096, 5 February 1993, pp. 764-765.
iv John Ostrom, “Bird Flight: How Did It Begin?,” American Scientist, No. 67, January-February 1979, p. 47.

v Colin Patterson, “Darwin’s Enigma: Fossils and Other Problems”, El Cajon, CA: Master Book Publishers, 4th edition, 1988, p. 89.

vi “Bird Evolution Files out the Window: An Anatomist Talks about Archaeopteryx”, David Menton e Carl Wieland, Creation Ex Nihilo, Vol. 16, No. 4, July-August 1994, pp. 16-19.

vii Carl O. Dunbar, “Historical Geology”, New York: John Wiley and Sons, 1961, p. 310.
viii Storrs L. Olson, Alan Feduccia, “Flight Capability and the Pectoral Girdle of Archaeopteryx,” Nature, No. 278, March 1979, p. 248.
ix Alan Feduccia, Harrison B. Tordoff, “Feathers of Archaeopteryx: Asymmetric Vanes Indicate Aerodynamic Function,” Science, Vol. 203, 9 March 1979, p. 1021.
x L. D. Martin, J. D. Stewart, K. N. Whetstone, The Auk, Vol. 98, 1980, p. 86.
xi S. Tarsitano, M. K. Hecht, Zoological Journal of the Linnaean Society, Vol. 69, 1985, p. 178; A. D. Walker, Geological Magazine, p. 595.
xii Haubitz, M. Prokop, W. Döhring, J. H. Ostrom, P. Welinhofer, Paleobiology, Vol. 14, No. 2, 1988, p. 206.xiii Richard Hinchliffe, “The Forward March of the Bird-Dinosaurs Halted?”, Science, Vol. 278, 24 October 1997, pp. 596-597.
xiv L. D. Martin, J. D. Stewart, K. N. Whetstone, The Auk, Vol. 98, 1980, p. 86; L. D. Martin, “Origins of Higher Groups of Tetrapods”, Ithaca, NY: Comstock Publishing Association, 1991, pp. 485, 540.

xv A. D. Walker, Geological Magazine, Vol. 117, 1980, p. 595.


FONTES:



91 comentários:

Anônimo disse...

o arqueopterator,se vc pesquisar no google,tem 1 noticia da folha de sao paulo q mostra q ele foi considerado uma fraude,.pesquise
http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u3202.shtml
neste endereço

Elyson Scafati disse...

Grato anônimo.

Já está retificado e aqui vai a fraude publicada.

Mas aunda assim, não invalida a teoria de que aves tem sua origem em dinossauros.

Cientistas desvendam fraude do dinossauro-pássaro
CLAUDIO ANGELO
da Folha de S.Paulo

Uma das maiores fraudes da história da ciência chegou ao seu capítulo final. A revista britânica "Nature" publicou a análise de tomografia computadorizada do Archaeoraptor, o fóssil forjado que enganou paleontólogos do mundo todo e expôs ao ridículo outra revista importante, a americana "National Geographic".

O estudo do paleontólogo Tim Rowe, da Universidade do Texas em Austin (EUA), publicado semana passada pela revista (www. nature.com), mostra que o fóssil é o mosaico de pedaços de uma ave e quatro dinossauros diferentes.

O Archaeoraptor foi assunto de capa da "National Geographic" em novembro de 99. O caso era sensacional: um fóssil de dinossauro descoberto na China apresentava uma "combinação dramática" de características de pássaro e de dromeossauro, um dino carnívoro. Era, definitivamente, o elo perdido entre aves e répteis. Em outubro do ano passado, no entanto, a revista foi forçada a admitir que havia comprado gato por lebre. Descobriu-se que a tal "combinação dramática" não fora moldada pela evolução, e sim por contrabandistas de fósseis chineses. Para elevar o valor de mercado da peça, eles juntaram metade do corpo de um pássaro fóssil com a cauda e as patas traseiras de um dromeossauro.

O fóssil foi retirado ilegalmente da China e vendido nos EUA ao artista plástico Stephen Czerkas, por US$ 80 mil. Czerkas chamou dois paleontólogos, o canadense Philip Currie e o chinês Xu Xing, para descrever o animal.

A idéia de era coincidir a descrição científica do bicho com uma matéria sobre o animal na "National Geographic". A fim de publicar a descrição na "Nature" ou na sua rival, a "Science", Czerkas contratou Tim Rowe para fazer uma análise de tomografia computadorizada no fóssil. "Levou só algumas horas para perceber que o espécime estava quebrado em muitos pedaços e que nem todos haviam sido rearranjados corretamente", disse Rowe à Folha.

Mas Czerkas resolveu levar a publicação na "National Geographic" à frente, mesmo depois de o trabalho ter sido rejeitado pelas duas revistas científicas. E ameaçou Rowe de processo caso publicasse os dados da tomografia.

A tramóia só veio abaixo um mês depois, quando Xing Xu encontrou, na China, um fóssil de dromeossauro cuja cauda era, sem dúvida, a do Archaeoraptor, e a "National Geographic" foi obrigada a desmentir a capa.

Só agora, depois de resolvidas as questões legais —o tal processo aconteceu, de fato—, o trabalho de Rowe (concluído desde outubro de 99) aparece na "Nature". A análise mostra que a laje contendo o Archaeoraptor foi montada a partir de 88 cacos de pedra. Parte deles contém meio fóssil de um pássaro ainda desconhecido para a ciência, que está sendo estudado por Xu. Outra parte tem restos de dromeossauros que não podem ser atribuídos a um só espécime.

Para o paleontólogo, a fraude do Archaeoraptor mostra como o comércio de fósseis atrapalha a ciência. "Qualquer espécime que tenha uma etiqueta de preço é uma fraude em potencial", disse. "Felizmente, um conjunto cada vez maior de técnicas pode ser aplicado agora à análise de fósseis", afirma no estudo.

No Brasil, onde o comércio de fósseis é ilegal (assim como na China), as fraudes têm uma origem certa: a chapada do Araripe, no Ceará, uma das maiores minas de fósseis do planeta.

Uma dessas fraudes acabou eternizada no nome de um dinossauro. O bicho em questão era um crânio de espinossauro (carnívoro com focinho de crocodilo), contrabandeado para a Europa e descrito pelo paleontólogo David Martill, da Universidade de Portsmouth (Reino Unido), em 1996.

Durante a preparação (processo em que o fóssil é separado da rocha que o contém), a equipe de Martill descobriu que a ponta do focinho original havia sido quebrada e alongada artificialmente, para que os traficantes pudessem vender o restante. Martill ficou tão irado com a fraude que batizou o bicho de Irritator.

Juliana disse...

''Cientistas não contam historinhas como fazem religiosos. As histórias que cientistas contam são pautadas em evidências, logo são testáveis, como veremos ao longo da desmistificação das besteiras criacionistas. Aliás o termo criacionista vem a calhar pois são criadores de bobagens conforme as que analisaremos abaixo.''

Suponho que a falta de informação deve tê-lo levado a tais conclusões. Ao contrário do que você pensa, há muitos cientistas criacionistas. Diversas provas CIENTÍFICAS derrubam a base da Teoria Evolucionista e reforçam a idéia do Criacionismo.
Leia um pouco a respeito das diferenças existentes entre Criacionismos científico, religioso e bíblico.
E ainda, caso queira falar menos bobagens, leia o livro ''Como tudo começou: uma introdução ao Criacionismo'', do FÍSICO e CIENTISTA Adauto J. B. Lourenço.
Leve a sério o blogger e seja mais imparcial... ;)

Elyson Scafati disse...

Querida não me faça rir... Adauto lourenço é um picareta de marca maior. O que esperar de um cara formado na Bob Jonnes "fundo de quintal" University?

Derrubar uma teoria não significa automaticamente validar outra. Esse é o argumento da ignorância, muito utilizado pelo picareta do adauto e seu séquito de pilantras ideólogos.

Criacionismo científico não existe menina. Isso é balela de fundamentalistas para sustentarem suas ideologias.

Quanto a sua indicação, nem perderei meu tempo com este lixo. Mas se quiser aprender biologia, leia Dawkins, Mayr, Gould e Futuyma.

Mostre-me uma e apenas uma evidência concreta do criacionismo com revisão por pares e publicada no PNAS ou qq revista de cunho científico no mundo.

Wallace Paulista disse...

OK, tudo muito bonitinho, cheio de plumagens e balangandãs, belas teorias quase convincentes... Mas elas deixam escapar os mais importantes pontos a serem respondidos (se é que existe resposta plausível pra eles!)...

Primeiro ponto: Como é possível considerar que a vida, o hipotético primeiro organismo vivo, uma célula que fosse, surgiu do inanimado, inorgânico???? Analise a estrutura de uma célula, e verás o quão impossível é que algo assim surja por ACASO!! Sem falar no absurdo de complexo que é a estrutura do ADN, hehe
Se a humanidade toda se unisse pra criar algo assim, não conseguiria, quanto mais o NADA!
Agora, hipotéticamente imaginando que esse fictício pai de todos tenha existido, como raios ele resolveu se tornar ou criar seres pluricelulares, e dois gêneros diferentes, mas compatíveis entre si e que unidos dariam cria a proles, descendentes? Imagine o absurdo de a evolução, depois de criar seres unicelulares que só se duplicavam, achando muito monótono isso tudo, teve a brilhante idéia de criar macho e fêmea, cada um com seu aparelho reprodutor divergente um do outro, assim como os gametas, mas que unidos dariam origem a outro ser da MESMA ESPÉCIE!

Segundo ponto (nem precisava, depois do primeiro, mas..): Se a Digievolução é a força motriz por trás da criação de todas espécies, me expliquem Oh céticos como foi por exemplo que ela decidiu, planejou, e deu cria coisas, órgãos ,por exemplo, como penas... Como as desse bicho esquisito acima.. Imaginando que as aves vieram dos calangos, digo, répteis, como foi todo esse processo, para fazer espécies evoluídas deles, que ao invés de sangue frio teriam sangue caliente, e de escamas, tivessem penas? Agora analise a bela estrutura de uma, ideal para o vôo, leve, design complexo, e eu também quero que expliquem quem ensinou as aves a voarem, afinal, voar é um processo bem diferente de simplesmente estar no solo, plantado no chão, exige tecnica, aerodinâmica... Porque as aves decidiram voar? Porque a evolução decidiu criar animais para dominarem os céus?
Não se vê nenhum fóssil com 'sub-penas', ou seja, protótipos das penas, parece que de repente, a eolução criou elas! De um réptil, com escamas, surgiu na geração seguinte, um ser já com penas completamente formadas... Tenso!

Ponto três: Eu estou com preguiça de pensar mais nessa besteira de Evolution e já provi pontos suficientes para derrubar por terra essa fábula hehe
E olha que nem especialista, estudioso de biologia e ciências em geral eu sou :)

Elyson Scafati disse...

Wallace


Como todo bom criacionista, vc faz diversas perguntas em uma, sendo que cada uma delas demanda uma explicação longa. Porém resumirei os pontos na medida do possível.

primeiro ponto:

Seu proncipal equívoco é afirmar que tudo é por acaso. Acaso, quando falamos em química, não existe. As reações ocorrem por conta de propriedades periódicas e aperiódicas dos elementos, bem como por uma questão estereoquímica.


Outra coisa que vc deve entender é que ORIGENS DA VIDA NÃO É UM PROBLEMA DA TEORIA EVOLUTIVA, MAS DA QUÍMICA ORGÂNICA E DA BIOQUÍMICA.

Os coisas não surgem em um passe de mágica como equivocadamente afirmam os criacionistas.

ver aqui sobre origens da vida:

http://www.talkorigins.org/faqs/abioprob/abioprob.html


http://jaguar.biologie.hu-berlin.de/~wolfram/pages/seminar_theoretische_biologie_2007/literatur/schaber/Eigen1978Naturwissenschaften65a.pdf

O que temos sobre as origens da vida ainda está no campo das hipóteses. Mesmo que façamos vida em laborátório jamais saberemos se esta será a via correta que nosso mundo seguiu ou se a vida aparececeu e se foi inúmeras vezes.

Mas algo é certo, a vida não apareceu em um piscar de olhos, mas ao que parece, sua base está nos hiperciclos (ciclos de reações que se retroalimentam, se desenvolvem, se reproduzem e passam seus caractéres adiante).

Este mindo deve ter precedido algum material genético primitivo (um RNA ou DNA - primitivo), que sequer se assemelhava ao que temos hoje, formado por duas pases pirimídicas (citosina e timina e uracila para o RNA) e duas purínicas (guanina e adenina), uma pentose (ribose para o RNA e desoxirrribose para o DNA) e um fosfato.

Suas reações podem ter sido catalisadas em fumarolas, sobre pirita ou argilas, formando-se os compostos químicos que se encerraram em vesículas, tais como bolhas de sabão, os quais passaram a se retroalimentar e a competirem entre si por recursos do meio.

Os que mais se assemelharam a uma sistema de vida primitivo passaram a competir entre si até que uma das formas tenha se tornado a mais viável, como um sistema vivo primitivo, capaz de ter um metabolismo e se reproduzir.

Elyson Scafati disse...

Com isso está aberta a evolução. É possível que um material genético primitivo (um RNA simples, se é assim que podemos chamá-lo) tenha se desenvolvido e assim criado as primeiras proteínas e enzimas primitivas derivadas de compostos esterificados a partir de ácidos carboxílicos, tioésteres e tiós, bem comuns em zonas de fumarolas, ricas em ácidos e enxofre.

Caso tivesse surgido esse RNA simples, ele foi capaz de armazenar informação e de promover reações metabólicas, assim como de se autoreplicar como fazem os plasmídeos e transpósons. Este é o quadro do "mundo RNA" o mais aceito no que se refere às origens da vida, uma vez que não se trata de mera especulação.

É sabido que os tijolos da vida se formam no espaço sideral, catalisados por radiação UV:

http://info.abril.com.br/noticias/ciencia/compostos-organicos-sao-achados-no-espaco-26102011-38.shl

Isso nos leva a especulações como não ser a vida assim tão difícil de ocorrer no universo, caso consideremos a panspermia (mas apenas tendo esses compostos chegado aqui dentro de meteóros e cometas).

Quanto ao DNA, este necessita de proteínas para ser confeccionado. Caso a hipótese do mundo RNA seja real, seguramente que o DNA poderia ter surgido em uma forma primordial.

As ribozimas são RNA com capacidade auto-catalítica, bem menos versáteis que as enzimas protéicas.

Os peptídeos sintetizados pelo RNA promordial teriam dado origem às bases nitrogenadas, as quais formaram nucleotídeos, e destes teria surgido o DNA e, a partir deste o RNA catalítico que molda o DNA.

Dessa forma, não pense que o RNA e o DNA surgiram em um passe de mágica. Eles nem sempre foram como são hoje e temos evidências disso por experimentos laboratoriais, em que os RNA evoluem, conforme o que o meio lhes solicita.

http://g1.globo.com/Noticias/Ciencia/0,,MUL11604-5603,00-DUPLA+SINTETIZA+MOLECULA+MAE+DA+VIDA.html

http://scienceblogs.com.br/quimicaviva/2009/12/sintese_de_rna_em_agua_sem_pol/

Ou seja, há muita gente atrás das origens da vida.

Elyson Scafati disse...

Sobre o LUCA (o ancestral comum), o que sabemos hoje é que nas raízes da árvore da vida surgiu uma comunidade de ancestrais comuns, os quais se entrelaçaram em nossa árvore e formaram o que temos hoje.

http://shiva.msu.montana.edu/courses/mb437_537_2005_fall/docs/uprooting.pdf

http://we.vub.ac.be/~dglg/Web/Teaching/Les/Discussions/Moreira-LUCA.pdf

Mas isso não quer dizer que a teoria do ancestral comum está furada. Bactérias fazem sexo interespécie, o que as torna quimeiras.

Estas quimeiras apresentam os mesmos processos metabólicos entre sí e entre os eucariontes, o que é concorde com uma ancestralidade comum, embora Doolitle tenha proposto uma "comunidade de ancestrais comuns".

Como um procarionte se tornou um eucarionte?

Há quatro teorias que explicam isso:

http://en.wikipedia.org/wiki/Cell_nucleus#Evolution

(clique em evolução e busque os materiais).

Todavia, nenhuma tem apoio unânime, porém Dawkins apóia o modelo sintrófico que propõe uma relação simbiótica entre as Archaea e as Bacteria terá criado a célula eucariótica portadora de núcleo com base nas mixobactérias (A Grande História da Evolução, p. 616 a 620).

Elyson Scafati disse...

Mas como seres eucariontes se tornaram pluricelulares?

Há também muitas hipóteses para tal:

http://en.wikipedia.org/wiki/Multicellular_organism

Entretanto, a multicelularidade não é particular dos eucariontes, pois as cianobactérias também são multicelulares:

http://en.wikipedia.org/wiki/Cyanobacteria

As primeiras células eucariontes teriam surgido a partir das células procarióticas e tal fato teria sido um passo importante para a multicelularidade, uma vez que, somente eucariontes podem se reunir em colônias e diferenciar funções celulares.

Os coanoflagelados foram os primeirosd protozoários a se juntar. Essa ideia surge a partir das esponjas que são nada mais que colônias de coanócitos.

http://en.wikipedia.org/wiki/Sponge

http://en.wikipedia.org/wiki/Choanocytes

http://en.wikipedia.org/wiki/Choanoflagellates

O trichoplax é o primeiro eucarionte que podemos dizer ter células diferenciadas, as quais formam os tecidos das demais espécies de eucariontes.

http://en.wikipedia.org/wiki/Trichoplax

http://ecolevol.de/pubs/2002/syed-schierwater-VM2002b.pdf

Para as plantas é em Archaeplastida onde encontramos os pluricelulares.

É dessa forma que seguimos em entender como as coisas foram acontecendo.

O principal fator para que os animais e plantas se tornassem pluricelulares e tivessem suas células diferenciadas em tecidos, foi o advento do oxigênio na atmsfera, resultande dos resíduos dos primeiros fotossintetizantes (estromatólitos).

Organismos aeróbicos são de longe mais eficientes que os anaeróbicos (fermentação) e que os quimiossintetizantes (oxidação de substâncias minerais, sem recorrer à luz solar).

Elyson Scafati disse...

Para vc entender o sexo, leia os 19 posts aqui:

http://cienciaxreligiao.blogspot.com.br/2009/09/o-misterio-do-sexo-parte-1.html

com especial atenção em:

http://cienciaxreligiao.blogspot.com.br/2009/09/o-misterio-do-sexo-parte-5.html

http://cienciaxreligiao.blogspot.com.br/2009/09/o-misterio-do-sexo-parte-10_07.html

http://cienciaxreligiao.blogspot.com.br/2009/09/o-misterio-do-sexo-parte-15.html

Elyson Scafati disse...

O processo evolutivo não planeja nada, uma vez que ele não se trata de uma linha reta com o fim de se chegar a alguma coisa.

Ele é composto por uma série de processos que se combinam entre si:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Evolu%C3%A7%C3%A3o

As aves não remontam a calangos, pois estes são varanídeos cujas origens remontam Lepidosauromorpha.
Já as aves têm sua origem em Archosauromorpha.

Para entender sobre "sangue frio"(ectotérmicos)e "sangue quente" (endotérmicos), isso tem a ver com o metabolismo dos animais, em que aves e mamíferos possuem altas taxas metabólicas.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Metabolismo

Suspeita-se que os dinossauros detinham essas altas taxas metabólicas.

A endotermia é mantida pela homeostase térmica, (controle das taxas metabólicas).

http://www.ufrrj.br/institutos/it/dau/profs/edmundo/Cap%EDtulo3-Homeotermia.pdf

Quanto às penas, sua origem está nas escamas:

http://www.avesderapinabrasil.com/materias/origem_aves.htm

http://evolucionismo.org/profiles/blogs/penas-marcas-indeleveis-da

http://g1.globo.com/Noticias/Ciencia/0,,MUL952394-5603,00-DINOSSAURO+CHINES+CARREGA+PENAS+MAIS+PRIMITIVAS+DO+MUNDO+DIZ+ESTUDO.html

Sobre o voo, pelo que sabemos, ele aconteceu 4 vezes na história da vida em nosso planeta:

insetos;
répteis pterossauros;
aves;
e quirópteros (morcegos).

entenda o voo assistindo aos filmes abaixo:

http://cienciaxreligiao.blogspot.com.br/2010/06/serie-evolucao-voo.html

Elyson Scafati disse...

[Porque as aves decidiram voar? Porque a evolução decidiu criar animais para dominarem os céus? ]

"Por que" não é a pergunta correta. a pergunta correta é "Como". E isso é explicado no filme.

Porque como diz Atkins, não é uma pergunta inteligente, mas sim uma pergunta tola, como perguntar qual a cor do ciúme.

Não sabemos como a evolução atua. Apenas temos a ideia de que o meio seleciona a característica mais vantajosa para a espécie e os que a possuem a transmitem a seus descendentes.

Os genes são uma loteria e essa loteria passa por um processo de seleção, conforme o que ocorre com o planeta.

Todos os genes são, de uma forma ou outra, homólogos, uma vez que pode-se traçar a história evolutiva de todos os organismos até o ancestral comum dos seres vivos.

Genes existem sob duas formas:

ortólogos (genes encontrados em diferentes táxons que, ao serem comparados, são passíveis de rastreamento até os eventos que levaram à especiação);

parálogos (genes em iguais ou diferentes táxons relacionados à ocorrências de duplicação gênica).

Para entender como essas coisas funcionam leia:

http://evolucaodemetazoa.blogspot.com.br/2010/07/sobre-dados-moleculares-luz-da_27.html

http://evolucaodemetazoa.blogspot.com.br/2010/06/evo-devo-sobre-genes-homeoticos-e-kit.html

http://evolucaodemetazoa.blogspot.com.br/2010/04/como-surgem-os-animais-alteracao-nas.html

http://evolucaodemetazoa.blogspot.com.br/2010/03/adentrando-no-mundo-da-filogenia-por.html

http://evolucaodemetazoa.blogspot.com.br/2010/03/perdas-genicas-e-reconstrucao-da.html


Como vê, em, muitos pontos vc está beeem mal informado...

Elyson Scafati disse...

Ponto três:


seus comentários são de uma pessoa cujo nível de conhecimento em teoria evolutiva é praticamente tendente a zero.

Para derrubar a TE ou qq outra teoria científica recomendo que vc estude bem mais e se torne um especialista na área.

Certamente, vc entenderá que a evolução das espécies é um fato, o qual é explicado pela teoria evolutiva. Lembre-se a função de uma teoria é explicar por meio de evidências como os fatos ocorreram.

[E olha que nem especialista, estudioso de biologia e ciências em geral eu sou :) ]

bem se vê...

Acho bom vc começar urgentemente a se instruir para não pagar o "king kong" que pagou aqui.

Anônimo disse...

Olá, tudo bem?

O que você acha dessa pesquisa? Se puder fazer um comentário sobre ela eu agradeceria.

http://evolucionismo.org/profiles/blogs/arqueopterix-era-mais

Obrigado, um abraço.

Elyson Scafati disse...

Neste artigo eu havia adodato a posição de Allan Feduccia.Atualmente minoritário.


Porém, hj, adoto a posição de que o arqueopterix era realmente mais um dinossauro que uma ave.

Concordo plenamente com os estudos do site apresentado.

Anônimo disse...

Obrigado por comentar o link que te passei sobre o arqueopterix ser mais dinossauro que ave. Mas, surge uma questão. Isso significa que não podemos considerar o Arqueopterix como um elo de transição entre dinossauros e aves? Se for assim, qual animal, conforme as pesquisas atuais, estaria mais próximo de um elo de transição entre répteis e aves? Existem muitos ou são poucos?

Elyson Scafati disse...

Os arqueopterix não são ancestrais de aves. Estão em um grupo separado delas.

Embora seja um transicional, por apresentar características de ave e de dinossauro, possui uma ancestralidade comum com as duas espécies.

Um erro corriqueiro de criacionistas é dizer que um transicional implica em um ascendente de determinado grupo. Depois fazem o trabalho para desclassificar as pesquisas científicas, como foi o exemplo dado nesta postagem.

A história das aves ainda não está muito bem contada. É muito difícil se acharem fósseis de aviários, pois viviam em terra e, como todos sabemos ossos de aves são muito sensíveis.

É uma sorte grande quando se acha um fóssil desses.

Um possível elo entre aves e dinossauros pode ser o Epidexipteryx hui. Estima-se que o ele tenha vivido entre há 168 e 152 milhões de anos.

http://en.wikipedia.org/wiki/Epidexipteryx


http://www.bbc.co.uk/nature/life/Epidexipteryx


http://publico.pt/ciencia/noticia/o-epidexipteryx-era-um-dinossauro-com-penas-mas-nao-voava-elas-serviam-so-de-ornamento-1347122


http://news.bbc.co.uk/2/hi/science/nature/7684796.stm



Quanto aos fósseis de aves e dinossauros aviários, consulte os livros:

http://www.amazon.com/Feathered-Dinosaurs-Origin-John-Long/dp/0195372662/ref=sr_1_4?s=books&ie=UTF8&qid=1356012337&sr=1-4&keywords=birds+long


http://www.amazon.com/Riddle-Feathered-Dragons-Hidden-Birds/dp/0300164351/ref=pd_sim_b_5



http://www.amazon.com/The-Rise-Birds-Million-Evolution/dp/0801856159/ref=pd_sim_b_15



É um excelente material para aprendizado sobre aves e dinossauros aviários.

Wallace Paulista disse...

Wallace Paulista (pelo celular rs)

Bem, lógico que nao sou nenhum gênio com PhD em ciências, mas não é preciso nem saber ler para desmentir uma teoria patética... Mas já q vc gosta de diplomas e gnt formada, no site dissentfromdarwin.com encontra-se uma lista de mais de 300 doutores de diversas areas científicas que discordam de Darwin... Imagine só, que ridículo, o acaso, ou sei lá como se dá o nome a um processo não-racional capaz de planejar o melhor, fazer alterações num código, etc, ser capaz de produzir algo como uma forma de vida, q por mais simples que seja, já supera todas as emgenhocas criadas pelo homem, enquanto este é incapas de produzir uma mera célula em laboratório!!!
Um século de experiências com as Drosophilas, moscas da fruta, como queiram, algo fácil de evoluir (se isso existisse mesmo), ja q seu ciclo de vida é curto, e possui apenas 4 pares de cromossomos, e os estudiosos não obtiveram um resultado satisfatorio sequer, nem expondo elas a radiação,nem alterando seus genes, nada, além de moscas mal-feitas, mortas, ou com mutações que simplesmente tornaram elas inuteis, incapazes de viver na natureza competitivamente!!!
sei q são ramos separados, mas não importa, se tratam da vida em si, suas variedades, seja origem ou 'evolução', os magos de branco tem falhado a mais de 150 anos em demonstrar algo comprovável, além de teorias e hipóteses e lenga-lenga..
Oparin e sua experiência alquimista nos trouxe somente aminoácidos inúteis, nada que realmente seja formador dos seres vivos, no caso proteínas compostas por aminos do tipo L, ligadas em cadeias peptideas...
Não consigo meu caro, imaginar um suposto RNA primitivo, DNA, um probionte, chamar esses troços de vida é muita petulância!

Elyson Scafati disse...

Pois é Wallace. É por isso que gosto de gente diplomada. aqui vc acaba de passar seu atestado de ignorância em teoria evolutiva.

O que lhe recomend é, que em vez de ler, recortar e colar coisas de sites criacionistas, leia livros sérios de biologia. Nas livrarias têm um monter deles sobre os mais diversos temas da área.

Veja que os dissentfromdarwin são cristãos pertencentes em sua maioria ao Discovery institute, o bastião do DI e que quase nehum deles é biólogo.

Lista por lista há o project steve que dá suporte à teoria de Darwin.


http://ncse.com/taking-action/list-steves

E agora?

Wallace Paulista disse...

Essa matéria no G1 sobre a dupla que sintetizou molecula de RNA, muito interessante, principalmente pelo fato de ser uma experiência controlada por mentes racionais que entendem do assunto, a constituição das moléculas, ácidos, aminoacidos enfim, e com muito esforço e dedicação e erros conseguiram de tal maneira alcançar um resultado inferior ao que supostamente a natureza conseguiu sem qualquer consciência de maneira infinitamente superior, mais complexo, perfeito e eficaz! Se fosse assim, a vida surgir sem criador, nós deveríamos facilmente reproduzir vida em casa, fazer a nossa própria gênesis!
É interessante notar que apesar de teu ataque a meu conhecimento academico, ou a falta dele, vc, e seus amigos cientistas, apesar da formação e estudo, não tem mais nada a apresentar além de suposições monótonas e improvadas, é como se vc me perguntasse quem é o presidente dos EUA, e eu apresentasse quatro 'respostas' baseadas em fálacia e suposições, e achismos e eu saísse se achando o sabe-tudo!
Não aceito da ciência nada que não tenha evidências, provas, demonstração infalivel e igual ao fato!
Fora que, analisando mais a fundo, vemos que antes de existir vida, primeiro necessita-se de condições variadas e infáliveis para um planeta conter seres vivos. A Terra tem tamanho ideal, fica na distância ideal pro Sol, tem atmosfera ideal, tem um campo eletromagnético formado por um núcleo ferroso na intensidade ideal pra nos proteger da radiação espacial e nao tão forte que possa nos aniquilar, possui água, muita água, elemento ótimo como solvente, ponto de ebulição e congelamento ideal, sem mencionar que é o único elemento que quando congela é menos denso que a água líquida, o que favorece a vida aquática, afinal se o gelo afundasse, ou se formasse abaixo da superfície já era pra vida local... Fora que a Terra é cercada de planetas maiores que nos protegem de asteróides, meteoros enfim, e nosso sistema fica numa boa posição na galáxia, a 2/3 do centro, onde o caos é total, com supernovas, buracos negros, emissão mortal de raios-X, gama... Sem dizer da nossa lua, que regula as marés, e ajuda a Terra a manter seu eixo de inclinação ideal pra manter a vida, e nossa órbita ao redor do Sol (lembrando que segundo estudiosos, nosso sistema é uma aberração, completamente diferente dos outros sistemas, cujas órbitas dos planetas é diferente, o que aniquilaria a vida) quase circular, garantindo o ano inteiro um clima dentro do ideal pra vida terrestre, o clima... Enfim, meu caro, quanto mais a gnt observa menor fica a "possibilidade" da vida ser um fato casual, impensado, e comum, corriqueiro...
Podem se apegar a suas mínimas teorias e experimentos isolados, enquanto fazem vista grossa pro macro, para as gritantes e avassaladoras evidências de um design de tudo! Ou melhor, um Designer!

Wallace Paulista disse...

Então quer dizer que nem 300 especialistas com PhD são suficientes aqui? Ah tá, rs lamento, pensei que eu tava lidando com pessoas que gostassem de CIÊNCIA, tivessem interesse pela verdade, em chegar mesmo a resposta por detrás de tudo...
Como vou confiar na mídia, nos livros didáticos, como o de biologia que tenho aqui, se eles atestam a evolução como FATO, mesmo sem apresentar uma evidência sequer... Milhões de espécies, segundo vcs, produtos da evolução gradativa por milhões de anos, e não há um elo de transição sequer? Cada espécie catalogada deveria no mínimo ter uma espécie transitiva ancestral! Mas não há um fóssil sequer! O archeopterix, homem de Piltdown, de Nebraska, são tudo fraudes! Essa teoria se baseia em observações de gnt que não tinha conhecimento do DNA, RNA, genes enfim... Uma molécula de 1,70 m de extensão contido num infímo núcleo contendo aminoacidos, ligações hidrogenadas, açucares, numa fita duplicada capaz de se auto-consertar, formado de moleculas estáveis, enfim, isso tudo ser processo de um acontecimento mecânico, frio, incalculado, é de deixar sem palavras!

Elyson Scafati disse...

Os velhos argumentos criacionistas de sempre...

Walace, o surgimento da vida não é um problema da teoria evolutiva, mas da química e da bioquímica. Não misture as estações, pois isso é um erro crasso cometido por criacionistas.

No mais, se vc acha que um criador inteligente responde suas questões, para mim isso não faz diferença, uma vez que suas crenças são um problema seu.

Todavia, seu argumento de que uma coisas aparentemente impossível de ocorrer demanda um ser inteligente, não passa de argumento da ignorância.

Faça prova de que o tal criador existe e de que ele é natural ou sobrenatural.

Depois discutiremos suas propriedades exóticas e sua influência no mundo natural se ele for sobrenatural e sua tecnologia e as razões para ter feito o que fez, se ele for um ser natural.

A ciência não lhe oferece certezas absolutas e infalíveis como faz a religião. Por esse motivo esta não é falseável e aquela é.

Se não aceita nada que lhe forneça "provas" infalíveis, vc também deveria rejeitar seu criador inteligente, uma vez que nada objetivo atesta que este ser exista.

Teorias não são fatos.

Elas procuram explicar, de forma racional, como estes fatos ocorrem.

Ex. a gravidade é um fato e as teorias de Newton, da relatividade geral e da gravidade quântica buscam explicar este fato; a evolução das espécies é fato e a teoria evolutiva em suas diversas vertentes procura explicar como este fato se deu; a origem da vida é um fato e a abiogênese química em conjunto com a teoria dos hiperciclos procura explicar como este fato ocorreu; o universo ter surgido é um fato e as teorias cosmológicas tentam explicar como este fato se deu.

A teoria é a instância mais nobre do conhecimento. A veracidade das premissas e das conclusões ocorrem por meio de testes diretos e indiretos. Estas premissas e conclsões são organizadas em forma silogística, o que dá lógica ao raciocíno e por fim o torna sólido.

Mesmo que façamos vida em laboratório, jamais saberemos se esta foi a via que aconteceu em nosso planeta.

Elyson Scafati disse...

Quanto à Terra ser o único mundo com vida, não sabemos. Sequer sabemos o que é vida e como ela pode se apresentar. Nem mesmo temos a noção se DNA, como o conhecemos é regra no universo.

Como sua mente é ávida por propósitos, me responda: qual o propósito de haver um cinturão de asteróides entre marte e Jupiter? Qual o propósito de haver o cinturão de Kuiper e a nuvem Oort repletas de cometas que podem nos "mandar para o saco"?

Qual o propósito de nossa lua estar se afastando e de nosso sol estar morrendo?

Quam o propósito de nosso planeta ter forças avassaladoras como vulcões e terremotos?

Qual o propósito de o criador inteligente ter feito bactérias, protozoários e vermes parasitas, todos com um design perfeito que podem nos matar?

Qual o propósito do criador inteligente ter deixado dinossauros dominarem a terra por mais de 200 mi de anos e depois destruir tudo com um meteóro e fazer as armadilhas do decam explodirem?

Qual teria sido o propósito da extição permo-triássica, das diversas idades do gelo e da extinção de demais hominídeos e da megafauna mamífera?

Qual o propósito do criador inteligente ter feito zilhões de galáxias se estamos confinados aqui?

Qual o propósito de estrelas terem um final apoteótico dependendo de seu tamanho e representarem um risco terrível para suas vizinhanças (digo milhares de anos-luz longe delas), criando as coisas mais mortais que o universo já viu? Olha que até tem uma cujo eixo aponta para nós...

Qual seria o motivo de nascerem seres vivos defeituosos (no caso mais emblemático animais com deficiências físicas e mentais)?

Qual seria a razão de leoas amarem leões com jubas morenas (menos suscetíveis a parasitas) e não serem chegadas nos loirinhos, sendo que o calor da savana é terrível para uma cor preta de juba?

Qual seria a razão da cauda gigante de um pavão, que indica saúde mas coloca este animal em risco?

Qual a razão do cervo vermelho ter de suportar uma galhada gigante para agradar as fêmeas se isso põe sua vida em risco?

Qual a razão de um guepardo ser um especialista e de mais de 60% de suas crias morrerem?

Qual a razão de nossos joelhos e colunas serem tão ruins?

Acho que seu designer quer nos ferrar ou então é um projetista demente.

Na natureza (seres vivos) existe sim o design, mas ele não é perfeito. É apenas funcional.

No universo há um design determinado pelas 4 forças fundamentais. Não há perfeição em nada, pois o universo é o caos, sendo um lugar bem ruim para a vida, salvo em algumas ilhas de calmaria como as periferias das galáxias.

Elyson Scafati disse...

Como já lhe disse:

Lista por lista há o project steve que dá suporte à teoria de Darwin.


http://ncse.com/taking-action/list-steves

O documento que vc menciona (leia ele direito) diz que estes caras não aceitam as mutações como explicaçãop para a evolução das espécies.

Mas quem são engenheiros, físicos, geólogos, para falarem algo sobre teoria evolutiva? É o mesmo que biólogo dar pitaco em construçãop de máquinas. Ou seja, em bom, português, "limpe a bunda com essa lista!!!" pois ela não passa de argumento da autoridade da forma com que vc coloca, bem como, do jeito que os criacionistas a usam, culmina em um argumento da ignorância.

Para uma teoria se firmar, ela não pode se calcar no erro de outram não apresentar qq evid~encia e se declarar como uma resposta alternativa.

Ela deve ter seu embasamento teórico próprio e se construir com base na observação. Não é o que o criacionismo ou sua versão requentada o DI fazem; eles apenas pegam carona em lacunas científicas e se colocam como algo alternativo a estas lacunas, sem trazer qq coisa concreta que os respalde, além de chutar tudo para um ser metafísico (violação da navalha de Occam).

É por essa razão que criacionismo é o fator risada da ciência e, logo, é ignorado.

Em ciência a metodologia aplicada é o naturalismo metodológico, por meio dio qual não devemos criar entidades sobrenaturais para responder algo, uma vez que nada respondem, apenas empurram o problema.

Elyson Scafati disse...

Interesse pela verdade qualquer cientista possui. É por esse motivo que rejeitam excrescências religiosas como o criacionismo em todas as suas vertentes.

Evidências do fato evolução exitem sim, literalmente, às toneladas, bem como dentro de cada espécie (ou seu designer é tão sem criatividade que se valeu de uma única matriz?).

Aliás, quem fez o designer, de onde ele veio, por que fez o que fez? Ou ele é em alusão ao filme Pânico 4 "aquele de quem não falamos"?

Evidencias científicas do criacionismo não existem e se existirem, onde foram publicadas (em revista científica e com revisão por pares)? O mundo está esperando...

Ciência envolve testes, contestações das conclusões, evidências, comprovações e mudança constante.

Não é isso que se vê no criacionismo, onde se tudo se pauta pela fé (ex. deus, designer), onde há assuntos que não se contestam.

Trasicional é um termo errôneo. O que se fala em teoria evolutiva é fóssil com características de determinada espécie antecessora com uma espécie atual.

A maioria dos fósseis de transição não é antecessora direta de formas atuais.

A evolução das espécies é um processo contínuo. Assim, todos os organismos vivos, num dado momento, representam formas transicionais. Daí o erro de chamar um fóssil de transicional.

Todavia, algumas formas são importantes para perceber as relações filogenéticas entre grupos distintos.

O arqueoptérix é uma dessas formas, sendo um dinossauro com características ntecessoras de terópodes terrestres com características de ave. Mas não se trata de um antecessor das aves. Assim, como erroneamente vc aventa, o arqueopterix não é uma fraude.





Elyson Scafati disse...

Já os homens de Nebraska e de Piltdown, eu recomento que vc leia este link:

http://ceticismo.net/comportamento/tipicos-erros-criacionistas/parte-07-%E2%80%93-paleontologia-ii/

em suas partes 7 e 9.

Assim descobrir erros e fraudes, não invalida a metodologia científica. Pelo contrário, a fortalece. E, quem realiza este trabalho não são os pseudocientistas do criacionismo, mas cientistas de verdade, se valendo da metodologia científica.

Se a teoria evolutiva fosse algo tão ruim como vc acredita, não se teria feito nada com essas duas fraudes, que simplesmente não se encaixavam na arvore genealógica humana.

O que posso recomendar é que vc leia livros de biologia se quiser aprender algo, em vez de perambular por sites criacionistas e vir perder seu tempo aqui.

Vc não vai me convencer que um designer existe, exceto se vc trouxer uma evidência cabal deste ser e de que ele realmente é o tal designer demente, digo, inteligente.

No mais, todos os lados d uma história devem ser ouvidos, mas quando alguns lados só diz besteira, deve ser posto de lado.



Wallace Paulista disse...

Mesmo lenga-lenga ceticista... Acho q deve haver um curso básico de respostas prontas!
Eu me referi a pontos contra abiogenesis, evolução, pouco me importa, é só um pacote de mentiras forjadas!
Minha "crença" não é o problema, e sim essas mentiras pseudocientíficas q vc tanto sustenta (com achismos e hipóteses, ja q vos falta evidência), pois elas tem afastado e impedido muita gnt se achegar a verdade, aO Deus Criador de td.. Na falta de guiar-se pela luz, o resultado.. Bem, vc vê em qualquer cidade, jornal, esquina..
Não to te acusando de nada, creio eu ser vc só mais uma vítima dessa lavagem cerebral intelectual...
Na moral, vc acha mesmo que algo como a vida, em todas essas variedades e formas pode ter mesmo tido origem por processos inôrganicos, completamente disprovido de qualquer planejamento por trás de td?
Depois se ofendem com os jargões criacionistas do tipo: a vida sem um Criador é como um furacão passando por um ferro-velho e formar um Boeing! De fato é mais lógico que essa evolução!

A teoria é a instancia mais nobre... Pensei que tivesse sido as DESCOBERTAS! Algumas, inclusive ocorrendo sem querer hehe como a vulcanização, a pólvora, o raio X...

Bem, céticos falham, querendo ou n, no quesito do Criador, pedindo provas não se sabe de que tipo, e nem ao mesmo esperam a primeira evidência dessas pseudo-ciências... Ele deixou bem claro que o justo viverá pela fé, só o "vemos" por ela, (nem as religiões, crenças pagãs usavam esse método, sempre recorrendo a algo palpável como uma imagem fundida, amuletos, estrelas, Sol, lua, enfim)... Mas, como a verdadeira ciência é obra dEle, não deixa de ser um ótimo meio de fortalecer a fé no Autor de tudo!

Apesar de inconcebível, pela bíblia sabemos a razão de gnt ignorar tão abudantes sinais a favor do Criador.. E aceitarem tão prontamente a mentira!

Elyson Scafati disse...

Wallace, como eu já lhe disse, não perca seu tempo querendo converter os outros, muito menos vindo aqui torrar o saco.

O curso básico de respostas prontas se chama educação formal universitária, que nos faz ver claramente as baboseiras que religiosos querem nos enfiar goela abaixo, todas calcadas em falácias e sofismas.

O que eu escrevo aqui extraio de livros e trabalhos científicos. Vc não é obrigado a ler meu blog ou estudar.

Se vc acha que abiogênese, teoria evolutiva, dentre outros ramos da ciência são mentiras, faça uma tese e defenda seus pontos. Submeta-a a revisão por pares e a publique em revista científica. É só.

Os problemas das mazelas sociais não são causados pela ausência de deus, mas pela ausência de Estado nas sociedades.


Como já lhe disse: FAÇA PROVA DE SEU PLANEJADOR EM VEZ DE VALER-SE DE ARGUMENTOS DA IGNORÂNCIA, como a história do Boeing e o furacão, que é uma analogia completamente descabida. Veja por que:

http://cienciaxreligiao.blogspot.com.br/2009/03/segunda-lei-da-termodinamica-o-ma-fe.html

Vc até pode fazer descobertas. Elas são FATO. Todavia como vc explicaria a sua descoberta? Somente as teorias podem explicar as descobertas, usando seu exemplo, COMO a combinação entre enxofre e borracha cria o material vulcanizado? Aqui vc tem toda uma teoria química sobre modelos ligações covalentes que explica as ligações cruzadas de enxofre.

Elyson Scafati disse...

[Bem, céticos falham, querendo ou n, no quesito do Criador, pedindo provas não se sabe de que tipo, e nem ao mesmo esperam a primeira evidência dessas pseudo-ciências...]

Se vc afirma a existência de algo, a vc cabe o ônus da prova. Não se faça de desentendido saíndo pela tangente.

A evidência que lhe solicitei é a da existência concreta de seu criador demente, digo, inteligente.

Se vc se refere a pseudociência, , primeiro entenda o que é pseudociência e depois analise o criacionismo. Este sem dúvida assim como frenologia, astrologia e curandeirismo se encontra no campo das pseudociências.

Realmente fé é de que o criacionismo precisa. Ou seja, nada de argumentação racional.

Caso vc venha aqui fazer proselitismo de banheiro, lher aviso, seus próximos posts será rejeitados.

Agora, por que vc não respondeu as perguntas que lhe deixei acerca dos propósidos do criador demente, digo inteligente?

Procure responde-las de forma racional e não dizendo "É CULPA DO PECADO ORIGINAL". Essa argumentação não cola...

No mais, mostre que o seu deus é o mais verdadeiro que os "n" que existem por ai. Não vale usar argumento circular com base na bíblia.

Responda, quais são seus critérios para avaliar o que é verdade e o que é mentira?




Wallace Paulista disse...

Sequer sabemos o que é vida? Bem, na hora de atestar as teorias, até um amontoado de aminoacidos qualquer, um probionte é vida!

Bem, algumas ótimas perguntas, outras completamente pífias! Pq quando se trata de sua pseudo-ciência, nao surge uma duvida, questão sequer? Tds pontos confirmados pela ciência vc prontamente ignorou, difícil lidar com uma pessoa tão iludida por TE..

Quanto as que lidam com aparentes falhas na criação, catástrofes, seres nocivos, defeitos físicos, não existe outra resposta senão o que a bíblia atesta, que pelo pecado a morte, trevas, contaminou a criação, de maneira que a morte entrou tbm em nossa natureza (afinal envelhecemos e morremos), certamente por tamanha mácula ela diz que os céus e terra estão destinados ao fogo, e a serem substituídos por outros (2 Pe 3.10-13 e Apoc 21.1).. Em gênesis tbm diz que a Terra foi amaldicoada pelo pecado, e que produziria espinhos e cardos, o que de fato vai mais além do q a expressão aparenta dizer..
E Paulo tbm escreveu em Romanos 8 19-21 sobre a criação fica sujeita a "vaidade", e está cativa pela corrupção, "geme com dores de parto", o que só dá a entender que a criação perdeu seu primeiro estado, está se corrompendo, como que se deteriorando, enfim.. Se as 4 forças são os designers do Universo (de fato manter o Universo como é), então explique qual força deu inicio ao big-bang, quem reúniu toda matéria e forças num só ponto, e como elas operaram de modo tão sensacional que manteram todo o Universo com a mesma temperatura em tds lugares! Geniais mesmo elas são!

Wallace Paulista disse...

Lol ofendendo insistentemente um ser que pra tu não existe? Tendência céticista danada!
Nunca entenderei pq vcs enganosamente afirmam ser mente aberta, abertos a novidades, diálogos, mas qualquer afirmação contra essa pseudo-ciência já os faz perder o cavalheirismo! Desculpa, pela minha maneira de escrever, no começo eu só queria ser bem humorado, com história de calango, digievolução enfim, mas vendo tua dureza e falta de respostas sem apelar pra essa subjetividade evolucionista, me perdi :\
é duro ter de tratar com essa bendita onda evolucionista, sei que é difícil ir contra ela, já que é ensinada em instituições que deveriam ser de ensino, ciência, educação.... Paciência para comigo, plz!

Elyson Scafati disse...

Wallace se vc está com problemas de solidão ou desejo de conversar com alguém blz.

Vida se resume em uma coisa bem simples como a conhecemos: deve ter um metabolismo, e passar suas características adiante.

A primeira condição é necessária e suficiente e a segunda é necessária porém não suficiente (ex. uma mula é vida - tem metabolismo, mas não se reproduz, um príon ou um vírus se reproduzem mas não têm metabolismo).

Já que minhas perguntas são pífias por que vc não as responde? Não tem respostas? É isso? O que vc se vale aqui é da falácia do avião.

Caramba, vc é daqueles crias idiotizados pelo pastor mesmo!!! Mais uma vez: A CIÊNCIA SE CONSTRÓI NA DÚVIDA E NÃO NA CERTEZA. A CERTEZA É O INCONTESTÁVEL = DOGMA. A CIÊNCIA ESTÁ ABERTA A QUESTIONAMENTOS, DESDE QUE PLAUSÍVEIS.

sabia que sua resposta sobre defeitos viria calcada na bíblia (vcs crias são tão previsíveis...).

Doençãs, ocorrem por defeitos nos genes ao se copiarem, não por conta de pecado.

Morte natural, todo o ser vivo têm um prazo de validade que vem impresso em sua genética.

Hj pela física de ponta (teoria das supercordas) estamos tendo uma compreensão (ainda que indireta) de que existem infinitos universos paralelos, nascendo e morrendo no tempo de Planck.

Por esta teoria, um universo surge pelo choque entre branas de dois ou mais universos, sendo que toda a matéria e energia desses universos provêm da energia desprendida nesse choque.

estou escrevendo um artigo sobre universos paralelos e lhe adianto que as constantes do univeros podem sim ser modificadas e assim resultarem em universos com propriedades bem distintas do nosso e com potencial para a vida.

Ou seja, esqueça esse lance de afinação perfeita. É o que se chama princípio antrápico.

Elyson Scafati disse...

Onde apelei para sibjetividades? Qualquer ciência é OBJETIVA, diferentemente de crença religiosa que é SUBJETIVA a cada grupo.

Quem chegou aqui com subjetivismos foi vc.

teoria evolutiva não se trata de uma onda ou modinha progressista, assim como não o são qq forma de conhecimento objetivo.

As ciências buscam estudar COMO fatos se desenrolam e não pr que ou por quem, sendo essas duas perguntas classificadas como "idiotas" no mundo científico.

A pergunta não é "QUEM" fez o universo,ou "POR QUE" o universo existe, mas "COMO" surgiu o universo.

Quanto ao proselitismo bíblico, aprenda a ler a bíblia corretamente e não a repeti-la como um papagaio. Extraia dela lições para a vida em vez de vê-la como algo literal.

O literalismo faz vc perder a essência de uma história ou texto sagrado. Eles devem ser entendidos como mitos onde está sempre contido "um moral da estória".

Elyson Scafati disse...

Realmente, não tenho mais saco com criacionistas.

São como portas. Vivem repetindo infindavelmente as mesmas baboseiras e tampando os ouvidos e dizendo "lalala", mesmo que se demonstre a eles que estão errados.

Se mentir é coisa do demo, vcs estão em maus lençóis...

Elyson Scafati disse...

Obs. príons e vírus não se consideram como vida.

Quando me referi a sequer sabemos o que é vida, me referi a possíveis formas de vida pelo universo e não à vida como a conhecemos.

É um solipismo achar que somente nós somos as formas de vida prováveis no universo.

O que pode acontecer? Sei lá. Temos de encontrar uma vida 2.0 para saber quais as nuances que a palavra vida pode assumir e que regras essa vida segue.

Essa vida dependerá da estrela mãe de seu planeta, da gravidade, do ambiente e clima deste referido planeta, das reações químicas que a originaram.

Porém, uma coisa é certa, os blocos da vida se encontram por todo o universo, ou seja, as reações orgânicas que os constituem são catalisadas por raios ultravioleta e mesmo por raios cósmicos.

Assim, é possível que sua matriz de construção seja a mesma quea nossa e que eventualmente siga caminhos evolutivos como os seguidos aqui na Terra, mesmo podendo haver vida inteligente.

Se forem inteligentes, como seria a cara ou o temperamento do deus deles, se possuírem um?

Wallace Paulista disse...

Ok, dar uma passadinha por suas perguntas (que vc fez questão de levantar após alguns pontos mencionados a favor de um design, rs sentir-se acuado diante de tantos fatos é normal)

qual o propósito de haver um cinturão de asteróides entre marte e Jupiter? Não sei
Qual o propósito de haver o cinturão de Kuiper e a nuvem Oort repletas de cometas que podem nos "mandar para o saco"?
Não sei, mas não se preocupe, temos os planetas gigantes pra nos proteger :)

Qual o propósito de nossa lua estar se afastando e de nosso sol estar morrendo?
Infelizmente, pro azar dos teóricos e anti-Deus, ela está sim se afastando, 4 cm por ano ñ é nada, mas enfim, graças a isso, dá pra saber que a Terra não passa nem perto de ter 4.6 bilhões de anos hahaha, pq olhando por esse fato da Lua se afastar, estudiosos não dão nem 750 milhões de anos, uns 20% da idade pregada por aí.. Sem mencionar a teoria patética sobre o surgimento dela! E não se preocupe com o Sol, haverá nossos céus e terra..

Quam o propósito de nosso planeta ter forças avassaladoras como vulcões e terremotos?
essa atividade magmática, tectônica, tem sua importância: http://mundoestranho.abril.com.br/materia/o-interior-da-terra-pode-esfriar-totalmente

Qual o propósito de o criador inteligente ter feito bactérias, protozoários e vermes parasitas, todos com um design perfeito que podem nos matar?
Esses microrganismos não são tds letais, perigosos, pergunte as bactérias que habitam nosso intestino... Mas é aquele negócio, terra amaldiçoada graças ao pecado, parece que td conspira contra a humanidade, que tá longe de ser um produto da evolução e seleção natural, nós na selva, sem pêlos, garras, fogo, ferramentas, extinção certa..

Qual o propósito do criador inteligente ter deixado dinossauros dominarem a terra por mais de 200 mi de anos e depois destruir tudo com um meteóro e fazer as armadilhas do decam explodirem?
Fábulas contam? Essas datações, suposições não tem comprovação alguma...

Wallace Paulista disse...

Qual teria sido o propósito da extição permo-triássica, das diversas idades do gelo e da extinção de demais hominídeos e da megafauna mamífera?
De novo? Como vou responder uma suposição sem provas? Demais hominídeos? Hahaha deve ta falando do homem de Java, Piltdown... Só pode srsr

Qual o propósito do criador inteligente ter feito zilhões de galáxias se estamos confinados aqui?
Como assim confinados? Sabe como é né, Deus tinha que demonstrar um pouquinho do poder dEle, que que tem zilhões de galáxias, melhor que tem mais trabalho pros astronomos!

Qual o propósito de estrelas terem um final apoteótico dependendo de seu tamanho e representarem um risco terrível para suas vizinhanças (digo milhares de anos-luz longe delas), criando as coisas mais mortais que o universo já viu? Olha que até tem uma cujo eixo aponta para nós...

Vai saber... Porém não sei pra que os astrônomos vivem inventando fins do mundo, divulgando e incutindo medo a toa?

Qual seria o motivo de nascerem seres vivos defeituosos (no caso mais emblemático animais com deficiências físicas e mentais)?
Ja respondi
Qual seria a razão de leoas amarem leões com jubas morenas (menos suscetíveis a parasitas) e não serem chegadas nos loirinhos, sendo que o calor da savana é terrível para uma cor preta de juba?
Tsc, fala sério...
Qual seria a razão da cauda gigante de um pavão, que indica saúde mas coloca este animal em risco?
Pois é, mas eles ainda exitem né, não foram extintos apesar desse 'defeito'! Segundo a evolução, funcional e implacável, qual é o objetivo dela?
Qual a razão do cervo vermelho ter de suportar uma galhada gigante para agradar as fêmeas se isso põe sua vida em risco?
evolução? rs
Qual a razão de um guepardo ser um especialista e de mais de 60% de suas crias morrerem?

Qual a razão de nossos joelhos e colunas serem tão ruins?
O que vc recomendaria pra anatomia humana? Meus joelhos tão ótimos, pelo menos.. Nossa, falando nisso me lembrei do caso de minha mãe, desde criancinha até adulta, tinha um problema no joelho que com frequência a rótula se deslocava, seja por uma queda, degraus, uma batida no local.. Porém, "por coincidência" hoje, após alguns anos de conversão, nunca mais esse fato ocorreu, mesmo morando numa casa de andar com duas escadas...

Wallace Paulista disse...

Toneladas de evidências? COm certeza vc está se referindo ao peso dos livros de biologia hahaha

Antes de perguntar a pergunta quem criou o designer, averigue primeiro todos os fatos, tenha certeza de que Ele ñ existe, e então poderá levar sua vida de cético! Pq criar razões pra negar-Lo é no mínimo insensato, distorcendo e mau interpretando a bíblia, ignorando as muitas "coincidências" que permitem a vida existir, a extensão e arranjo do Universo..

Pra tentar corroborar suas teorias, apelam pra inúmeras suposições, tipo a o origem da vida, que pode ter sido por panspermia, evoluindo da suposta sopa primitiva, ou implantada por aliens! Engraçado olhar a primeira, que tremenda coincidência, a vida "sair" de um planeta longinquo, resistindo a todo revés do espaço sideral, radiação, calor, frio, e "por sorte" cair num planeta ideal como a Terra, com água abundante, órbita perfeita ao redor de uma estrela de tamanho ideal, numa localização bacana na galáxia, etc.. Esses teóricos se superam nas viagens rs

Ainda não foi demonstrado como mutações possam ser benéficas, sendo que segundo a TE, pela quantidade absurda de variedades de espécies, gêneros, filos, reinos, devem ter ocorrido bem-sucedidamente por milhões de vezes.. E como ocorreu efetivamente a modificação, implementação do código genético que foi necessária pra uma espécie superior surgir de uma inferior..

E pq a vida teve de evoluir? Vaidade? Uma bactéria já taria bom demais, elas existem até hoje, dominam o mundo, ninguém pode com elas rs

Elyson Scafati disse...

Wallace, que fatos o Di apresenta? Acho que esqueceram de revisá-los por pares e de publicá-los em revista científica...

Planetões, às vezes, não nos protegem, pelo contrário, servem como um estilingue para arremessar corpos celestes para dentro do sistema solar.

A Lua já esteve muito mais perto da Terra sim. Já tivemos dias de 8 hs. O que afasta a lua de nós é algo chmado movimento de maré e, à medida que um corpo se afasta, este movimento se acelera, uma vez que a influência gravitacional da Terra se reduz com a distância. Então a sua alegação que o afastamento da Lua indica uma Terra jovem é infundada.

A Terra também está se afastando do sol, pela mesma causa. mas esse afastamento é bem mais tênue que o da Lua.

Haverá outros céus... hahahaha!!! Querido, vc, assim como qq pessoa desse mundo irá morrer e retornar ao ciclo do planeta, até que nosso sol colapse, se apague e extinga a vida por aqui. Essa será sua reencarnação e o seu fim com deus: vc veio do pó e retornará para o pó; "DAS ESTRELAS".

Vulcões e terremotos reciclam o solo e a atmosfera e assim propiciam que a vida continue por aqui. Mas o criador demente poderia ter feito algo bem mais simples já que é tão inteligente e superpoderoso poderia ter pensado em algo mais sutil.

Quanto às bactérias, sua resposta foi IDIOTA. Sofra um acidente em seu intestino e verá que legal a sua vida se tornará. Coma algo estragado ou contraia uma bactéria como H. pylori e sentirá dores terríveis em seu estômago, contraia uma giardiose e cagará até morrer, arrume uma babesiose e definhará de forma terrível, adquira uma esquistossomose, filariose ou uma solitária; sua vida será muito mais legal...vc até pode encontrar deus mais rápido (talvez este tenha sido o intuito dele ao criar essas coisas). Mas vamos a seriedade, isso é evolução. esses caras aprenderam a viver dos outros.

Querido, astronomos não inventam fins do mundo. Isso é obra de religioso que está morto em vida, como muitos cristãos fundamentalistas e sua má compreensão do que é o apocalipse. Fim da Terra e do univeros acontecerão, sim, acontecerão. Mas pode ficar tranquilo; provavelmente nem mais haverá humanos. estamos aqui só de passagem, uma breve passagem.

Dinossauros vivendo há 200 mi de anos são fábulas... cara, vá estudar um pouco, seja menos ignorante. Talvez Noé tenha tido um brontossauro para ajudar a construir a arca, igual os Flintstones. essa vc passou seu atestado de ignorância, certificado em cartório (KKKKKK).


Elyson Scafati disse...

Extinção permo-triássica uma fábula... Mais uma vez vc deixa "a digital do ignorante por aqui.

Sobre hominídeos me referi ao erectus, habilis a. ramidus, a. afarensis, neandesthais, denisovianos, hobbits, dentre outros e não ao piltdown, que parece que vc não leu o link indicado sobre como inventaram e descobriram a farsa.

Sim, estamos confinados aqui, pois nem que viajássemos à velocidade da luz chegariamos a qq galáxia. Quanto a alternativas de viagens como buracos de minhoca, isso demandaria tanta energia, tal como a criação deum universo. Resumindo não dá. Estamos confinados aqui.

Sobre seres vivos defeituosos, a sua resposta foi idiota.

Sobre leões e pavões e demais, vá estudar um pouco. Isso se chama seleção sexual. Cauda longa e galhada robusta representa um animal saudável e forte, embora seja um risco. Serão extintos por conta disso? Não. Mas é um projeto muito mal feito, que está mais para um "STUPID DESIGN".

Sobre sua mãe, o que explica ela não ter mais problemas é que ela, com a idade, passou a tomar mais cuidado com os joelhos, é isso. Conversão, não cura ninguém. Muitas vezes ela faz um efeito placebo ou resolve suas crises emocionais e vc não mais somatiza doenças.

Elyson Scafati disse...

Toneladas de evidências, sim: já ouviu falar de fósseis e de análise filogenética pelo DNA? Livros somente registeam o que é descoberto, e, depois de muito tempo até o conhecimento estar corroborado.

Acho que vc deve estar curtindo com a minha cara. Vc acha que eu não sei o que é comunicação científica?

Querido falácia da inversão do ônus da prova não cola. Vc faz a alegação do designer. Cabe a vc provar que este ser exótico existe e não a mim de provar que ele não existe.

Coincidências podem existir e existem em muitas coisas (e.g. o caso da evolução convergente). Mas muitas vezes elas não tem relação alguma, como o ex. citado.

Há muitos mitos de criação por ai. Prove que o bíblico é o verdadeiro em detrimento dos demais. Faça uma tese derrubando toda a base científica até então existente, estabeleça a bíblia como a verdadeira criação, revise sua tese por pares e publique em revista científica. ai passarei a dar crédito para vc, sua bíblia e seus mitos. No mais, use sua bíblia como papel higiênico, pois vc sequer sabe lê-la e interpretá-la corretamente.

As origens da vida ainda são um quebra cabeça intrincado onde temos apenas algumas peças. Todavia, não saber como algo ocorreu, não o autoriza a dizer "foi deus ou o Et". Isso é a falácia do argumento da ignorância aliado à preguiça mental, típica de ignorantes fundamentalistas.

Para se entender algo, deve-se perguntas COMO e essa pergunta demanda muito trabalho. Não é sentar a bunda na igreja e ler a "briba" e ouvir as asneiras de um pastor e achar que tem as respostas para tudo.

Panspermia até pode ser uma hipótese plausível, mas até agora não foi confirmada, pelo contrário foi rechaçada com aquele meteóro que todos acharam ter vida fossilizada.

Mas blocos de construção como aminoácidos, alcoois, cetonas, aldeídos, alifáticos, aromáticos e gorduras podem sim fazer viagens em meteóros e cometas.

Cheire um condrito carbonado. Uns tem cheiro de cocô, outrosd de lixo, de vômito, de urina velha, de carne podre. Isso quer dizer que tem produtos orgânicos lá dentro e foram conservados em vez de incinerados. Ou seja, a vida pode sim ter vindo de fora, ao menos parte dela.

Pode mesmo ter encontrado lugares como Marte, Enceladus e Europa, ou ter nascido lá mesmo. Europa e Enceladus são lugares promissores, pois tem um mar submerso e fontes termais ocasionadas por movimentos de maré. Seriam mundinhos ideais para vidas até o estágio de algo similar a artrópodes e mesmo peixes.

Aqui na Terra temos ambientes assim, que se o sol pifar, não fará diferença (as fumarolas).

Elyson Scafati disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Elyson Scafati disse...


TRABALHOS CIETÍFICOS COMPROVANDO MACROEVOLUÇÃO POR MECANISMO DARWINIANO? Pois não:


- Gingerich, P. D. (1987). "Evolution and the fossil record: patterns, rates, and processes". Canadian Journal of Zoology 65 (5): 1053–1060.

- Rice, W.R.; Hostert (1993). "Laboratory experiments on speciation: what have we learned in 40 years". Evolution 47 (6): 1637–1653.


- Hedges, S. B. (1994) "Molecular evidence for the origin of birds." PNAS 91: 2621-2624.


- Hedges, S. B. and Poling, L. L. (1999) "A molecular phylogeny of reptiles." Science 283: 998-1001.


- Rieseberg LH, Willis JH (August 2007). "Plant Speciation". Science 317 (5840): 910–4.


- Reznick DN, Ricklefs RE (February 2009). "Darwin's bridge between microevolution and macroevolution". Nature 457 (7231): 837–42.

...sendo que o último é de 2009, bem recente!


Como já lhe disse, POR QUE é uma pergunta idiota que enseja propósito. A pergunta correta é COMO A VIDA EVOLUIU e para tal há muitas teorias que se complementam:

Comece lendo a wiki mesmo:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Evid%C3%AAncias_da_evolu%C3%A7%C3%A3o

http://pt.wikipedia.org/wiki/Evolu%C3%A7%C3%A3o

http://en.wikipedia.org/wiki/Modern_evolutionary_synthesis

http://en.wikipedia.org/wiki/Abiogenesis


Se não estiver contente com isso vá ao PNAS e procure trabalhos sobre teoria evolutiva e origens da vida. Tem um monte de coisa por lá.

Aqui trabalhos sobre hiperciclos (um dos caminhos para as origens da vida), com base na ideia de Manfred Eigen (esses aceredito que vc não terá nível intelectual para entender).

http://link.springer.com/article/10.1007%2FBF00420631?LI=true#page-1

http://homepage.univie.ac.at/karl.sigmund/eigenetal0001.pdf

http://complex.upf.es/~josep/BIF_PHASETRANS_HYPERCYCLES.pdf


A última recomendação: vá estudar um pouco. Depois discutiremos. Menos bíblia, menos proselitismo de banheiro e mais leitura concreta tá bom? Ignorância tem cura.

Elyson Scafati disse...

Wallace, se vc continuar com essa falta de fundamentação e argumentação vazia, não responderei mais aos seus posts.

Seus erros, já estou cansado de rebate-los.

São muito comuns no mundo mágico do criacionismo.

Inclusive eles são apresentados insistente mente por: Duane "Crook" Guish, Ray "Bananaman" Comfort, Michael "Alienated" Behe, Willian "Stoned" Dembski, Lane "Charlatan" Craig, Naor "Quadrúpede" Neves, Adalto "Anta" Lourenço, Marcelo "Larápio" Crivella, Fernando "Jumento" Iglêsias e " Enézio "Desonesto" de Almeida, dentre outros ícones do criacionismo nacional e internacional.

Os erros são gritantes. Sem dúvida são pura má fé quando vêm de cientistas e ignorância quando advindo de seres desprezíveis como pastores.

Vcs "crias" não tem compromisso com a verdade. O que querem é fazer proselitismo e propaganda de suas igrejas.

Vivem se valendo de falácias e sofismas em seus argumentos, quando não, cometendo erros gritantes que até uma criança sabe refutar.

Dawkins tem razão ao dizer que não se deve dar verniz a criacionistas e que estes são uma desgraça para a espécie humana.

Quanto a mim, minha vida é minha. Se sou cético, quanto as suas crenças, é uma opção a que tenho direito, garantida pela nossa Constituição.

Por essa razão estou me lixando para seus deuses e crenças. Aliás, mostre que seu deus é o verdadeiro deus em detrimento dos "n" que existem por ai. Como já lhe disse, não vale se valer da circularidade. traga evidência concretas disso.


Wallace Paulista disse...

Meu querido, tá bom, já 'incomodei' demais, querer respostas, inquirir, conhecimento, é td ótimo, só o que lamento é que principalmente após o iluminismo, os intelectuais (provavelmente por causa da maldita i.católica)criaram um movimento quase religioso querendo exaltar a criação, a criatura acima do próprio Criador, excluir-Lo de td, postar a ciência como contrária a fé, a Deus, de fato ela pode ser contra a mentalidade religiosa, como a católica, que pregava geocentrismo, Terra plana, enfim, mas a bíblia não ensina nada disso :)

Mas contra o próprio Deus que a criou nunca! Lógico que Ele, como ser onipotente, espiritual, não é regido e limitado pelas leis que criou, pode fazer coisas inexplicáveis, jumento que fala, homem do pó (apesar que quimicamente somos semelhantes rs de fato), a mulher de sua costela (ou uma parte dele, dependendo da tradução) etc.. Mas qualquer pessoa imparcial notará, conforme a ciência descobre nossas verdades, fatos, que é impossível todo esse arranjo ser algo casual, não-planejado, fato é fato..

Me explique como o criacionismo pode ser pior que o evolucionismo? Hitler deve muito a última: http://www.chamada.com.br/mensagens/fatos_criacao.html

Lógico, vc vai rejeitar, afinal é um site cristão, mas quem é que vai divulgar algo que contamine o dogma da TE, já que toda mídia é a favor dela, muito fácil vir e dizer que Hitler era cristão (hahaha), só que ser cristão é diferente de querer pagar uma de messias ariânico..
E mídia adora divulgar mentiras, coisas que não prestam, evolução é prato cheio!

Pode falar mau dos pastores, tem lobos ali no meio decerto, mas pelo menos os corretos fazem algo de bom pra humanidade, que não é apenas uma espécie animal, tem necessidades pessoais, sentimentais, espirituais, emocionais, enfim... E ainda bem que não foi nenhum pastor que criou armas nucleares, biológicas, modifica bactérias, vírus em laboratório, maneiras de sintetizar novas drogas, automatizações que tiram empregos, químicas usadas na agricultura e pecuária pra aumentar produção, controle de pragas, que vem atingir a nós próprios, novas tecnologias que alienam mais e mais a juventude, as pessoas em geral, transmitem pornografia, ideais psicopatas como neonazismo, racismo, etc...

Incrível como após esse salto tecnológico dos últimos séculos o meio ambiente foi devastado, a atmosfera, houve um boom no número de assassinatos (guerras, crimes, enfim) uma deterioração da sociedade, dos relacionamentos, depressão, estresse, má alimentação, abismo econômico, desilusão com a vida..

Ah, complementando sobre minha mãe, ela faz faxina toda semana, tem 43 anos, vivemos numa cidade cheia de ladeiras, elas tem muitos afazeres, em casa, na igreja, já foi curada de labirintite, uma infecção no trato urinário, só tenho a lamentar por tds que privam-se a si mesmos dessa eficaz e gratuita ferramenta, parece melhor ser aberto igual carne no açougue, se encher de drogas e seus diversos efeitos colaterais!

No mais, meu caro, boa-sorte, tudo de bom pra vc e sua família ;)

Elyson Scafati disse...

Wallace, A igreja católica não tem nada com o movimento iluminista, promovido por intelectuais europeus do sec. XVIII, que apenas levou o raciocínio crítico a todos os sistemas de conhecimento.

Isso já era praticado na Grécia antiga e ficou adormecido até o período iluminista.

Quanto a milagres bíblicos, vc não deve crer nisso literalmente. Esses dizeres possuem um sentido apenas figurado.

E.g. a mulher sair da costela significa: eu sou homem, portanto eu mando, pois vc, mulher é um pedasso de mim.

Isso tem a ver com a transição social do matriarcado para o patriarcado. Ou seja, quando os clãs humanos começaram a se tornar maiores e aprenderam a dominar animais e plantas , outros passaram a invadir e tomar as coisas alheias.

Quem defendia: Os homens, logo tomaram seu lugar na sociedade como guerreiros e não como agricultores ou pastores.

Abel e Caim é o triunfo da agricultura sobre a domesticação de animais. Por isso Abel morre e caim fica vivo carregando um fardo, que pode ser entendido com um sentido dúbio: benção ou a maldição de deus. Ou seja, se vc depende da agricultura vc pode ou não ter a comida. Já dos animais, é só ir atrás deles.

Elyson Scafati disse...

Tava demorando para a lei de Godwin aparecer... Mas esse problema de ignorância histórico-filosófica tem cura.

Primeiro vc deve entender que darwinismo social não se trata de ciência, mas de ideologia.

Este termo foi popopularizado em 1944 pelo historiador americano Richard Hofstadter.

Esta ideologia surge na Inglaterra ao início da revolução industrial, popularizado por Herbert Spencer, dizendo que os mais pobres eram os menos aptos à viver e, portanto os menos evoluídos, o que serviu como justificativa para o imperalismo europeu capitalista.

Já, a eugenia foi cunhada por Francis Galton em 1883 que era o "estudo" dos agentes sob controle social, que podem melhorar ou empobrecer as qualidades raciais das futuras gerações, seja física ou mentalmente. Também isso não tem nada de ciência; é pura ideologia, pois faltou a análise do meio em que a pessoa vive.

Na Grécia isso já ocorria, conforme se verifica na República de Platão , onde a sociedade humana deveria se aperfeiçoar por processos seletivos.

Na Alemanha a ideia de eugenia toma vulto com o ensaio do conde Gobineau, datado de 1854. Para ele, o Brasil era um país sem futuro, devido ao excesso de mestiços degenerados e estereis e de "raças inferiores". Isso justificava essa "geente de segunda classe" serem mantidos apenas como serviçais e em subprofissões, onde poderiam ser explorados, pois eram vistos como algo um pouco além de um animal.

Mal sabia ele que a raça humana é apenas uma...

A eugenia nazista, inciada com as Leis de Nuremberg, em 1935, tinha como foco eliminar: criminosos, degenerados, dissidentes, deficientes mentais, homossexuais, vadios, insanos e fracos, judeus, ciganos, mestiços e negros.

Os indivíduos de segunda classe seriam eslavos, latinos, povos de origem céltica e germânicos não alemães. Tudo feito em prol da pureza da "raça ariana".

A pureza racial alemã era uma crença ideológica que atuou como uma teoria nazista de superioridade racial, que culminou em um genocídio.

Assim, aprenda a separar o que é científico do que é ideologia.

A teoria evolutiva é uma ciência e tem suas evidências confirmadas.

Já tudo o que eu apresentei acima é ideologia; não tem fundamento lógico-científico.

Seu raciocínio é tão ridículo como dizer que a teoria atômica foi a responsãvel pelas armas nucleares jogadas no Japão e pela guerra fria.

Sobre o site cristão, dizer que hitler se valeu da teoria evolutiva para promover um genocídio é uma grande estupidez.

Típica de quem não sabe NADA de história.

É tal como dizer que os ateus, com base no comunismo foram os maiores assassinos da história.

Bem dizia Nietzsche:


"O cristão comum é uma figura deplorável, um ser que não sabe contar até três, e que, justamente por sua incapacidade mental, não mereceria ser punido tão duramente quanto promete o cristianismo."

Elyson Scafati disse...

Não nego que temos padres e pastores bons e lixo humano no meio deles.

Tem caras que levam seu trabalho a sério como tem os que não levam.

Lideres religiosos podem ser muito prejudiciais à sociedade, principalmente quando incitam o ódio contra determinados grupos. É o que fazem determinadas igrejas contra homossexuais, pessoas que seguem cultos diferentes.

Maior dano ocorre principalmente quando se metem em política e promovem a ignorância, que é transformar a bíblia em um livro de ciências, prática comum no seio do criacionismo.

Isso não prepara o aluno para uma carreira científica séria. O cara vai virar um Adauto "Anta" Lourenço da vida e sair por ai falando um monte de asneiras.

O criacionismo faz a má religião, pois a leva ao ridículo e a má ciência, pois ensina uma visão completamente sem nexo da realidade.

Automação não tira o emprego de ninguém. Ela elimina postos de trabalho danosos à saúde humana.

Trabalhador doente ou inválido custa para o Estado e quem paga é vc por meio de seus tributos. E, a empresa toma ação judicial.

A maioria das modificações genéticas que se faz em laboratório é para procurar entender como vírus e bactérias funcionam, para combatê-los ou usá-los como medicamentos.

Vc conhece uma coisa chamada vacina?

Modificações genéticas em plantas, fertilizantes e pesticidas são para as pessoas poderem comer.

Vc sabe o que é alimentar 7 bilhões de bocas?

O que se deseja são pantas que cresção mais rápido, dependendo menos de fertilizantes e que se criem pesticidas inofensivos a seres humanos. Lembre-se pessoa doente = prejuízo para o Estado e ação judicial contra a empresa.

Armas nucleares foram um mal necessário nas décadas de 60 e 70. Porém, hj a pesquisa nuclear é voltada para a saúde (tratamentos de tumores malignos) e energia (pesquisas sobre a fusão a frio).

Se as pessoas estão se tornando idiotas, não é por culpa da tecnologia. Mas de seu mau uso. Eu tenho celular, computador, I-ped, etc. Uso isso para trabalhar e para fazer minhas pesquisas.

Os problemas que as sociedades enfrentam sempre existiram. Hj estão potencializados pelo maior número de pessoas e pela velocidade da mídia. O que temos de informação hj em 10 hs demorava um ano para circular na idade média.

Em alguns lugares de fato a miséria cresceu, principalmente na África, pós colonialista e Oriente Médio. Esses caras ainda vivem em regime tribal e querem continuar assim. Pois então que fiquem.

Há ambientes devastados, sim. Principalmente em países africanos, na Indochina e América do Sul, onde companhias madereiras européias barbarizam, enquanto pousam em seus países de protetores do ambiente.





Elyson Scafati disse...

Sua mãe devia ter problemas emocionais e a igreja foi uma boa forma de curá-los. Se o seu emocional vai mal, seu físico vai mal.

Conheço gente que foi ao psiquiatra e se curou de bursite, úlcera, problemas cardíacos, problémas de osteoporose e tudo mais.

A ferramenta usada na igreja e no centro espírita é tratar o emocional agarrando-se e confiando sua cura a deus. Dá certo? É claro que sim, vc cura seu emocional e não somatiza mais o seu sofrimento.

Wallace Paulista disse...

Mas meu caro Elyson, pq não deveria eu crer nos milagres bíblicos? Sò pq a ciência não pode explicar ou reproduzir? Lamento muito por isso, mas é assim que funciona, por isso Deus pede inúmeras vezes pra se ter fé, somente isso! No mais, viva a ciência, a lógica, não devemos abrir mão delas, virar fanáticos, tem de haver equilíbrio!

Não tem nada dessa interpretação machista tua da mulher sair das costelas de Adão pra ser um capacho dele,como pode alguém se achar um mentor guiado pela lógica e razão distorcer as coisas assim? Depois acham ruim quando expomos as mentiras e males da TE! Tranquilo...

"Mal sabia ele que a raça humana é apenas uma..." Verdade, em pleno século XIX não tinha como saber isso né... Mas taí o mistério, quase 18 séculos antes Paulo afirmou aos atenienses:

"E de um só sangue(ou de um só) (Deus) fez toda a geração dos homens, para habitar sobre toda a face da terra, determinando os tempos já dantes ordenados, e os limites da sua habitação;" (Atos 17 : 26)

Afirmou mais uma verdade, o ateísmo, assim como os religiosos (gnt que segue uma religião, doutrinas e tradições, dogmas, inventados por homens, acham que servem a Deus mas não servem, senão não fariam nada de ruim como fizeram com guerras 'santas', Cruzadas, Inquisição, teoria da prosperidade, suicídios em massa enfim) causou e causará tantas mortes, afinal, não há Deus pra julgar, não somos todos iguais, igualmente importantes, mas seres descartáveis, números, pária, segundo esses ideais.. Mas no final das histórias, pro mundo é o cristianismo que é mal, é mole? Acho errado sim, cristão se envolver na política, impor leis como obrigar orações e tal, não se pode obrigar ninguém a nada, isso é religiosidade, alienação da verdadeira vontade de Deus, que até diz na bíblia: "Não por força nem por poder, mas pelo meu Espírito, diz o Senhor dos exércitos" Zc 4.6

Mas se impor leis, governo baseado na bíblia é ruim, o que se dirá de um Estado baseado no materialismo, capitalismo, parece legalzinho, mas td dependendo de superavit, crescimento sem fim, e o pior, quando não houver mais matéria-prima, floresta, rios, fauna, o pessoal já prevê guerras por causa de água, mas pq diabos não fazem nada pra evitar? Imagina só qual seria o ponto de chamar um doente de prejuízo, só neste mundo capitalista mesmo!

Wallace Paulista disse...

Não to dizendo que a teoria atômica foi a responsável, foi o "gênio" do Einstein que ajudou a trazer essa desgraça pro mundo, mas ninguém reclama dele, protegendo o ídolo rs
Não existe absolutamente mal algum que seja necessário, mas é o que resta né, a própria humanidade traz destruição a si mesma, uns querendo destruir e dominar os outros, nunca muda, nunca melhora, vcs teóricos tem qual explicação pra isso? Se conseguem fazer o impossível q é dar uma origem totalmente natural e material pra origem de td...

Que tipo de pergunta é essa? Duvido que falte comida, o tanto que é desperdiçado nos restaurantes, mercados, festas e td, tá é sobrando, mas eu te pergunto? Os poderosos dão a mínima pros pobres? Principalmente os países colonizadores, que nem satisfação dão... É bom mesmo povos que preservam suas culturas, costumes, já pensou todo mundo nesse consumismo inútil? Já era mundo!


Quer dizer que problema emocional desloca a rótula? lol
De fato, a mente, o estado emocional influi muito na saúde, não a toa a bíblia já alertava sobre isso milhares de anos antes de Freud existir:

"O coração alegre é como o bom remédio, mas o espírito abatido seca até os ossos." (Provérbios 17 : 22)

"O sentimento sadio é vida para o corpo, mas a inveja é podridão para os ossos." (Provérbios 14 : 30)

"Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças." (Filipenses 4 : 6)

"Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós." (I Pedro 5 : 7)

"Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai." (Filipenses 4 : 8)

Mas neste caso meu caro, é milagre mesmo, nunca vi emoções deslocando nada, ainda mais de alguém que já nasceu com esse problema! Já pensou ela ter de esperar por operação, no SUS, passar na faca, capas de ficar pior? Melhor a fé mesmo hehe

Elyson Scafati disse...

Wallace, não confunda o insondado com o insondável. Tudo o que acontece no mundo natural tem um explicação natural. Jogar para o sobrenatural não resolve a questão.

Os deuses não pedem para se ter fé. Isso é um pedido dos homens que acham que sabe o que seus deuses querem.

Quanto à exposição que eu lhe trouxe sobre o mito de Adão e Eva, vou lhe explicar uma coisa:

Quando era criança e adolescente, fiz uma coisa chamada Yeshiva, que se trata da escola judaica de aprendizado da religião.

Na Yeshiva se analisam não apenas a bíblia chamada Tanak ( a tradição oral compilada), composta de Torá (o pentateuco) , Nevim (os profetas) e Ketuvim (os escritos), mas outras coisas como o Talmud da Babilônia e o de Jerusalém, que são as discussões rabinicas sobre ética, costumes e história judaica; a Mishná ( a redação da tradição oral); a gemará ( que contém comentários e análise da Mishná; a Baraita (comentários fora da Mishna); o Zohar (os comentários místicos sobre a Tora) e o Sefer Yetzirah ( o corpo da Cabalah) e a cabalah propriamente dita(a investigação da natureza divina). Também analisamos o novo testamento, livros gnósticos e apócrifos (desses dois, ao menos o que sobrou deles).

Resumindo, nosso material é bem mais rico que uma arremedo mal feito de nossos livros chamado bíblia cristã.

Essa interpretação do mito de Adão e Eva é a mais aceita, sabe por que? Porque há um mito anterior chamado mito de Lillith que foi a primeira mulher de Adão criada do barro em pé de igualdade.

Esse mito estava na fase de transição do matriarcalismo para o patriarcalismo, há mais ou menos uns 5 mil A.C.

Resultado: Lillith foi amaldiçoada por reivindicar sua igualdade (há uma treta sexual entre ela e Adão). Seu prêmio: viver com Samael (veneno de Deus - o acusador, o sedutor e o destruidor - ao menos lhe deu a igualdade) e ser a mãe das bestas vampiras que o cristianismo chama de súcubos e íncubos. Até hj dentre os judeus ortodoxos a mulher não faz sexo sobre o homem (a famosa cavalgada), mas só papai e mamãe e ainda sem ver a nudez.

Wallace, a teoria evolutiva não trouxe ml às pessoas, ao contrário, fez muito bem. Se vc acha que ela trouxe mal, não tome antibióticos, não se vacine, não compre comida em feiras e mercados, não vá ao médico não se medique.

Quanto ao discurso de Paulo, é apenas um argumento retórico para angariar fiéis entre os gentios, coisa que os judeus cristãos não eram muito adeptos.

Guerras santas somente usaram um fundo religioso para a trair cavaleiros e fiéis para a Terra Santa de forma a guerrearem ao lado dos Nobres de Apanágio (aqueles segundos filhos de um nobre, que não herdavam nada e foram buscar terras no oriente.




Elyson Scafati disse...

Um estado é uma empresa. E, por essa razão deve administrar seus recursos, criando o desenvolvimento sustentável. Podemos explorar a natureza, mas temos de recuperá-la.

Doentes são sim prejuízo, pois não produzem e têm de ser custeados. Por isso a saúde preventiva é uma grande saída para cortar custos. Um doente é custeado pela previdência social, ou seja, o dinheiro que podia se dar a um aposentado que contribuiu de 30 a 40 anos tem de ser desviado para custear alguém que para de produzir sem ter cumprido seu prazo de recolhimento de aposentadoria. Se faltar grana, o estado tem de desviar recursos de outras áreas como saúde, educação, infraestrutura, segurança, habitação e pagar esses caras.

Por isso vc não vê mais na TV propaganda de cigarro e de bebida e as drogas são proibidas. Porque isso custa caro para o governo e é vc quem paga, contribuinte.

Estados teocráticos como estados comunistas são um lixo. Hj estamos vendo o filme da teocracia no oriente médio onde professar outro culto é apostasia punível com a morte e vimos o fim apoteótico do comunismo com a queda do muro de berlim, salvo engano em 1989.

Vimo os fim de um capitalismo selvagem com o avanço comunista e o surgimento dos direitos fundamentais, além das crisses que um capitalismo sem freios ocasiona.

Desenvolvimento sustentável é a saída, pois o que consumimos em 1 ano a Terra leva 3 milhões de anos para fazer. Não dá. Recursos não renováveis vão terminar e teremos de nos virar, minerando outros planetas ou mudar nosso estilo de vida.



Elyson Scafati disse...

Olha a historia!!!! Estude essa disciplina pois vc está fraquinho nela!!!

Einstein nada teve a ver com a bomba. Sua teoria (a relatividade especia e a geral) fez a previsão de que energia e massa eram a mesma coisa de formas diferentes.

Quem fez a bomba foi a equipe liderada por J. Robert Oppenheimer, no projeto Manhattan dirigido pelo General Leslie R. Groves.

Einstein mandou uma carta ao presidente Roosvelt dizendo que os alemães estava avançados no projeto da bomba e alertou aos EUA que a desenvolvessem.

Mas descobriu-se q1ue os nazistas não passaram nem perdo da bomba e Eisntein afirmou que se soubesse jamais teria escrito tal carta.


Após a guerra, o prpóprio Oppenheimer se tornou pacifista lutando contra as armas nucleares e passou a não ser persona grata para os EUA.

A bomba foi um mal necessário? Não para a segunda guerra que era uma questão de tempo para os aliados vencerem. Foi, um mal necessário pois fez os soviéticos ficarem na deles e deterem seu expansionismo pela Europa.

Ruim com ela, pior sem ela. Não gostaria de viver sob uma ditadura do Estado dizendo o que eu devo comer vestir ou me tornar.

Sem dúvida sou obrigado a concordar com E. Teller o pai da bomba H que não se arrependeu, e faria tudo de novo, pois sua criação e a de outros assegurou a paz mundial evitando uma terceira guerra entre o oriente e o ocidente.

A explicação para a sua pergunta é bem simples e não carrega nada de sobrenatural: faz parte da natureza humana ser ganancioso e querer o poder. Por isso humanos se destróem. Porque acham que suas ideologias são melhores que a dos outros. Porque um grupo acha que é certo e que o outro é errado.

Assim muitos se deixam levar por balelas como crenças políticas (vide a ccrença cega no PT que dizem que foi a mídia que inventou as maracutais do Dirceu e seus capangas), religiosas (vide o que ocorre no oriente médio hoje e toda essa palhaçada de criacionismo bíblico- por que não o afro-americano?), filosóficas, sociológicas.

Todas as pessoas querem ter as coisas e viverem bem. Indios não querem ser tratados como animais de zoológico confinados em reservas e nem africanos querem ser chacinados por serem de uma outra tribo que não está no domínio.

Isso é um exemplo de cultura ruim (matar pessoas por serem diferentes) ou não lhes conferir individualidade.

Se os oprimidos subirem ao poder será a mesma merda. Vide o Kadafi e o atual governo líbio. Vc acha que aqueles caras querem um regime democrático, igualdade entre homem e mulher, liberdade de culto, individualidade para as pessoas? Claro que não. Se livraram de um tirano para colocar outros em seu lugar.

Por que o ocidente tem de se importar com eles? Deixe que eles vejam seus erros. O único perigo é usarem o ocidente como bode expiatório pela sua incompetência em governar, exatamente como faz o Chavez.

Elyson Scafati disse...

Sobre os problemas emocionais, sim, eles causam problemas físicos. Já vi um caso de um cara que o queixo deslocava direto. Foi ao psicólogo e seu problema se resolveu.

Emoções fazem dentro de vc as coisas mais absurdas que vc imaginaria.

Sua mãe não nasceu com esse problema. Ela pode tê-lo adquirido na infância, sabe-se lá como. Para entender isso ela teria de fazer uma regressão hipnótica.

Provavelmente, na tenra infância deve ter pisado em falso, se machucado e ficado com esse medo e ai qq coisa deslocava sua rótula.

Lembre-se; temos bombas interiores que nos geram traumas.

Já vi também o caso de uma mulher que, quando criança, que resolveu entortar o pescoço e ficou com ele duro.

Nem igreja e nem psicólogo resolveram. Teve de fazer uma cirurgia, na fase adulta, para soltar os ligamentos e mesmo assim não ficou bom. Ficou melhor do que o que era.

A igreja fez bem sim a sua mãe, pois ela jogou fora o que chamamos de "lixo interior", entregando-se a fé, acreditando que deus teria um plano para ela e que a curaria.

Milagre para mim seria:

ver nascer um membro em um amputado;

um para ou tetraplégico que confirmado seu problema de coluna que ele jamais andaria sair de seu estado sair andando;

um queimado ter sua pele restaurada;

um deficiente mental começar a raciocinar.

uma pessoa com defeito genético se curar (ex. um indivíduo com síndrome de down se tornar normal).

alguém com paralisia infantil andar.

uma pessoa cujos olhos mostram uma cegueira irreversível por mal causado no nervo optico ou nos olhos voltar a ver.

uma mulher com útero infantil detectada sua esterilidade engravidar;

ou um morto dizer em sessão espírita que seu corpo está em tal lugar, e que ele é pai, filho, irmão de fulano; vc achar a ossada, fazer teste de DNA e as coisas se confirmarem.


Ai eu reveria meus conceitos sobre o que é milagre e passaria a dar uma chance ao sobrenatural.

Mas até hj, não vi nada disso ocorrer (ZZZZZZZZZ).

Nem em ressurreição eu acreditaria, pois a pessoa poderia sofrer de catalepsia, estar em um estado de estase como na Yoga, ou estar em choque devido a ferimentos graves.

Mas, se realmente o corpo estivesse apodrecendo, se regenerasse e o cara dissesse "oi acordei da morte", eu acreditaria em ressurreição.

Milagre é acontecer aquilo cuja probabilidade é bem baixa de ocorrer e que vc não tem ideia de como se explica.

Mas pode crer, se vc investigar encontrará uma solução natural para o caso.

Fé cura até câncer, que é bem pior que uma rótula deslocada.

Assim, vale a pena olhar as coisas com reservas e buscar uma explicação natural. Mas as pessoas não tem coragem para tal, pois suas crenças podem ruir e ai restar a frustração.

Elyson Scafati disse...

Vc é alguma criança ou adolescente? Pelos seus comentários vejo que vc deve estar pelo ensino médio. Ou então parou nele.

Elyson Scafati disse...


Wallace:

Sobre a questão da terra e da lua se afastarem, leia isso:


http://astro.if.ufrgs.br/fordif/node4.htm#SECTION00121000000000000000


http://astro.if.ufrgs.br/fordif/node2.htm#SECTION00110000000000000000

Faça a soma vetorial de ambas as forças atuando na lua e vc descobrirá uma função que depende da distãncia entre terra e lua.

Varie essa distância desde o limite de Roche (supondo que a lua tenha se formado dentro deste limite) e vc verá que a força atrativa entre o sistema terra e lua tende a decair, assim como a velocidade de escape e a relação entre a velocidade e a distância que pode ser compreendido como um parâmetro para a aceleração.

Daí, pode se concluir que no passado, devido ao fato de que, para sistema terra-lua, estarem os dois corpos a distâncias menores, a força atrativa era bem maior, o que proporcionava uma alta velocidade de escape, uma forte aceleração puchando uma para a outra e uma aceleração de escape necessária bem maior.

Com o aumento da distância, a força atrativa do sistema decai e assim decai a velocidade e a aceleração de escape da lua e sua aceleração atrativa.

Ou seja: não faz sentido associar o afastamento da lua a uma terra jovem. Nos primórdios da lua, esse distanciamento anual era beeeeem menor.

É por esse motivo que não podemos acreditar no que criacionistas dizem...


Veja por vc mesmo:


http://darwinismo.wordpress.com/2011/07/19/evidencias-para-uma-terra-jovem/

http://criacaoevidente.blogspot.com.br/2011/03/o-mundo-nao-tem-mais-de-46-bilhoes-de.html


Wallace Paulista disse...

Elyson-san rs
Respeito muito tua visão totalitária naturalista, de fato, sim, tudo no meio natural tem uma explicação, causa natural, nos organismos, no Universo, o que faz mesmo parecer que nem há Deus por trás disso td! A vida surgindo de outra vida, as órbitas dos planetas, gravitação, elementos químicos, e por aí vai.
Eu porém, vou mais além, não pq eu quero mas pq há muitos pontos, fatos, coisas que simplesmente escapam do natural.. A vida surge de outra vida, da mesma espécie, mas não se conhece a origem dela; nem como o Universo veio a ser o q é, ñ precisa entrar no detalhe das teorias de novo, vou te poupar esforço pq jamais darei ouvidos a elas kkk
Fora que a conduta humana é absurda demais, tanta violência, guerras, mortes, por "motivos" banais, mesmo tendo intelecto pra averiguar o q é melhor, necessidade de usar drogas (ñ tds), tendência impulsiva pro mal, pra violência, maldizer, necessidade de respostas, crenças, amar e ser amado, sentimentos, preconceito, mesmo hoje, com tanta educação, direitos humanos, nada muda!

Toda hora vejo algo sobre como a humanidade está consumindo os recursos rapidamente, poluindo, e que isso obviamente vai gerar conflitos, crises, MAS NINGUÉM FAZ NADA PARA MUDAR ESSE FATO! Veja só, tanta fome no mundo, miséria, devastação ambiental, e os líderes mundiais? Fazem nada! Ñ tem grana, sobra burocracia... Agora falou em Copa, Olimpíadas, sobra dinheiro, construir estádios, hotéis, obras pra viabilizar a circulação de mercadorias (e aumentar os lucros, comércio)casas de shows, shoppings, não falta grana pra nada disso! E o que falar da crise dos bancos? Num instante surgem bilhões e bilhões fácil pra salvar o patrimônio da elite! Grana pra indústria bélica, informática, automobilista? É ilimitado!

Ajudar os pobres? Crianças desnutridas da África e cia? Nenhum tostão... Aliás, os governantes e grupos rivais de lá tem grana sim, pra comprar as melhores armas e munições vendidas pelos países ricos! Não é lindo? Contribuírem pra matança, mortes, e ainda tirar lucro disso?

Wallace Paulista disse...

Que legal, tu és judeu? Admiro muito esse povo, MAS, tem outro lado tbm, como em qualquer povo, nação. Eu creio na bíblia como revelação do próprio Deus, aos judeus, apesar de que ela é patrimônio da humanidade inteira, e só! Todo o resto que venha das TRADIÇÕES e ACHISMOS, CRENÇAS de qualquer povo, pessoa, enfim, é inútil! Talmude, Cabala, preceitos católicos, protestantes (evangélicos), corão, mahabarata, livro dos mórmons, livros dos mortos, livros apócrifos, enfim, tudo advêm do próprio homem, no AT e tbm no NT a bíblia nos alerta:

"1 Foram ter com Jesus os fariseus, e alguns dos escribas vindos de Jerusalém,
2 e repararam que alguns dos seus discípulos comiam pão com as mãos impuras, isto é, por lavar.
3 Pois os fariseus, e todos os judeus, guardando a tradição dos anciãos, não comem sem lavar as mãos cuidadosamente;
4 e quando voltam do mercado, se não se purificarem, não comem. E muitas outras coisas há que receberam para observar, como a lavagem de copos, de jarros e de vasos de bronze.
5 Perguntaram-lhe, pois, os fariseus e os escribas: Por que não andam os teus discípulos conforme a tradição dos anciãos, mas comem o pão com as mãos por lavar?
6 Respondeu-lhes: Bem profetizou Isaías acerca de vós, hipócritas, como está escrito: Este povo honra-me com os lábios; o seu coração, porém, está longe de mim;
7 mas em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens.
8 Vós deixais o mandamento de Deus, e vos apegais a tradição dos homens.
9 Disse-lhes ainda: Bem sabeis rejeitar o mandamento de deus, para guardardes a vossa tradição.
10 Pois Moisés disse: Honra a teu pai e a tua mãe; e: Quem maldisser ao pai ou a mãe, certamente morrerá.
11 Mas vós dizeis: Se um homem disser a seu pai ou a sua mãe: Aquilo que poderías aproveitar de mim é Corbã, isto é, oferta ao Senhor,
12 não mais lhe permitis fazer coisa alguma por seu pai ou por sua mãe,
13 invalidando assim a palavra de Deus pela vossa tradição que vós transmitistes; também muitas outras coisas semelhantes fazeis." Marcos 7.1-13

"20 Se morrestes com Cristo quanto aos rudimentos do mundo, por que vos sujeitais ainda a ordenanças, como se vivêsseis no mundo,
21 tais como: não toques, não proves, não manuseies
22 (as quais coisas todas hão de perecer pelo uso), segundo os preceitos e doutrinas dos homens?
23 As quais têm, na verdade, alguma aparência de sabedoria em culto voluntário, humildade fingida, e severidade para com o corpo, mas não têm valor algum no combate contra a satisfação da carne." Colossenses 2

Elyson Scafati disse...

Wallace, eu entendo sua indignação com a vida, mas não é objetivo deste blog e, tampouco meu sanar ou criticar as mazelas do mundo.

Quanto a dar ouvidos a teorias científicas, vc deveria fazê-lo, pois ninguém deve se vangloriar da ignorãncia e entender tudo sob uma "aura mística".

Misticismo em excesso, não faz bem às pessoas. Dar de ombros ao que a ciência descobre é uma grande tolice, pois nos torna alienados da realidade, como ocorre no seio do fundamentalismo, seja a vertente religiosa que for.

A igreja católica aprendeu que se continuasse fundamentalista perderia dia a dia seus adeptos (um pouco mais ilustrados que os evangélicos) para coisas como o espiritísmo e budismo (mais liberais e voltados à ciência).

Também caiu na real que deveria atender a um mercado de "fiéis ignorantes" como aquele abarcado por igrejas neopentecostais; daí o movimento carismático.

Ou seja, esta igreja crê em deus perfeitamente e aprendeu a entender, em sua cosmovisão que tudo o que a ciência descobre é um meio que deus se utilizou para fazer as coisas como elas são.

Ou seja, percebeu que o "deus das lacunas" d funtamentalismo protestante é uma idiotice sem precedentes. Nada mais é que fazer má religião e má ciência.

Assim, antes de falar qq coisa a igreja católica investiga seriamente os "supostos milagres", buscando para eles uma explicação natural. Mas ainda pecam em não ir tão a fundo.

Quando vc fala que "deveria ser enviado dinheiro para ajudar os famintos do mundo" isso é a falácia da relevância. Se passássemos nossa vida correndo atrás de quem passa fome não teriamos nem inventado a roda e o mundo estaria trocando conchinhas.

Não adianta ajudar mortos de fome. Primeiro eles tem de parar de se matar(isso eles não desejam). Depois serem educados (menos filhos, saúde preventiva, educação formal, capacitação), para depois progredirem.

O que seria mais relevante, vc ir à loja comprar um t~enis de 300 paus ou comprar uma havaiana de 20 paus e os outros 280 dar para a caridade? Vc faria isso?

Pois é, o raciocínio é o mesmo. Um país vai aplicar no seu desenvolvimento ou jogar grana no "saco sem fundo" da miséria de terceiros?

O mundo vai parar de investigar a ciência ou vai aplicar dinheiro para custear a miséria?

Não adianta simplesmente dar as coisas, pois elas caem nas mãos de tiranos que se aproveitarão disso e venderão aos pobres coitados.

Nesse mundo temos 7 bi de pessoas. Se 1 bi delas forem realmente relevantes para o mundo seguir seu curso é muito. O que temos é um "excedente populacional" que não vive em condições dignas, por questões culturais mesmo.

Elyson Scafati disse...

Poie é Wallace, quanto a crenças tradições e achismos, vce os fundamentalistas cristãos cometem exatamente o mesmo crime dos fariseus: fazer uma interpretação errônea dos mitos bíblicos.

A bíblia também advem do homem, pois foram homens que a fizeram. A tradição oral já exsitia e somente foi compilada em documentos quando o povo judeu se estabeleceu, ou seja, quando se sedentarizou.

Esses escritos refletiam a mítica cananita, a qual foi posteriormente sincretizada com a mítica egípcia (daqui vieram os 10 mandamentos e boa parte do levítico e a ideia de monoteísmo).

Saiba que os judeus foram politeístas até o cativeiro da babilônia. Aqui os mitos cananitas, já sincretizados com os egípcios sofreram novo sincretismo com as lendas da babilônia, detentora do legado sumério e acadiano.

Dos persas veio a ideia de messias. E aqui quer começa a literatura apocaliptica de Isaías, Jeremias e Daniel. Esses caras falaram a pessoas de seu tempo sobre coisas passadas e atuais.

Não existe qq previsão de um messias divino. O messias que daniekl fala são dois Ciro da Pérsia o libertador do povo judeu e Onias o sacerdote do templo durante o período da invasão grega.

Cristo não era um deus e nem nada sobrenatural, era um homem comum, que possuia um grande conhecimento. Sua história sofreu um processo chamado bricolagem mítica, pois à sua época eram muitos os messias e estes ou boa parte deles foram fundidos a sua pessoa.

Há muitas coisas que não batem nos evangélhos canônicos e tampouco nos apócrifos.

No mais, se vc estudar o Concílio de Nicéia, verá qeu os livros canônicos foram escolhidos a dedo para justificar a força e o domínio de Roma. Olha a história!!! Disciplina a qual vc é bem fraquinho!!!

Esqueça a lavagem cerebral que lhe fizeram na igreja, pois "QUANTO MAIS IDIOTA MELHOR".

Pegue livros, estude. Selecione materiais bons e não o lixo tendencioso que existe no fundamentalismo. Aprenda a fazer contrapontos e se liberte dos medos.

Quanto à argumentação ad baculum, não adianta vc fazer pregação para mim. Não tenho medo de suas crendices, não creio nelas. Para mim são meros texts literários escritos por um judeu psicótico chamado Paulo de Tarso, vulgo PT.

Entenda uma coisa: fé é o que vc crê sem evidências e religião é o que os outros dizem para vc acreditar sem que vc ternha liberdade de contestar nada.

Vc ainda está na religião (coisa dos homens).

Elyson Scafati disse...

No mais, Wallace, caso vc queira expressar sua indignação com o mundo, escreva uma carta para a ONU. Quem sabe eles possam se comover.

Se vc quiser fazer pregação, procure uma igreja evangélica ou vá até o centro de uma grande cidade e tente arrebanhar alguns ouvintes.

Aqui, é o lugar errado para vc fazer essas duas coisas.

Elyson Scafati disse...

[Todo o resto que venha das TRADIÇÕES e ACHISMOS, CRENÇAS de qualquer povo, pessoa, enfim, é inútil! Talmude, Cabala, preceitos católicos, protestantes (evangélicos), corão, mahabarata, livro dos mórmons, livros dos mortos, livros apócrifos, enfim, tudo advêm do próprio homem,]

Quem lhe disse isso e com que autoridade?

Como vc faz prova de que a bíblia realmente é a verdade acime de tudo isso?

Eu já lhe mostrei que não é assim.

Escrever um monte de coisa da bíblia sem entender sequer o que isso tudo quer dizer, se chama fundamentalismo. Isso faz mal para a pessoa e para o espírito (o seu senso de compreensão).


Wallace, acho que sua igreja o está alienando da vida e da realidade. É hora de botar o pé no chão garoto.


Wallace Paulista disse...

Bem, eu ia aqui postar uns fatos intrigantes, mas melhor parar por aqui, uma pessoa que acha que joelhos se deslocam por causa de emoções, que tem teoriazinha pra tudo, que os africanos merecem tá passando o que passam, que um iPhone vale mais que vidas humanas, a evolução da ciência (que na teoria deveria ajudar a HUMANIDADE) acima de td, que se baseia em fraudes como arqueópterix, vc é tão fanático quanto um aiatolá rs

Minha fé em nada me impede gostar de ciência, e tal, mas graças a ela tenho discernimento pra reconhecer uma falsa ciência como Evolution, Big-bang, Teoria das cordas, se vc ñ fosse tão cego reconheceria isso tbm, mas ñ a toa criou um site destinado somente a atacar religião!

Olhando pra gnt como vc, cética de td, indiferente as desgraças do mundo, da humanidade, e atacante ferrenho da fé e qualquer coisa relacionada, fica ainda mais difícil duvidar da bíblia, e sua previsão das pessoas dos "últimos tempos", tão obstinadas, presunçosas, blasfemas, amantes dos prazeres mais do q a Deus, que chocante!

Elyson Scafati disse...

Wallace, o seu problema é que vc não tem discernimento de nada. Vc é exatamente como todo religioso: argumentação baseada em falácias. Isso não vai lhe conferir razões.

Onde eu escrevi que africanos merecem passar o que passam? Vc é desonesto como todo religioso. Sai repetindo mantras que ouve em sua igreja sem ai mens se dar ao trabalho de questioná-los e de ver a ver a veracidade deles. E ainda se acha que tem senso crítico?

Se vc acha que o arqueoptérix é uma fraude paciência. O fóssil não é uma fraude. É um terópode que voava que nada tem a ver com aves. É UM DINOSSAURO VOADOR, segundo a teoria mais aceita atualmente e com razões para ser a mais aceita, não porque cientistas querem negar os "poderes de deus".

Talvez todos os dinossauros sejam fraude; o diabo deve te-los trazido do inferno e colocado eles aqui para nos enganar, ou então foi uma obra de deus para nos iludir e esconder seu "grande projeto".

Eu apenas prefiro o que a ciência me traz e se estiver errado que seja corrigido, por essa razão não sou um aiatolá fanático, que mesmo errado insiste num erro. Vc se assemelha mais a essa figura escrota que eu, pois insiste em dizer que mitos devem ser compreendidows literalmente como verdades absolutas.

Elyson Scafati disse...

A sua fé é aquela dos negadores da ciência. Meu site é para desmestificar as idiotices religiosas, como criacionismo & cia, não para atacar religiões. Aliás, estou CAGANDO E ANDANDO para elas.

O que eu ataco aqui é a má religião e a má ciência. Essas sim fazem mal para o indivíduo e para a sociedade.

Como já lhe disse, se vc acha a teoria evolutiva falsa, não compre mais remédios, não se vacine, passe a plantar seus alimentos e não vá ao médico, pois nada em biologia faz sentido sem a teoria evolutiva.

Se o big bang é falso, jogue no lixo seu computador, relógio, tv, camera digital, microondas, rádio, celular, pois toda essa tecnologia é baseada na ciência do big bang (a física quaântica). nem mesmo vc deveria usar energia elétrica.

Eu acho que lavaram tanto o seu cérebro na igreja que vc ficou meio abobado.

Ohhhhh!!!! O fim do mundo está próximo!!! Arrependei-vos irmãos!!!

Cara, vc não vê que o apocalipse se enquadra em qq época da vida?

Olha ai a história, disciplina, que repito, vc é beeeeeem fraquinho mesmo!!!

Foi assim na época de Roma com a perseguição dos cristãos, na invasão dos hunos, dos germânicos, com o cisma da igreja católica, dos vikings, dos mouros, na peste negra, na invasão mongol, com o protestantismo, quando chegaram no novo mundo com os índios, na revolução francesa, com Napoleão, na primeira guerra, com a chegada do comunismo, na segunda guerra, com a primeira arma atômica, com a criação de Israel, na guerra fria, com o surgimento da AIDS, com o terrorismo árabe, enfim, com o calendário maia... Vai haver muitos outros fins de mundo.

Por enquanto, o mundo acaba para quem morre.Mas fique sossegado, se tudo em nosso mundo correr bem (sem haver queda de asteróide, cometa, sem uma guerra nuclear, ou praga, ou Yellowstone ou campi flegrei resolverem acordar ou mudanças bruscas de clima),nós temos mais uns 4 bi de anos pela frente, até que nosso sol morra. Certamente daqui uns 5 mil anos entraremos em uma era glacial, pois o aquecimento já começou. Daqui uns 250 mi de anos entraremos em pangeia última (a maior parte das terras serão desertos e nas bordas do continente, viver será um problema sério, devido às tempestades furiosas e furacões.

Nossa lua está indo embora, isso quer dizer que nosso eixo pode desbalancear e as marés enlouquecerem.

Ainda temos o fim do universo daqui a "zilhões" de anos, onde sequer sobrará um átomo.

Entenda uma coisa garoto: cada pessoa vive e crê no que quiser ou simplesmente não crê. Somos livres para isso, pelo menos aqui no ocidente, cujo direito é constitucionalmente assegurado, desde que vc não prejudique terceiros.

E se vc tiver enganado acerca de seu deus e os deuses indianos ou do Candomblé forem reais? O que vc vai fazer da sua "morte"? O que lhe assegura que seu deus é o verdadeiro e não o dos maias ou dos esquimós? O que lhe assegura que Jesus é o profeta e o messias e não Maomé ou os Saoshyant do zoroastrismo e messias dos judeus (ambos ainda porvir)?

O que lhe assegura que a bíblia diz a verdade em vez das sagas vikings, celtas, germânicas ou eslavas, africanas e indígenas, ou de livros como o Kogiki, o evangelho de Buda, o o Ragnarök, ou o Tao te king, o Rig veda, o Popohl-vuh ou o Zend-avesta?

Pois é, vc já se perguntou sobre isso? Claro que não, pois vc está na fase da religião; vc simplesmente crê no que o pastor manda vc crer. Vc sequer pensa no que existe além de seu umbigo.


O mundo é grande lá fora e as culturas e crenças são vastas, bem como montadas para fazerem sucesso dentre seus seguidores e cada qual com seus deuses e verdades.


Elyson Scafati disse...

Eu sei que é bem mais fácil ler um livro que ler vários.

Quanto às ciências, saia do ensino fundamental, faça um médio descente e procure uma boa faculdade (não a UNASPORCARIA).

Estude garoto, pois vc precisa de uma imersão em livros e menos bíblia.

Use seu tempo para ser alguém na vida. como já lhe disse, vc não é obrigado a ler o meu blog. Não me importo se vc gosta ou não dele e se fere os seus sentimentos.

Sei que às vezes é melhor viver no mundo de Alice que cair na real e ver que nossas crenças não passam de histórias da carochinha.

Para vc poder discutir algo com precisão e lógica, primeiro vc precisa aprender a interpretar textos. Isso na religião se chama hermenêutica.

Se quiser saber o que emoções fazem em vc, leia o antropólogo Paulo Dalgalarrondo (RELIGIÃO, PSICOPATOLOGIA E SAUDE MENTAL,
PSICOPATOLOGIA E SEMIOLOGIA e
EVOLUÇÃO DO CÉREBRO)e claro Freud, Jung, Lacan e outros.

Sobre religião e mito: Mitologia de Thomas Bullfinch, Tratado de história das religiões de Mircea Eliade, MITO E RELIGIAO NA GRECIA ANTIGA de jean Pierre Vernant, HISTORIA DO CRISTIANISMO de Jonathan Hill, HISTORIA DO CRISTIANISMO de Alain Corbin, e claro, Karen Armstrong, Bart Ehrman e Joseph Campbell (as máscaras de deus, o poder do mito, mito e transformação).

Leia também muita filosofia, desde os pré-socráticos até o momento. Não se restrinja só a filosofia ocidental, leia a da India, dos Árabes, da China e do Japão.

Estude história e geografia.

Estude sociologia (Giddens), Durkheim, as formas elementares da vida religiosa e antropologia.

Com essas disciplinas vc entenderá o contexto em que as religiões se formam.

Sobre biologia comece por Dawkins, passe para Mayr, Zimmer, Gold e siga para os livros universitários (Futuyma, Ridley, Kardong, Souza Carvalho e todo o acervo da Amazon na área).

Para entender sobre o universo, primeiro aprenda matemática (comece pela coleção Matemática Elementar), física (comece pelo Fundamentos da física), bioquímica (comece pelo Lehningher, claro, depois de aprender química) e química (comece pelo Feltre).
Depois passe para o nível universitário, cada disciplina em seus diversos segmentos (ex, quimica inorgânica, orgânica, analítica, qualitativa, quantitativa, química dos cíclicos e alicíclicos, físico-química, polímeros, termodinâmica química, transporte de calor e massa, corrosão, eletroquímica, propriedades coligativas).

Depois parta para Sagan, Hawking, Gleiser, Feynman, Greene, Krauss, Penrose, Süsskind, Thorne, Carroll, Tegmark, sem falar em muita teoria da relatividade e física quântica (o do Resnik) e todo o acervo da Amazon na área.

Assim, poderemos começar a discutir alguma coisa de nível e não ficar patinando e insistindo em fazer proselitismo e em erros crassos, como vc faz aqui.

Sua abordagem é típica de quem lê apenas o lixo produzido por criacionistas.

Eu já ouvi tantos absurdos desses caras que minha vontade é de rir (pelas imbecilidades ditas) e chorar (por saber que estão levando esse lixo às crianças) ao mesmo tempo.

Elyson Scafati disse...

No mais, quem diz que os outros merecem se foder são os religiosos fanáticos fundamentalistas:



http://www.observatoriodaimprensa.com.br/news/view/quando_os_seres_humanos_tremem


Veja por vc mesmo e remova as vendas da cegueira religiosa.

Elyson Scafati disse...

Vamos lá Wallace, se vc é tão altruísta com o chapeu dos outros, por que vc não vende seu computador, seu celular, sua televisão e não envia a grana para a caridade?

O que é mais relevante:

vc ficar enchendo o meu saco ou uma ou duas famílias fazerem o mercado e a fera com essa grana?

Vc ir a igreja aprender idiotices ou ir ao hospital do cancer cuidar de doentes?

Vc lutar contra algo que nem faz ideia do que é (teoria evolutiva, teoria do big bang) ou ir a um asilo prestar auxílio a idosos carentes?

Vc ir ao cinema com os amiguinhos ou visitar encarceirados e levar a eles "a palavra de deus"?

Vc comprar o tenizinho, o relógio, o celular top e o jeans de marca ou dar essa grana a uma família de pessoas que estão passando fome na rua?

Vc fazer o puxadinho na sua casa ou dar esse material a alguém para fazer uma casinha?

No mais, para vc dizer que teorias científicas são fraude, apresente trabalho revisado por pares e publicado em revista coentífica que ateste o seu posicionamento.

Para mim, o que criacionistas e religiosos dizem vale menos que fezes.

Elyson Scafati disse...

Obs estas têm utilidade quando processadas (adubo ou energia).

E o que eles dizem ainda traz um desserviço a sociedade.

Por isso a palavra de um criacionista ou de um religioso vale menos que nada.

Amaral Milhomem disse...

Conheco alguns criacionistas e gosto de conversar con eles. Os que eu conheco pessoalmente sao gente boa aqui da faculdade. Mas quando comecam a falar contra a evolucao e tal percebo que e impossivel faze-los pensar pelo menos um pouco diferente. Pois nesse caso eles nao pensam como universitarios e sim com uma paixao inerente as suas conviccoe s ideologicas geralmente fundamentadas nafe cega de alguma religiao. Ciencia e uma coisa e religiao outra, entendo issobperfeitamente. Sou ateu por varias razoes mas nao desmereco quem se sente confortavel acreditando em algo sobrenatural. A reacao dos religiosos para com assuntos humanos e que eu considero um perigo, assim como os que tentam inserirreligiao nas escolas como ciencia. Abraco. Teclo de celular.

Elyson Scafati disse...

Seja bem vindo Amaral. Se puder leve conhecimento e sua forma de pensar aos seus amigos que agem dessa forma ruim, que infelizmente é puro fanatismo.

Wallace BS disse...

Lol viva a ciência, Elyson! Quanto mais nos aprofundamos na ciência empírica, desvencilhada de baboseiras ateístas, pior fica para a evolução, abiogênese, Big-bang.... Mas, como sempre, se tratando de matéria de fé, é infelizmente esperado que ateístas continuem fechando os olhos para a verdade e abraçando ferrenhamente a ilusionice vomitada por Darwin (que na verdade existe desde antes da era comum, evolução é um delírio que já permeava as mentes de hindus, gregos, babilônios! Engraçado é que os hindus tbm tem uma lenda sobre BB e singularidade kkkk como Eclesiastes fala, "não há nada novo debaixo do Sol")

Fico até de coração partido de pensar o que será de vcs daqui pra frente, enquanto a ciência for avançando!

Elyson Scafati disse...

Wallace, em vez de vc correr atrás de LIXO CRIACIONISTA, lhe recomendo que, antes de fazer comentários jocosos, estude mais, baseado em material sério.

Do contrário, o único palhaço aqui será vc, pela ignorância científica, estupidez religiosa, fanatismo doentio e ausência total de compreensão do que é um texto bíblico e sua real função, bem como do que são os fundamentos da ciência e em particular da teoria da evolução, a qual, o idiota que comanda a sua igreja deve ter colocado no index (não se preocupe, deus não castiga ninguém; as pessoas em sua ignorância é que se castigam).

Como todo papagaio, vc somente sabe repetir versículos sem entender o que eles querem dizer:

Para entender a frase que vc cita, há que se ler todo o capítulo do livro de Kohelet ou Eclesiastes:

Tudo é ilusão não passa do lamento de Salomão frente às realidades da vida. Para que tanto esforço se um dia morreremos e tudo terminará?

É uma filosofia que procura encontrar sentido na vida. Em sua sabedoria, Shlomom percebeu que a vida não faz sentido, assim como perceberam alguns filósofos gregos.

Ou seja, nem mesmo a sua religião faz sentido (para que ir para a eternidade - é muito tempo além do tempo e com certeza será um pé no saco...); estudar para que? viver para que? Para que vc faz comentários aqui? Vamos fazer uma coisa: que tal um suicídio coletivo de 7 bi de pessoas...

Realmente ter conhecimento é uma coisa triste, pois quem o detém, é obrigado a conviver com quem não tem e estes são aqueles chucros e teimosos, que insistem em errar e se apegar a um falso conhecimento ou a um conhecimento limítrofe, além do qual é proibido ir porque a igreja mandou (ex.emblemático: vc).

Os hindus não tem lenda sobre big bang. Para eles cuja raiz do seu pensamento mítico é a indo-européia - asiática na qual tudo é um ciclo de criação e destruição eternas, onde as deidades nascem e perecem a cada ciclo.

Para os semitas, no qual se incluem os hebreus, babilônios, assírios, sumerianos, caldeus, o pensamento mítico é linear - tem começo, meio e fim, com uma ou várias deidades divorciadas do tempo e do espaço.

Agora, acho que quem está certo são os indianos e a ciência tem demonstrado isso...

Estude um pouco filosofia das religiões, pois vc aqui também é fraquíssimo...


Há muita coisa nova sim sob o Sol... Principalmente em termos de conhecimento paleontológico e bioquímico que dão suporte a teoria evolutiva.

Elyson Scafati disse...

Caso vc tenha tido a curiosidade de ler uma revista decente, como a Ciência Hoje, mais especificamente o n 305, de julho de 2013, verá à pg. 12 que foi descoberto um fóssil de um dino emplumado um tanto mais velho que o Arqueropterix.

Apresento a vc o Aurornis - xui. Ele viveu entre 150 e 160 milhões de anos.

Ele é bem engraçadinho e está mais próximo de ser um ancestral das aves, com base nos ossos de seu quadril. Portanto, é o membro mais antigo de Avialae (grupo que reúne as aves e seus parentes) até então conhecido.

Há um problema: o Arqeuopterix se aparenta mais a um dinossauro terópode e o Aurornis às aves.

Assumir a tese de que o arqueopterix seja um, terópode, quer dizer que o voo se desenvolveu duas vezes: uma para a linhagem das aves e outra para a linhagem dos teropodes Archaeopterygidae.

Assumir o arqueopterix como uma ave simplifica a história do voo (o que é bem mais lógico), fazendo com que ele tenha se desenvolvido apenas uma vez para a linhagem Avialae.

Há quem defenda ser o arqueopterix como um ancestral dos terópodes emplumados (Long) e outros que o defendem ser uma ave(Feduccia). É muito difícil distinguir um pássaro de um dinossauro terópode, pois eles se parecem muito.

Porém, conforme análises anatômicas filogenéticas, o aurornis pertence a um clado basal (aquele que primeiro diverge numa árvore evolutiva) em relação ao clado do arqueopterix.

Minha opinião: deve haver algo mais antigo que o aurornis e é um teropode (talvez com uns 180 a 170 milhões de anos), do qual o grupo do arqueopterix e do aurornis derivaram. Estes, por evolução convergente adquiriram o quadril de ave (bem mais eficiente para o voo) e aqueles mantiveram o quadril de terópode (bom para corrida e voo curto).

Agora, se vc está de coração partido, I´m so sorry!!!

Mas vc deveria fazê-lo pelo criacionismo, que até hj nada de útil trouxe ao conhecimento científico; somente atrapalha o seu desenvolvimento além de ser uma mentira deslavada.

Sério cara, vc deveria de ter VERGONHA de respaldar essas mentiras (cuidado!!! o inferno está cheio de boas intenções...).

No mais, se não tem nada para fazer na vida, a não ser fazer comentários idiotas, cujo conteúdo é nada que se aproveite, recomendo que ou estude um pouco, para limpar sua mente de tantas asneiras que algum pastor imbecil enfiou nela, ou que vá praticar a caridade a quem necessita (fora da caridade não há salvação).

Bem, daqui para frente, seus comentários, caso tenham o conteúdo ridículo que vc apresentou aqui, serão filtrados e deletados.

Somente respondi esse para lhe contar essa grande novidade acerca do Aurornis xui.

No mais, agradeço a sua compreensão e colaboração.

Wallace BS disse...

Poxa, Elyson, não precisava nem postar meu comentário, hehe só estava te mandando recordações!

Foi até bom debater por aqui, tirando seus credos pessoais evolucionistas, o resto que me apresentou foi de muita valia! Mas é complicado, vendo alguém como tu vibrando por causa de mais um achado made in China (terra-natal do Piltdown bird, digo, arqueoraptor)é desolador!

Uma olhadela na Wikipedia, no artigo "feathered dinosaur",e encontramos uns 34 "achados", sem contar, claro a AVE arqueoptérix, nos deparamos com duas bizarrices: 1°, esses dino-frangos só começaram a serem achados de 87, 90 em diante! Ué? Mais de 100 anos de T.E. p/ encontrar tão exóticas criaturas? Hum...

2°, e ainda mais bizarro: dos 34 relatados, 32 ou 33 são oriundos da CHINA/MONGÓLIA! WTH? Até Alan Feduccia, evolucionista, comentou sobre esse tráfico de fósseis fake chinês, pelo amor de Deus, nem crianças creriam nisso em condições normais!

Pior do que isso, imaginar escamas ("placas" sobrepostas encima da derme) se tornando complexíssimas penas (fixadas dentro da derme através de folículos, igual pêlos e cabelos), adequadas para voô; sistema respiratório de répteis gradualmente se tornando o sistema fascinante possuido pelas aves (que não inspiram-expiram como nós, répteis, possuem sacos de ar, pulmões inclusive invadem parte do esqueleto, o ar circula no sentido contrário ao do sangue, maximizando a troca de oxigênio/gás carbônico com o sangue aviário), realmente só quem possui uma "agenda" contra Deus é que engole essas balbúrdias evolucionárias :P

Poxa, antes de pelo menos querer sonhar com abiogênese, pelo menos resolam o problema da homoquiralidade, oras! No entanto, para isso, vós tendes de vencer um certo adversário: a CIÊNCIA! Mais exatamente, as leis da termodinâmica!

Maldita lei do equilibrio constante! Graças a ela somente encontra-se misturas racêmicas de aminoácidos e CIA..

Ambas formas tem idêntica energia livre (G), então o diferencial de energia livre (ΔG) é zero. O equílibrio constante (K) é a razão da concentração dos produtos em relação aos reagentes. A relação entre estes em qualquer temperatura em escala Kelvin (T) é dada por:

K = exp (–ΔG/RT)

onde R é a constante universal dos gases (= Constante de Avogadro x constante de Boltzmann (k ou kB))= 8.314 J/K.mol.

Seja a reação de mudança de aminoácidos levógiros para dextrógiros(L → R), ou o contrário (R → L), ΔG = 0, então K = 1. A mistura sempre se equilibra quando as concentrações de R e L se igualam; mistura racêmica na área!

Apesar disso tudo, vc ainda tem fé que meros monomêros orgânicos superaram as leis da física, química, lógica, e se agruparam até formar tu?

Wallace BS disse...

Te convido a dar uma lida no meu artigo sobre homoquiralidade, dá pro gasto rs

http://releasingthetruth.wordpress.com/2013/06/29/oh/

Abraço!

Elyson Scafati disse...

Wallace, finalmente vc passou a agir como um adulto, vamos responder suas questões:

Por que tivemos os dinoaves descobertos recentemente e na China:

Porque esse país somente há pouco tempo se abriu para o mundo e começou a dar importância à pesquisa científica.

Desde a revolução burra, digo "cultural" promovida por Mao (o nome desse infeliz já diz tudo) o país passou a não se importar com as ciências e com o seu passado e tradições, pois a China precisava de camponeses, operários e soldados para o exército vermelho.

Depois que eles notaram o prejuízo passaram a ver que a revolução cultural fora um grave erro que atrasou em muito o país. Faltou ir a aula de história contemporânea...

O arqueorraptor foi uma fraude e quem a descobriu não foi o pastor da sua igreja, mas os próprios cientistas. Fraudes não duram muito não; elas deixam suas marcas, tanto que a farsa do arqueorraptor caiu rapidinho. Hoje temos testes muito sofisticados para detectar uma fraude (ex ressonância magnética nuclear e máquinas de raio X superpotentes que fotografam dentro de rochas), bem diferente da época do piltdown, em que, sequer os fósseis foram devidamente analisados à época de sua descoberta.

Para um fóssil vir à tona, leva de 10 a 20 anos de testes e investigações. Caso um desses testes fure, ele será considerado uma fraude. O arqueorraptor foi publicado sem os devidos cuidados, daí o vexame.

Feduccia não faz críticas aos fósseis chineses. Ele apenas critica a posição da maioria dos cientistas de que aves se originaram de teropodes. Para o autor, os fósseis chineses sugerem que pode ter havido uma extensa, e até então, desconhecida e enigmática radiação relativa a linhagens de aves, algumas das quais rapidamente perderam o voo e, secundariamente, adotaram um estilo de vida cursorial, que as convergiu para terópodes. Falta se informar... (Leia Ridle of the feathered Dragons, do próprio Feduccia).

http://www.amazon.com/Riddle-Feathered-Dragons-Hidden-Birds/dp/0300164351/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1373551190&sr=8-1&keywords=feduccia







Elyson Scafati disse...

Pois é crianças não acreditariam mesmo em fósseis, pois elas muitas vezes nem sabem que eles existem. Mas, caso haja evidências fundadas acerca deles, cientistas acreditarão (o acreditar não com base em fé cega como vc faz, mas fundados em evidências plausíveis e concretas).

Quanto às escamas tornando-se penas, é isso que acontece mesmo. É o que os fósseis indicam e o que embriões de aves demonstram.

Aqui nestes documentários dá para se ter uma ideia. Pena que os direitos autorais fazem um desserviço à divulgação do conhecimento... Felizmente, tenho esse documentário gravado.

http://www.youtube.com/watch?v=HufgBzwJcU0


Bom, agora vc sai de teoria evolutiva e parte para dois ramos nada a ver, como bioquímica e físico química com a tal da homoquiralidade. nada mais é que tratar de isômeros ópticos. Neles há um grande segredo: a vida é vota no PSTU, ou seja é de esquerda radical e os açucares votam no DEM, ou seja, são de direita radical. Mas por que seria uma das artimanhas de deus?

Não!!!! Isso tem a ver com a absorção de luz e com a facilitação de reações químicas.

Para que uma reação orgânica ocorra ela precisa de catalisador, ou seja, coisas como calor, movimento, radiação, determinado tipo de superfície, o que vencerá sua energia de ativação e ai bingo!!! A reação ocorrerá.

Muitos isômeros de direita são lentos em reagir, o que não ocorre com os de esquerda, sendo que os reagentes de ambos se encontram em proporções quase que idênticas em misturas racêmicas. Quando jogamos raios UV sobre eles, os de direita demoram mais a reagir e os de esquerda pim!!! Reagem num tempo bem mais ligeiro e, surpresa!!! gostam de açucares de direita!! Ser de direita ou de esquerda tem uma série de implicações físicas que levam a implicações químicas, podendo ajudar ou prejudicar o mecanismo de uma reação, principalmente no que se refere ao fator esteroquímico (ler Introdução à esteroquímica e à análise conformacional de Eusébio Juaristi e Hélio Stefani - Bookman). Essa Eberlin não contou aos "patos" criacionistas...

Assim, nada supera as leis da física ou da química. Simplesmente as coisas ocorrem dentro dessas leis.

mais uma vez:

A ENTROPIA TRATA DA REVERSIBILIDADE OU NÃO DE PROCESSOS, SENDO UM DELES AS REAÇÕES QUÍMICAS;

QUANTO À ENERGIA DE GIBBS, ELA TRATA SE A REAÇÃO É FAVORÁVEL OU NÃO.

SE FOR POSITIVA, A REAÇÃO NÃO É ESPONTÂNEA, OU SEJA NECESSITA DE ENERGIA DO MEIO.

SE NEGATIVA A REAÇÃO OCORRERÁ NUMA BOA (JOGA ENERGIA NO MEIO).

TUDO NA NATUREZA BUSCA A MENOR ENERGIA, MAS ESTA BUSCA PODE SER LUDIBRIADA COM A CAPTAÇÃO DE ENERGIA DO MEIO.

Ex. vc está vivo; seu estado de menor energia é estar morto e se desagregar por completo. Mas vc não morre porque vc capta energia do meio ao comer plantas e animais.

É essa comida que faz certas reações ocorrerem em seu corpo, ainda que com energia de Gibbs positiva (as reações bioquímicas endergônicas).

Mas um dia vc vai morrer e assim as reações serão exergônicas para vc e endergônicas para o ser que irá digeri-lo.

Na natureza, a maior fonte de energia de nosso planeta é o sol.

Nos primórdios da Terra os raios cósmicos, vulcanismo excessivo, altas temperaturas, reagentes expelidos de vulcões, agitação atmosférica, tudo isso eram e ainda são fontes de energia. Tais fontes de energia podem sim ter provocado reações químicas que levassem a criar moléculas muito especiais que se replicavam, ou seja é a biopoése (príons e vírus fazem isso). Isso não é vida ainda, mas podem passar por seleção darwiniana, uma vez que aquele que captar energia mais efetivamente do meio é o que predominará. Assim é que nossos dextrógiros se foram e ficaram os levógiros, os quais estão dentro de nós até hj.

Resumindo, em vez de vc fazer cópia e cola, estude mais; procure artigos sérios e não lixo criacionista.

Elyson Scafati disse...

Pois é crianças não acreditariam mesmo em fósseis, pois elas muitas vezes nem sabem que eles existem. Mas, caso haja evidências fundadas acerca deles, cientistas acreditarão (o acreditar não com base em fé cega como vc faz, mas fundados em evidências plausíveis e concretas).

Quanto às escamas tornando-se penas, é isso que acontece mesmo. É o que os fósseis indicam e o que embriões de aves demonstram.

Aqui nestes documentários dá para se ter uma ideia. Pena que os direitos autorais fazem um desserviço à divulgação do conhecimento... Felizmente, tenho esse documentário gravado.

http://www.youtube.com/watch?v=HufgBzwJcU0


Bom, agora vc sai de teoria evolutiva e parte para dois ramos nada a ver, como bioquímica e físico química com a tal da homoquiralidade. nada mais é que tratar de isômeros ópticos. Neles há um grande segredo: a vida é vota no PSTU, ou seja é de esquerda radical e os açucares votam no DEM, ou seja, são de direita radical. Mas por que seria uma das artimanhas de deus?

Não!!!! Isso tem a ver com a absorção de luz e com a facilitação de reações químicas.

Para que uma reação orgânica ocorra ela precisa de catalisador, ou seja, coisas como calor, movimento, radiação, determinado tipo de superfície, o que vencerá sua energia de ativação e ai bingo!!! A reação ocorrerá.

Muitos isômeros de direita são lentos em reagir, o que não ocorre com os de esquerda, sendo que os reagentes de ambos se encontram em proporções quase que idênticas em misturas racêmicas. Quando jogamos raios UV sobre eles, os de direita demoram mais a reagir e os de esquerda pim!!! Reagem num tempo bem mais ligeiro e, surpresa!!! gostam de açucares de direita!! Ser de direita ou de esquerda tem uma série de implicações físicas que levam a implicações químicas, podendo ajudar ou prejudicar o mecanismo de uma reação, principalmente no que se refere ao fator esteroquímico (ler Introdução à esteroquímica e à análise conformacional de Eusébio Juaristi e Hélio Stefani - Bookman). Essa Eberlin não contou aos "patos" criacionistas...

Assim, nada supera as leis da física ou da química. Simplesmente as coisas ocorrem dentro dessas leis.

mais uma vez:

A ENTROPIA TRATA DA REVERSIBILIDADE OU NÃO DE PROCESSOS, SENDO UM DELES AS REAÇÕES QUÍMICAS;

QUANTO À ENERGIA DE GIBBS, ELA TRATA SE A REAÇÃO É FAVORÁVEL OU NÃO.

SE FOR POSITIVA, A REAÇÃO NÃO É ESPONTÂNEA, OU SEJA NECESSITA DE ENERGIA DO MEIO.

SE NEGATIVA A REAÇÃO OCORRERÁ NUMA BOA (JOGA ENERGIA NO MEIO).

TUDO NA NATUREZA BUSCA A MENOR ENERGIA, MAS ESTA BUSCA PODE SER LUDIBRIADA COM A CAPTAÇÃO DE ENERGIA DO MEIO.

Ex. vc está vivo; seu estado de menor energia é estar morto e se desagregar por completo. Mas vc não morre porque vc capta energia do meio ao comer plantas e animais.

É essa comida que faz certas reações ocorrerem em seu corpo, ainda que com energia de Gibbs positiva (as reações bioquímicas endergônicas).

Mas um dia vc vai morrer e assim as reações serão exergônicas para vc e endergônicas para o ser que irá digeri-lo.

Na natureza, a maior fonte de energia de nosso planeta é o sol.

Nos primórdios da Terra os raios cósmicos, vulcanismo excessivo, altas temperaturas, reagentes expelidos de vulcões, agitação atmosférica, tudo isso eram e ainda são fontes de energia. Tais fontes de energia podem sim ter provocado reações químicas que levassem a criar moléculas muito especiais que se replicavam, ou seja é a biopoése (príons e vírus fazem isso). Isso não é vida ainda, mas podem passar por seleção darwiniana, uma vez que aquele que captar energia mais efetivamente do meio é o que predominará. Assim é que nossos dextrógiros se foram e ficaram os levógiros, os quais estão dentro de nós até hj.

Resumindo, em vez de vc fazer cópia e cola, estude mais; procure artigos sérios e não lixo criacionista.

Elyson Scafati disse...

Sobre a origem da vida que NÃO É TEORIA EVOLUTIVA, MAS SIM ABIOGÊNESE, UMA INTERDISCIPLINA ENTRE BIOQUÍMICA, QUÍMICA ORGÂNICA, QUÍMICA INORGÂNICA E FÍSICO-QUÍMICA, leia aqui e os devidos links:

http://francisco-scientiaestpotentia.blogspot.com.br/2013/04/homoquiralidade-origem-questoes.html

Wallace BS disse...

Hello, Elyson,

Isso da China ser uma tirania política, intelectual durante décadas não é surpresa a ninguém, mas segundo a lista da Wikipedia, "acharam" uma "dinoave" na Espanha, mesmo assim, foi dentro desse período (de 90 em diante), o que torna esse fenômeno um tanto estranho! Seria como se os tais fósseis surgissem do nada nos registros há duas décadas atrás.. O condicionamento trazido por uma ideia pré-concebida pode levar pessoas a verem coisas aonde não há, ou até mesmo, forjarem, interpretarem algo errado.. Assim foi com o homem de Java, um mero dente de porco se tornou por um tempo nosso ancestral! Assim é com os fósseis de "nossa evolução", como atesta o Talkorigins:

"One sometimes reads that all hominid fossils could fit in a coffin, or on a table, or a billiard table. That is a misleading image, as there are now thousands of hominid fossils. They are however mostly fragmentary, often consisting of single bones or isolated teeth. Complete skulls and skeletons are rare."

Que diga a Lucy, 40% de um esqueleto.. Que diga o Pakicetus (The fossil consisted solely of the posterior portion of the cranium, two fragments of the lower jaw, and isolated upper- and lower-cheek teeth), que diga o Ambulocetus, muito bonitinho e convincente no museu, mas sem os acréscimos artísticos, só temos isso:

http://www3.neomed.edu/DEPTS/ANAT/Thewissen/whale_origins/whales/Images/AmbulocetusBonesPhoto.jpg

... Enfim, olha a "qualidade" das "evidências" evolutivas! O que temos de melhor, nem prova Darwin, me refiro as evidências da "microevolução", essas sim tem evidências, porém sob nenhum aspecto lógico podem levar a nada MACRO, em termos de evolução..
Olha que absurdo, tem um artigo da Nature chamado "mutations are the raw material of evolution"! Engraçado que no próprio artigo eles deixam a entender claramente que a grande maioria das mutações são maléficas, danosas a saúde, reprodução, mesmo assim insistem na sua utilidade em termos de evolução!

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/Omim/mimstats.html

Porém, olhando este link acima, podemos contar,até esta data, que 13778 doenças de cunho genético foram catalogadas.. Que bela "matéria-prima" :P

Leia esta entrevista com Feduccia: http://discovermagazine.com/2003/feb/breakdialogue#.UeLFStJwpgE

Elyson Scafati disse...

Wallace!!! Wallace!!!

Agora, de acordo com a sua cabecinha, existe uma teoria da conspiração ateísta em torno de fósseis que ligam dinossauros a aves!!! Os malditos cientistas ateus contra os mocinhos do criacionismo querem desbancar deus!!! Mas eles jamais vão conseguir!!!

Por que se achou o primeiro dinossauro oficialmente por volta de 1760? Por que se descobrem determinados dinossauros em determinadas datas?

Isso é porque as pessoas estão pesquisando, coisa que não dava para se fazer no século passado ou retrasado e nem porque havia pessoas preparadas e especialistas para tal empreitada.

Não é porque os malditos ateus, os senhores das trevas e das forças malignas, forjaram tudo para cortar o barato de deus e assim oprimir e ridicularizar os pobres criacionistas, defensores das forças do bem.

Fósseis não surgem do nada. Eles surgem de seus respectivos estratos rochosos. Isso ocorre porque eles viveram um dia. Como já lhe disse e volto a repetir: HOJE EXISTEM TÉCNICAS MUITO SOFISTICADAS PARA DETECTAR O INTERIOR DOS FÓSSEIS, COMO RAIOS X ALTAMENTE POTENTES E RESSONÂNCIA MAGNÉTICA NUCLEAR QUE VÊ DENTRO DO FÓSSIL, COMO ELE ERA DE FATO.

EIS O QUE NA ESPANHA LIGA DINOSSAUROS A AVES:

http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,fosseis-de-ovos-encontrados-na-espanha-ligam-dinossauros-a-passaros-modernos,899816,0.htm


http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,descoberto-fossil-de-dinossauro-corcunda-na-espanha,606829,0.htm



Elyson Scafati disse...

Vamos ao homem de Java:

Vc é um cara que fala muito de erros, que obviamente foram desbaratados por cientistas e não por criacionistas.

Mais uma vez vc erra feio!!!

O tal do dente era a lenda criacionista do homem de Nebraska:


Leia abaixo nos típicos erros que criacionistas cometem:

http://ceticismo.net/comportamento/tipicos-erros-criacionistas/parte-07-%E2%80%93-paleontologia-ii/

e aqui os links originais do Talk Origins:

http://www.talkorigins.org/faqs/homs/specimen.html


mas vamos demonstrar sua desonestidade CRISTÃO MENTIROSO:


This list includes fossils that are important for either their scientific or historic interest, or because they are often mentioned by creationists. One sometimes reads that all hominid fossils could fit in a coffin, or on a table, or a billiard table. That is a misleading image, as there are now thousands of hominid fossils. They are however mostly fragmentary, often consisting of single bones or isolated teeth. Complete skulls and skeletons are rare.

Achou que eu ia engolir seu quote minning né?! SABIA QUE ISSO É DESONESTIDADE E SE INCLUI NO "NÃO DIRÁS FALSO TESTEMUNHO"?

huhuhu!!! perdeu pontos na cartelinha que dá direito ao bilhete para o céu!!! Volte para o começo do jogo pois vc cometeu uma infração grave...

seguem mais links:

http://www.talkorigins.org/faqs/homs/a_nebraska.html

http://www.talkorigins.org/indexcc/CC/CC002.html

Quanto ao homem de Java, E. Dubois foi quem primeiro o encontrou. Mais tarde G. H. R. von Koenigswald descobriu mais alguns fósseis desta criatura. Na verdade, o Homem de Java, o Homo Ergaster, o Homo Georgicus e o Homem de Pequim são uma única espécie que se trata do Homo Erectus.

Quanto a Lucy, era um Australopithecus afarensis e, a partir dos pedaços de seu esqueleto dá e muito bem para se reconstituir quem ela era e saber se era bípede ou não. Ela também não se relaciona a um antepassado humano e nem mesmo é de nosso grupo,assim como o que ocorre com os Paranthropus.

Ardipithecus, Australopithecus, Paranthropus e Homo são clados de uma árvore evolucionária dos hominídeos e mais abaixo disto encontramos os ramos que levam aos hominóides.


http://humanorigins.si.edu/evidence/human-family-tree


É o que lhe digo, vc não se informa bem. Vc lê apenas porcarias produzidas pela maquina de lixo criacionista.


Sobre o ambuloocetus, vc se esquece de algo muito interessante que o liga as baleias: o ossinho do ouvido dele.

Linda foto, um fóssil quase que completo. Uma excelente evidência.

Ainda vc se esquece que animais têm um plano corporal que vc pode repetir para o outro lado o que vc vê de um lado e ainda, a partir das mandíbulas e pedaços de crânio podemos reconstruir um crânio completo. Esse é o trabalho de um paleontólogo. E ai o que criacionistas fazem de relevante, senão aquele bla bla bla inútil repleto de retórica vazia? Cite um e apenas um trabalho criacionista que tenha tido relevância para a ciência e que tenha respaldado as fantasias de seus proponentes.

E ai que evidência vc traz sobre o criacionismo? seria o Gênesis? Ah já sei: A bíblia é verdade porque foi escrita por deus e foi escrita por deus porque está dito nela...

http://evolution.berkeley.edu/evolibrary/article/evograms_03

http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u356804.shtml

Acho que para vc Thewissen é um retardado que não sabe o que faz... Já o pastorzinho de sua igreja deve ser um gênio...




Elyson Scafati disse...

sobre o artigo da nature aqui segue o link:

http://www.nature.com/scitable/knowledge/library/mutations-are-the-raw-materials-of-evolution-17395346


acho que vc não se deu ao trabalho de ler...

vamos lá a sabatina do artigo:

o que é DNA lixo?

O que são mutações pontuais e aberrações cromossômicas? diferencie uma da outra e exemplifique com casos reais.

diferencie mutações somáticas de mutações germ-line.

diferencie adaptação de desordem genética.


defina o que é alelo e alelo mutante. Quais as conexões deste com a evolução da espécie?

como a mutação deletéria pode fazer uma espécie evoluir?

O que é o veneno de uma serpente e como ele se desenvolveu?

Como pode ocorrer uma especiação rápida? Cite um exemplo.Qual a relação da colchicina com o mecanismo de especiação rápida?


Ao que parece vc viu algum criacionista ordinário citar isso e sequer se deu ao trabalho de ler... (maldito do homem que confia em outro homem...)

sim, genes são sua matéria prima. Se eles fossem assim tão ruins, vc nem nada vivo existiria. Portanto essas doenças são fichinha perto do que seu material genético pode fazer, ou seja qq ser vivo que há na terra é único, exceto aqueles produzidos por clonagem, que mesmo assim podem variar.

Se genes fossem tão ruim assim como vc acha que são, europeus e asiáticos teriam morrido com a peste, negos e ameríndios teriam morrido com malária e toda a sorte de doenças tropicais. Isso não aconteceu justamente por conta das mutações que foram selecionadas pelo meio. ESTUDE MEU CARO, ESTUDE... MENOS BÍBLIA E LIXO CRIACIONISTA E MAIS LIVROS!!!





Wallace BS disse...

"Quanto às escamas tornando-se penas, é isso que acontece mesmo. É o que os fósseis indicam e o que embriões de aves demonstram."

No way! Como se daria uma transição entre atributos totalmente divergentes? Se pelo menos se tratasse de pêlos-penas, daria para despistar, visto que são semelhantes em certos aspectos, como nascerem de folículos alocados dentro da derme; ainda assim, nada supera a estonteante arquitetura estrutural e material de uma pena..

Como bioquímica tem nada a ver com TE? Não foi Dobzhansky que falou que nada na biologia faz sentido senão pela evolução? Isso tu não critica :)

Evolucionistas e suas evasivas... "Simplesmente as coisas ocorrem dentro dessas leis."

Adoro como tentas suavizar um gigantesco, colossal problema como este com termos iguais a "plim" "bingo"! Bem, não vou me prolongar, só uns pontos a serem trazidos à tona:

Se fosse tão simples assim, não haveria artigos sobre o tema, como este da Phis.org (http://phys.org/news/2013-04-universality-circular-polarization-star-planet-forming.html), que cogita a solução deste problema com base em CPs (circular polarization) oriundas do espaço sideral, estrelas de neutron, meteoros, enfim!

"Origin-of-life theories often ignore the homochirality problem, even though the question is critical to the origin of life. Scientists hypothesized that the enantiomeric excess of L-amino acids in extraterrestrial sources could be due to circular polarization, which selectively destroys the opposite-handed enantiomer."

"The question of why organisms on Earth consist of L-amino acids instead of D-amino acids or consist of D-sugar instead of L-sugar is still an unresolved riddle. In other words, a major mystery of life on Earth is that organisms are exclusively made up of left-handed amino acids. Therefore, the effort to solve this problem is one of the biggest in research into the origins of life, a subject that remains enveloped in mystery"

Bem, nada de "plim" aqui :P

Elyson Scafati disse...

Sobre a entrevista de Feduccia:

Se vc se deu ao trabalho de lê-la, ela diz o que todos sabem acerca de aves e dinossauros.

Porém, se ele diz que os fósseis são falsos, cabe a ele o ônus da prova. No mais são meras alegações.

Em ciência como em qq ramo há muito desse tipo de jogo, que é desbancar o que o outro diz. Mas para tal devemos ter provas concretas de nossa tese. Assim foi com Einstein e a história do universo em expansão. Einstein errou.

No mais, os fósseis são sim examinados por outros cientistas de outros países. Isso é a revisão por pares. Sem ela, vc até pode ter as melhores teses do mundo; mas elas só servirão para vc limpar a bunda com elas.

http://www.smh.com.au/technology/sci-tech/worlds-first-bird-scientists-in-a-flap-over-fossil-20130603-2nl2c.html

http://www.nytimes.com/2013/06/06/science/palm-size-fossil-resets-primates-clock-scientists-say.html?pagewanted=all&_r=0

Por isso, acho a alegação de Feduccia um tanto contundente, pois foi essa revisão por pares que desbancou o arqueorraptor.

Estude ciências e verá que não basta falar igual é no púlpito de sua igreja. Tem de provar e deixar outros caras verem o que vc tem na mão.

Elyson Scafati disse...

Feducia não apóia qualquer ideia de criacionismo em seu livro ou em qualquer de suas entrevistas.

Para o autor, as aves não tem sua origem nos teropodes, mas nos arcossauros, sendo este oclado raiz das aves e dos terópodes.

Todavia, embora ele tenha bons argumentos, sua posição é um tanto que isolada no campo da paleontologia, uma vez que argumentos pró - terópodes superam os que sustentam seu posicionamento.


Compare os livros de outros autores e os de Feduccia:


http://www.amazon.com/Riddle-Feathered-Dragons-Hidden-Birds/dp/0300164351/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1373834359&sr=8-1&keywords=alan+feduccia

http://www.amazon.com/Origin-Evolution-Birds-Alan-Feduccia/dp/0300078617/ref=sr_1_2?ie=UTF8&qid=1373834359&sr=8-2&keywords=alan+feduccia


http://www.amazon.com/Feathered-Dinosaurs-The-Origin-Birds/dp/0195372662/ref=pd_sim_b_12


http://www.amazon.com/The-Rise-Birds-Million-Evolution/dp/0801856159/ref=pd_sim_b_11


http://www.amazon.com/Feathers-The-Evolution-Natural-Miracle/dp/0465020135/ref=pd_sim_b_10

provavelmente, todos, incluindo Feduccia, não passam de idiotas...

No mais Wallace, acho que vc está frequentando direitinho a EDCDCPEA - Escolinha Dominical Cristã de Desonestidades Criacionistas Professor Enézio de Almeida.


Isso se chama DESONESTIDADE INTELECTUAL, prática bem corriqueira utilizada no mundo fantástico dos sábios criacionistas.

Cuidado com o nono mandamento:


NÃO DIRÁS FALSO TESTEMUNHO!!!


ou seja: mentir, enrolar, distorcer, omitir, criar falsas ideias, se aproveitar dos menos favorecidos intelectualmente, por na boca dos outros o que eles não disseram, esconder fatos, propagar a mentira, divulgar falso conhecimento, criar falsos raciocínios, dentre outras artimanhas que podemos chamar simplesmente de mentir descaradamente.

De quebra vai o terceiro mandamento: NÃO TOMARÁS O NOME DO SENHOR EM VÃO!!!

ou seja, o nome de deus não é para esconder atrás dele iniquidades e interesses excu$o$ de Igreja$$$ e pa$$$$$$$tore$$$$$, fundados na ignorância das pessoas.


Outra coisa boa:

Jesus dizia, pois, aos judeus que criam nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sereis meus discípulos;

E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.

João 8:31-32

Até onde sei Jesus abominava a mentira e as iniquidades dos homens...

Pois é, criacionistas se cuidem!!! Se o além existir, a coisa vai federrrrrrr (digo isso com todos os erres) pro lado de vocês.

Elyson Scafati disse...

[Quanto às escamas tornando-se penas, é isso que acontece mesmo. É o que os fósseis indicam e o que embriões de aves demonstram."

No way! Como se daria uma transição entre atributos totalmente divergentes? Se pelo menos se tratasse de pêlos-penas, daria para despistar, visto que são semelhantes em certos aspectos, como nascerem de folículos alocados dentro da derme; ainda assim, nada supera a estonteante arquitetura estrutural e material de uma pena..]

É mesmo? Pelos e penas são semelhantes?!

São semelhantes porque são feitos de queratina assim como são suas unhas e seus cabelos. A queratina é a Matéria prima para pelos, penas, garras, escamas de todos os tipos.

leia isso aqui:

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/17784647

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2106246/

http://www.ao.com.br/download/AO150_46.pdf

Mas para vc acho que deus em um arroubo de criatividade e pendor artístico deve ter criado as penas...

vai aqui para vc o que é bioquímica:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Bioqu%C3%ADmica

e o que é teoria evolutiva:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Evolu%C3%A7%C3%A3o

Como vc pode notar, são dois ramos distintos de conhecimento.

Já a síntese evolutiva moderna, antes que vc diga mais bobagens é a fusão da genética com a teoria evolutiva:

http://pt.wikipedia.org/wiki/S%C3%ADntese_evolutiva_moderna


viu, é só buscar na wiki que muitas coisas se esclarecem.

O que faz uma interface entre a bioquímica e a teoria evolutiva é conhecer a origem dos processos bioquímicos nos organismos vivos. É só. Por isso uma coisa não tem nada a ver com outra.

Sobre o artigo em:

http://phys.org/news/2013-04-universality-circular-polarization-star-planet-forming.html

Não se trata de teoria evolutiva. Mas de cosmologia associada à formação de produtos orgânicos em nébulas.

O que isso contradiz a teoria evolutiva?

R. em nada. É como dizer que o artigo atenta contra a gramática inglesa...

Mais uma vez, pois criacionistas funcionam por condicionamento: ORIGENS DA VIDA NADA, ABSOLUTAMENTE NADA TEM A VER COM TEORIA EVOLUTIVA. ORIGENS DA VIDA É UM RAMO DA QUÍMICA ORGÂNICA DA FÍSICO QUÍMICA E DA BIOQUÍMICA CHAMADO ABIOGÊNESE QUÍMICA. VC SOMENTE PODE FALAR DE EVOLUÇÃO A PARTIR DO MOMENTO EM QUE UM ORGANISMO SE REPLICA E PASSA SEUS CARACTERES ADIANTE. VC SOMENTE CHAMA DE VIDA ALGO QUE TENHA UM METABOLISMO (príons e vírus não são vida, mas passam seus caracteres adiante por replicação). Assim, se replicar não é condição necessária nem suficiente para ser vida. Mas ter metabolismo é condição necessária e suficiente para ser vida.

A evolução atua naquilo que se replica e naquilo que é vivo, pois quase tudo o que é vida se replica ou se reproduz. (ex, uma mula é vida mas não se reproduz; um pé de milho transgênico, programado para não se reproduzir é vida e não se reproduz).


Como todo bom criacionista vc não sabe distinguir cosmologia de química orgânica e de biologia. Ou seria ignorância mesmo ou pura má fé.

é daí qual o problema do artigo quando diz:

There is a hypothesis that large CP causes homochirality of amino acids and that left-handed amino acids come from outer space. The team's findings imply an extraterrestrial origin of homochirality of life, from the universality of CP detected in star- and planet-forming regions.

Talvez o pastor saiba mais que o grupo de cientistas... Francamente, Wallace!!!



Elyson Scafati disse...

Wallace, vc lê os artigos que vc cita ou os lê naquilo que interessa para sustentar seus devaneios?

já lhe disse: QUOTE MINNING É DESONESTIDADE, MAS PELO VISTO VC INSISTE NESSA DESONESTIDADE:

veja o raciocínio completo:

Origin-of-life theories often ignore the homochirality problem, even though the question is critical to the origin of life. Scientists hypothesized that the enantiomeric excess of L-amino acids in extraterrestrial sources could be due to circular polarization, which selectively destroys the opposite-handed enantiomer.


vc parou aqui;

mas eu dou sequência:

"In previous studies in 1998, an extended CP region was reported in the Orion nebula. It was the only example to show extended and high CP, and there is no observation to study the universality of CP obtained from space, not in laboratories on Earth. The reason is that there were no instruments available to detect any circularly polarized light with wide field of view and high sensitivity."

Resumindo, a Polarização Circular ocorre no espaço sim e hj é muito considerada no estudo de formação de compostos orgânicos, tanto que se vc quiser fazer um isômero D ou L o que vc usa como catalisador é a radiação eletromagnética.

Veja o que vc extraiu do artigo:

"The question of why organisms on Earth consist of L-amino acids instead of D-amino acids or consist of D-sugar instead of L-sugar is still an unresolved riddle. In other words, a major mystery of life on Earth is that organisms are exclusively made up of left-handed amino acids. Therefore, the effort to solve this problem is one of the biggest in research into the origins of life, a subject that remains enveloped in mystery"


e aqui a sequencia dele:


"What kind of mechanism causes the selection of all L-amino acids? One of the mainstream hypotheses today is this: photolysis of one enantiomer of a racemic amino acid with circularly polarized light, transfer of chirality from enantioenriched amino acids to proteinogenic amino acids, and aqueous amplification of one enantiomer with preferential dissolution. Thus, how the circularly polarized light physically works is important in determining the hypothesis of an extraterrestrial origin of homochirality or the origin of abiogenesis on Earth. For the hypothesis of an extraterrestrial origin, CP of synchrotron radiation in neutron stars has emerged as a candidate for extraterrestrial sources. Recently, CP detected in the Orion nebula has been mentioned as the strongest candidate, as originally suggested by Jeremy Bailey at The University of New South Wales and his collaborators. On the basis of such a hypothesis, the scenario below can be conjectured."

Assim, pode a fotólise ser a principal causa da vida ser como ela é. Ou seja, em nada o artigo apoia qq ideia de criacionismo. Também o fato de não se saber algo, não quer dizer que foi um deus que fez. Isso é argumento da ignorância.


Elyson Scafati disse...

Mas por que diabos um deus ou o designer escolheriam a vida ser de esquerda e os açúcares de direita? Não poderia ser ao contrário?

Colocar essa questão como um problema, se resume em um falso problema.

A solução para tal é uma resposta físico-química, que é a facilidade de reação ocasionada por fatores como solubilidade de compostos,a estereoquímica em si e mesmo questões cinéticas como: menor energia de ativação sob determinadas condições.

É claro que em um laboratório e, mesmo em uma terra pré-biótica o que se formavam eram racêmicos, se longe de radiação UV como mostra o artigo que vc trouxe.

Todavia, poderia haver "encontros explosivos" como dois compostos que se auto-catalisavam e assim geravam combinações excelentes, como aquelas que ocorrem em organismos vivos.

Certamente que pode ter havido protobiontes de esquerda e de direita. Porém, a luz foi o responsável pelo declínio de uma forma e ascensão da outra.

ler:

http://users.rcn.com/jkimball.ma.ultranet/BiologyPages/E/Enantiomers.html

http://users.rcn.com/jkimball.ma.ultranet/BiologyPages/D/DenaturingProtein.html

http://www.uscibooks.com/Anslyn/AD06rt.pdf

http://www2.fiu.edu/~herriott/ch05-stereochemistry.pdf